segunda-feira, 10 de abril de 2017

FITNESS: Como escolher o tênis ideal para correr‏

Presenciamos em academias, parques e demais espaços, pessoas praticando a corrida, confirmando assim, o crescimento dessa prática esportiva. Boa parte desses corredores carece de informações importantes para que essa prática se desenvolva de forma adequada. A escolha do tênis ideal é um dos temas que geram mais dúvidas, principalmente aqueles com pouca experiência e que não tem acesso a um ortopedista ou especialista na escolha do calçado ideal. Nos encontramos no momento em que a indústria dos calçados investe pesado em modelos de tênis que se adéqüem ao perfil dos diferentes atletas e tipos de pisadas, oferecendo mais conforto e uma suposta segurança “articular e muscular”, em tempos de questionamentos a respeito da eficiência do calçado, quando comparado a correr descalço (deixaremos essa polêmica para outra matéria).

Quando chegamos às lojas e solicitamos um tênis para corrida ficamos em dúvida diante de tantas opções, o que dificulta a nossa escolha. Se você se sente assim, vá com calma e não tente adivinhar se o tênis é bom pela beleza que oferece. Cada pessoa tem um tipo de pisada devido às características anatômicas: tipo de pé (normal, chato e cavado), disposição dos joelhos (varos, valgos), ângulo formado entre o joelho e quadril, além de estar relacionado também com a flexibilidade de articulações, como a do tornozelo. Para compreendermos melhor é preciso entender como pisamos, realizando alguns testes. Esses permitem fazer a identificação do formato do pé e da pisada, que são fatores importantes para a escolha do calçado. Alguns dos testes mais conhecidos são: scanner do pé; baropodometria, análise em 3D, entre outros. Escolhemos dois deles para descrever:

1 - Teste do Pedígrafo: um dos melhores testes e confiáveis, onde se faz uma análise completa dos movimentos do corpo, analisando o arco dos pés através de um scanner e depois avaliação biomecânica com filmagem para detectar possíveis desvios e pisada. No final do teste o atleta já tem a informação do tipo de tênis ideal. Muitas lojas especializadas em materiais esportivos já oferecem esse tipo de teste. 

2 - Teste do pé molhado (simples e “barato”): consiste em molhar a planta do pé e fazer uma pegada, para ver o formato do arco.
PÉ CHATO: indicação de tênis com maior estabilidade e controle de movimento.
PÉ NORMAL: pode usar tênis de todas as categorias dependendo do seu peso.
PÉ CAVADO: indicação de tênis com mais amortecimento.


QUAL SUA PISADA?

PISADA NEUTRA: onde se inicia o contato com o solo do lado externo do calcanhar e então ocorre uma rotação moderada para dentro, terminando a passada no centro da planta do pé. Calçado ideal: entre amortecimento e estabilidade (veja essas categorias mais abaixo e qual é a sua);

PRONAÇÃO: onde a pisada também se inicia do lado externo do calcanhar, ou algumas vezes um pouco mais para a parte interna, para então ocorrer uma rotação acentuada do pé para dentro, terminando a passada perto do dedão. Calçado ideal: menos flexível, mais estabilidade e controle do movimento;

SUPINAÇÃO: onde a pisada inicia no calcanhar do lado externo e se mantêm o contato do pé com o solo do lado externo, terminando a pisada na base do dedinho. Calçado ideal: aumento do amortecimento e da flexibilidade.
CATEGORIAS DE TÊNIS
Estabilidade: indicados para corredores com peso médio que não tenha problemas graves de controle de movimento, usados em treinos mais longos com função de controlar a instabilidade provocada pela pronação.

Controle de Movimento: indicados para corredores com pé chato com grau de pronação acentuado. São mais rígidos e orientados para controlar a pronação, sendo mais pesados e com solado plano para oferecer maior estabilidade e suporte.

Amortecimento: indicados para corridas em distância maiores com a função de absorver impacto extra, para atletas com pisadas neutras ou supinadas, em geral pé cavo.

Performance: são mais leves, indicados para treinos curtos de tiro ou provas de ritmo rápido.

Trilha: são estáveis e duráveis, indicados para corridas em terrenos acidentados e instáveis.

Antes de ir às compras é essencial saber dessas informações que facilitarão a escolha do tênis, que se não evitar, ao menos não agrave ou traga algum tipo de lesão, gerando incômodo e atrapalhando a sua performance. Quer saber mais? Acesse o consultor de tênis clicando aqui e tenha ótimas corridas.

Para saber mais: www.maisatividadefisica.com

Acompanhe a MENSCH também nas redes sociais: @RevMensch