terça-feira, 14 de dezembro de 2010

MUSA MENSCH: Carla Bruni



 É inevitável não se impressionar com Carla Bruni. Muito bem nascida, tornou-se uma das modelos de maior sucesso do mundo, atriz, cantora e compositora de milhões de discos vendidos, largou tudo para se casar com o presidente da França, o sortudo Nicolas Sarcozy.
Impressionante como ela é bem sucedida em tudo o que faz; um colírio para os olhos e um presente para os ouvidos. Atualmente está dando os primeiros passos como atriz, sendo dirigida pelo mestre de Hollywood, Woody Allen, para o filme “Midnight in Paris”, uma comédia passada na Paris de 1920, que será lançada no próximo ano.

A Sra. Sarkozy nasceu na Itália em uma família milionária, do ramo petrolífero. Porém sua família mudou-se para a França, quando ela ainda tinha quatro anos de idade, por conta de uma onda terrorista que surgiu nos anos 70. Estudou por um longo período na Suíça e voltou para a França, aonde decidiu começar a carreira de modelo, porque, segundo ela, sentiu a necessidade de ter sua independência financeira, pois nunca achou que o dinheiro do seu pai lhe pertencesse. No ano de 1988, largou os estudos e se tornou uma das modelos mais bem pagas da sua época, juntamente com Claudia Schiffer, Naomi Campbell e Kate Moss, chegando a faturar cerca de oito milhões de dólares por temporada.

Em seguida, apaixonou-se pela música, assim, começou a compor e cantar musica para os amigos mais próximos, que um dia pediram para ela parar de perguntar se eram boas e tentar gravar um disco. Não demorou muito e ela trocou as passarelas pelo microfone, gravando seu primeiro CD, Quelqu'un m'a dit, lançado em 2002, que vendeu dois milhões de cópias. Carla surpreendeu-se, e confessou que achou esse sucesso repentino um milagre. Em seguida, vieram os álbuns, No Promisses, em 2006; e Comme Si De Rien N'Était, de 2008, que causou grande polêmica, pois algumas letras faziam alusão ao seu marido, o presidente da França, como “Tu Es Ma Came” , “Je Suis une Enfant” e “Ta Tienne e You Belong to me.Sem dúvida, o seu maior sucesso foi “Quelqu'un m'a dit”, elogiada pela crítica e número 1 de vendas pela gravadora Amazon. Àquela música que da vontade de levar pra uma ilha deserta, pena não poder levar a cantora junto. 
Largou o sucesso para se casar com Nicolas Sarcozy, aonde reforçou as visitas de Estado do marido, ganhando inclusive um gabinete para auxiliá-lo em algumas funções, se tornando sempre alvo de controvérsias. Enquanto, encontrava-se com a Rainha da Inglaterra, em uma visita de protocolo, foi surpreendida com a exposição de uma foto sua, completamente nua, em um leilão, o que chamou atenção de todos os tablóides sensacionalistas.
Hoje, Carla Bruni Sarcozi, trabalha na conscientização e proteção de famílias que se encontram com HIV e em estado de miséria, se tornou a Embaixadora do Fundo Global, porém, não ficou isenta de críticas pela Igreja Católica, quando o Papa Bento XVI, repudiou sua campanha contra a AIDS.
Recentemente se envolveu com o governo do Irã, impedindo que uma mulher fosse condenada a apedrejamento em praça pública: ”Seu rosto, seu cérebro, sua alma, tudo transformado em alvo de atiradores de pedra. Esta imagem aterrorizante que nos revolta pode virar realidade", escreveu Carla Bruni em carta aberta publicada no site do filósofo Bernard-Henri Lévy.
Depois dela a França não é mais a mesma. Apesar de ser sempre assunto para os mais conservadores, o que acaba gerando uma grande mídia, Carla Bruni, passou a ser considerada uma das mulheres mais admiradas do Mundo. Aguardaremos, então, seu próximo filme, histórias e investidas, pois, será sempre um prazer observá-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário