segunda-feira, 1 de agosto de 2011

DESTINO: Estocolmo, um dos lugares mais quentes do verão Europeu.


A capital da Suécia é um dos lugares mais quentes do verão Europeu. Quem visita Estocolmo nos meses de sol e calor se impressiona com a beleza e alegria dessa cidade que vive intensamente seus longos dias e noites curtas.

Estocolmo é uma daquelas cidades especiais que conseguem combinar as coisas boas de uma metrópole com a qualidade de vida de uma cidade pequena. Aqui no verão apesar do excelente transporte público pegar o metro é totalmente desnecessário. Não tem jeito melhor para conhecer a cidade do que a pé ou de bicicleta. Nos centros de informação turística se pode comprar um passe de três dias para usar as bicicletas públicas disponíveis nas principais praças e esquinas da cidade. Comece a visita pelo antigo bairro de Gamla Stan.


Testemunha da história medieval de Estocolmo, o Gamla Stan tem casarões antigos e vielas com belos monumentos. Os turistas parecem não sair da rua principal do bairro então é fácil encontrar ruelas tranquilas que guardam paisagens autenticas e alguns bons restaurantes. Para completar a visita ao bairro e entender melhor a história da cidade vale conhecer o museu medieval. Muito bem montando esse museu fica escondido embaixo de uma das muitas pontes que conectam as ilhas do centro. Ele foi construído no único local onde ainda se pode ver o que restou da antiga muralha que protegia a cidade. O museu reúne objetos encontrados em escavações e conta a história dos dias negros de guerra que viveu a cidade na Idade Média.

Falando em história é em Estocolmo que fica um dos museus mais impressionantes que eu já tive a oportunidade de visitar. O Vasamuseet  guarda uma incrível caravela do século XVII que naufragou próximo ao porto da cidade e foi totalmente remontada após seu resgate em 1961. O Vasa é um dos principais pontos turísticos da cidade e realmente uma experiência imperdível.


Depois dos passeios culturais reserve uma tarde para os parques e a orla da cidade. Além do visual maravilhoso do centro com suas igrejas e palácios a paisagem fica completa com as belas suecas sorridentes que passeiam pelas ruas curtindo o tão esperado verão. Se você não é do tipo esportista escolha um dos bares a beira mar e aproveite o visual. Quando a fome vier deixe a bem frequentada orla e procure pelo Ostermalms Saluhall


Esse mercado municipal é um verdadeiro paraíso para os amantes da gastronomia ou turistas bons de garfo dispostos a experimentar a culinária local. Comece com as maravilhosas almôndegas suecas, faça uma degustação de arenques, experimente a deliciosa salada de camarão ou se aventure com o filé de rena. São tantas as ótimas opções que eu tive que almoçar quatro vezes no Saluhall para dar conta dos principais pratos que eu queria provar. Que pena que não deu para trazer aquela costela de alce na mala para o próximo churrasco dos amigos no Brasil. Atenção aos horários de funcionamento do mercado que só abre para o almoço. 

Com os dias muito longos e a noite chegando só depois da meia noite é comum perder a hora do jantar. A maioria dos restaurantes fecha as dez quando o sol ainda esta alto. Alias não espere o por do sol para curtir a noite de Estocolmo. Às oito comece a subir a Rua Birger Jarlsgatan e escolha um dos animados happy hours. Procure pelo Riche ou o East que são uma mistura de restaurante e bar muito bem frequentados.





Outra ótima pedida é o Josefina ao lado da Vasamuseet. Esse bar aberto somente no verão com seu enorme terraço ao ar livre é o local perfeito para tomar uma gelada e sentir as boas vibrações da cidade. Aqueles que quiserem esticar até altas horas podem seguir para o Studio F12 no mesmo local onde funciona um dos restaurantes mais badalados da cidade com o mesmo nome.  

Quem se empolgar pode conferir um after hour na Hells Kitchen, uma das casas mais badaladas da cidade que só esquenta depois das duas da manhã. Para conferir os dois últimos endereços vale ligar antes para colocar o nome na lista e rechear a carteira com muitas Coroas Suecas. O imposto sobre bebida alcoólica na Suécia é altíssimo e um coquetel pode custar bem mais do que aquele almoço maravilhoso no Saluhalls. O melhor a fazer quando estiver na noite de Estocolmo é esquecer quantas Coroas valem um Real e aproveitar a alegria do verão nesse lugar espetacular. Visitar Estocolmo seguramente vale cada centavo e vai ser difícil você não colocar a cidade entre as cinco mais bonitas da Europa.

Siga a MENSCH no Twitter: @RevMensch e baixe no iPad, é grátis: http://goo.gl/Ta1Qb 

Nenhum comentário:

Postar um comentário