quinta-feira, 25 de maio de 2017

ESTRELA: Sthefany Brito mais linda que nunca e com novo desafio na TV

Quando o assunto é sensualidade Sthefany Brito deixa de lado o rosto de menina e esbanja sex appeal. Sempre em processo de reinvenção, a atriz, que iniciou sua carreira ainda na infância (7 anos), coleciona passagens pelo teatro, cinema e televisão. Agora, prestes a completar 30 anos de idade, comemora o sucesso de sua primeira vilã na novela “O Rico e Lázaro”, na rede Record. Em entrevista a MENSCH, a atriz abriu sua vida e falou sobre carreira, comportamento, cotidiano, além de esbanjar beleza em ensaio fotográfico marcante produzido pelo expert no assunto, Sergio Baia. 

Indo para o início da sua carreira... Sua primeira novela (Chiquititas) você era muito menina, com 12 anos... O desejo pela carreira artística surgiu quando e de que forma? Comecei a fazer teatro com 7 anos e logo fiz comerciais. Eu fui para o teatro por ser tímida e, de cara, me apaixonei! Comecei a pedir pra minha mãe que eu queria "entrar" na televisão, então foi quando ela me colocou numa agência de publicidade. 

Depois você fez sua estreia na Globo (2001) e agora você estreia na Record, em “O Rico e Lázaro”. Que desafios e realizações você tem buscado como atriz? Procuro sempre personagens interessantes! Na Record, estou tendo a oportunidade interpretar uma mulher extremamente ambiciosa, tipo de papel bem diferente dos que já havia feito. Na minha carreira tive a oportunidade de seguir várias segmentos como apresentar, fazer teatro, cinema e TV. Amo a correria das gravações!

Na Record você está fazendo uma novela religiosa. Como lida com fé, religião, pecado e perdão? O que você traz e o que espera levar dessa experiência? Sempre tive muita fé. Minhas avós eram religiosas e cresci com elas perto, sempre falando muito de Deus. Sempre acreditei muito! 

Sua personagem é uma vilazinha, a Nitócris, como espera que o público receba essa nova personagem tendo em vista que é sua 1ª vilã e sempre ter feito papéis o oposto? Acho engraçado porque as pessoas estão adorando. Estão achando ela engraçada... Já vi muita torcida por vilão e pensei que com ela poderia acontecer o mesmo. Um pouco mais pra frente na história ela se mostra mais má é mais cruel, aí sim quero ver se a torcida por ela continuará.

Esse ano, por incrível que possa não parecer, você fará 30 anos. Isso tem tido que peso para você? Está chegando aos 30 como imaginava antes? Quando perguntam minha idade respondo: quase 30! Adoro que este momento esteja chegando! Não tenho problema nenhum com isso pelo contrário, fico feliz de me ver aos 30 agora assim. Claro que várias coisas não saíram do jeito que imaginei, mas pra ser sincera, saíram melhor do que imaginei e isso me ajudou a amadurecer e me tornar a mulher que sou hoje.



Ao longo dos anos você foi ficando mais bonita, e por consequência mais bonita e desejada, como lida com sua sensualidade e vaidade? Aprendi a me respeitar e, naturalmente, a me gostar. Quando era mais nova queria ter mais corpão. Hoje, amo meu corpo do jeito que é. Com isso, fiquei mais confiante e mais segura. Claro que a gente sempre quer mudar alguma coisinha...

Você se acha sexy assim como nós a achamos? O que é ser sexy para você? Por vezes me acho. Às vezes me olho no espelho e falo: huumm... gostei! Assim como às vezes não quero nem olhar no espelho. E tá tudo ótimo também. Ser sexy é ser você! Às vezes a pessoa quer ser sexy e força uma Barra que não rola! 

O que um homem deve fazer se quiser chamar sua atenção. E o que é um pecado em um primeiro encontro? Pra me conquistar o cara tem q tem caráter. Mas isso é tão relativo por que não adianta tudo isso se não rolar química né? É todo um conjunto que não tem muita explicação e "acontece".


O que acha mais difícil num relacionamento a dois? Quais os ônus e bônus? Estar num relacionamento é fazer uma escolha diária. É literalmente uma planta que você rega todos os dias. Ter alguém com quem fazer planos, sonhar junto e construir algo é uma delícia.  Mas acho que o relacionamento é feito de fases, nem tudo são flores o tempo todo! E é nos momentos mais difíceis e complicados que a relação se solidifica cada vez mais (ou não). 

Fama geralmente vem associada à exposição, como lida com isso? Ah faz parte... é quase que uma coisa só. Estou nesse meio desde bem nova e já aprendi a lidar.

Cantadas, paqueras e assédios, qual o limite entre o elogio e o abuso? Como lida com tudo isso? Acho que até onde você se sente desrespeitada. Tem que se fazer respeitar e impor limite! 


Sabemos que você e seu irmão são muito unidos Ele já foi, ou é daqueles irmãos ciumentos que corre logo em defesa da irmã? Eu e meu irmão sempre fomos muito amigos. Ele nunca teve ciúme de nenhum namorado até saber que era sério mesmo. Mas quando alguém vinha conversar comigo ele já chegava junto. 

Na era das selfies e redes sociais, como se preservar sem se excluir de tudo isso? Qual o limite para a exposição? Eu gosto porque é uma maneira de me aproximar mais das pessoas. Posto muito meus cachorros e as pessoas me escrevem falando dos seus cachorros e acho uma delícia essa troca. Acho que até o ponto que não esteja me atrapalhando na vida pessoal ou no trabalho vou curtindo. 

Onde é mais fácil te encontrar quando está mais livre? No teatro, cinema e em algum restaurante! Meu programa favorito 
Sthefany Brito se conquista com... Bom humor!!!


Fotos Sergio Baia
Stylist e produção de moda Marcia Dornelles
Beleza Gabriel Ramos
Agradecimentos Danyelly Tavares

Sthefany Veste: Look 1-  Camisola preta De Chelles, brincos Miranda Castro; Look 2 - Vestido Avizo, brincos Posebon, anel Herrera; Look 3 (capa) - Blusa rendada Pré Estréia, biquini Ki&Co, colar, brinco e anel Swarovisky