quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Crônicas e Indagações Femininas: "Nós e o Clube do Bolinha"



Somos lindas, inteligentes, perfumadas. Usamos lingeries provocantes, maquiagem que não borra e blusa com decote. Estamos sempre cheias de amor pra dar e prontas pra fazer carinho, mas nada disso adianta! Basta uma única ligação e lá se foram as nossas esperanças de uma noite de amor. É sempre assim, um amigo liga chamando pra um chopp “com os amigos” e vocês, meninos, vão correndo. Não tem choro nem vela, chantagem ou biquinho que faça efeito, vocês dão as costas e se vão. Não sei qual a graça de passar horas sentados numa mesa rodeado de machos até o garçom avisar que o bar vai fechar. Ah! O que tanto vocês conversam? Qual pauta pode ser mais interessante do que falarmos coisas românticas ao pé do ouvido? Sinceramente não entendo! O que tem essa danada dessa confraria que nos faz ficar de lado?
Aliás, nem de lado porque vocês impedem a nossa participação, nós ficamos mesmo é de fora! Fico pensando se nesses encontros vocês se sentem mais livres e à vontade pra falar qualquer tipo de abobrinha, coisas que vocês evitam perto de nós para não parecerem bobos e infantis (o que geralmente são de fato...rs). Ou se seria pra poder falar mal de nós, mulheres indefesas. Reclamar do quanto demorarmos pra ficar prontas (no conceito de tempo de vocês, claro) ou do quanto vocês odeiam fazer compras conosco (o que também não entendo, é tão divertido!) ou da dificuldade que têm em distinguir verde oliva de azul petróleo (pobre visão limitada para cores!). Talvez seja uma oportunidade para contar vantagens.
Uma vez que não estamos por perto para desmentir, vocês podem falar o que quiser, dizer que fazem isso e aquilo com uma desenvoltura de causar inveja e “sair por cima” na turma dos amigos. Ou seria pra falar das amigas gostosas que vocês sonharam em “possuir”? Ou do tesão que sentiram pela colega de trabalho que era noiva mas parecia dar bola pra vocês? Ou ainda pra falar um da mulher do outro e das vezes que “compartilharam” a mesma peguete tempos atrás? Também pode ser uma oportunidade pra contar como conseguiram conquistar a fulaninha que se fazia de difícil ou como conseguiam driblar as futuras namoradas ainda fazer com que elas achassem que paqueravam um santo! Ah! São muitas as possibilidades, renderiam vários posts.
Usamos salto agulha, vestido colado e batom com brilho. Somos sensuais, meigas e bem humoradas. Expliquem então, por que não temos vez quando o Clube do Bolinha entra em ação?
Seja lá porque for, lembrem-se há também o "Clube das Luluzinhas"!

6 comentários:

  1. O "Clube do Bolinha" é um patrimônio tombado do universo masculino. Ainda bem que criaram o "Clube da Luluzinha", pras meninas se ocuparem. rs

    ResponderExcluir
  2. "se ocuparem" mas menino, tome tento!

    ResponderExcluir
  3. Amei sêu artigo Ná (Marcinho, parabéns pela sugestão kkk). Mas, desta vez, só desta vez, vou defender o clube do bolinha (SÓ UMA VEZ NO MÊS kkk)...de todos os assuntos que você citou, absolutamente TODOS são interessantes para eles...e ai de nós, se não fosse o clube do bolinha. Já pensastes aguentar estas "criaturinhas adoráveis" com todo esse universo de assuntos e fantasias na cabeça, sem se mostrar, desabafar, extravasar entre eles...Affff kkkkkk Valeu, mais um post perfeito. Mas, não abusem meninos...uma vez por mês é o suficiente kkkk

    ResponderExcluir
  4. ahhhh mas eu entrro no club do bolinha, nem que eu seja apedrejadaaaaaaaaaaaa...rsrsrs

    Muito bom o POst, muito bem escrito e divertido!!

    ResponderExcluir
  5. Valeu Mira!...Eu vivo tentando entrar no Clube do Bolinha mas eles me enrolam e nunca deixam...rs

    Quel, uma vez só tu deixa, né?...rs

    ResponderExcluir