segunda-feira, 25 de abril de 2016

HOMEM NA COZINHA: Dicas e receitas práticas para o solteiro na cozinha

Depois da introdução e iniciação à culinária que fizemos na primeira matéria (clique aqui pra ler), chegou a hora de colocar a mão na massa (na carne, na salada...)... Você chegou em casa depois de um dia de trabalho e está com fome. Nessa hora, lembre-se que cozinhar bem não é fazer receitas complicadas, mas escolher ingredientes de boa qualidade. Então, não se deixe tentar pela facilidade do pacote de miojo. Coma bem, cozinhe para você. De entrada, uma salada de tomate, alface e pepino regados com aquele bom azeite de oliva extra-virgem extraído à frio e um pouco do vinagre balsâmico ou limão que você comprou é boa pedida. Rápida de preparar, ela o ajudará a pensar melhor no que cozinhar em seguida. 

Se quiser variar o molho que vai acompanhar sua salada, dois exemplos simples, a experimentar: 1. Mixe azeite de nozes, molho de soja, mostarda e vinagre balsâmico, ou; 2. Amasse um dente de alho com sal, acrescente azeite de oliva, limão, uma pitada de pimenta-do-reino e uma colherzinha de água. Se não acredita que é bom, experimente uma folha de alface ou rodela de pepino sem graça, e veja a transformação do gosto deles quando servidos com um desses molhos.

Claro, você não vai comer só isso. Para o prato seguinte, uma receitinha fácil que faz muito sucesso entre solteiros: peito de frango com mostarda. Antes de sair para trabalhar, você colocou o peito de frango em um prato, cobrindo-o com uma generosa colher de mostarda (compre mostarda de verdade. Existe até uma lei que obriga o fabricante a distinguir nas etiquetas “mostarda” de “molho de mostarda”. Não se deixe enganar! Guarde essa preparação na geladeira. Ao chegar em casa à noite, você passa esse peito de frango na grelha ou frigideira anti-aderente. Três minutos de cada lado e pronto. Mesmo quem não é fã de mostarda adora, pois a alta temperatura da panela muda o gosto da mostarda, tirando o picante que alguns não gostam. Além disso, a mostarda colore rapidinho o peito de frango, sem assá-lo por muito tempo - o que o deixaria seco -, e ainda evita aquela cara pálida da carne de frango olhando para você.

MÃO NA MASSA!
Outra dica para você solteiro, são as variações de massas. Já se perguntou por que existem tantas formas diferentes de macarrão na prateleira do supermercado? Espero que você não pense que ostra e polvo são servidos preferencialmente com massa em formato de concha porque são todos eles frutos-do-mar... A explicação para isso é que o formato dos alimentos muda a percepção de nossas papilas gustativas. Ou seja, o formato muda o gosto dos alimentos na boca. Existem anos de estudo e cultura culinária por trás de cada tipo e cor de macarrão. É por causa disso que vemos com mais freqüência salmão servido com penne, molho à bolonhesa servido com espaguete, e fusili em saladas. Faça uma experiência mudando o formato do macarrão que você consome normalmente e vai entender o que os italianos sabem desde muitos séculos.


Lembra daquele molho à bolonhesa que você gosta? Pois bem, receita de lasagna é uma boa dica para solteiros debutantes na cozinha. É fácil e sem segredos. Dificilmente ficar ruim. Você pode preparar na véspera, deixando dormir na geladeira, para assar na hora do almoço do dia seguinte. E se você prefere lasagna de queijo e presunto, está esperando o quê para ir ao supermercado comprar os ingredientes? Tenho certeza que seguindo a receita direitinho, ela será melhor do que qualquer lasagna vendida já pronta ou congelada.

E se o prato principal for massa, permita-se ralar seu próprio parmesão por cima dela. Ou seja, compre um pedaço de parmesão para ralar sobre seus pratos no momento de servir, pois muitos daqueles pacotinhos de parmesão vendidos previamente ralados não sabem nem onde fica a Itália (vide composição na etiqueta para entender). E eles não têm gosto de parmesão.

SABOR EM CONSERVA

Naquele momento de fome, lembre-se que os enlatados não são sempre vilões na sua dieta. Não se deve, contudo, usá-los como prato único ou principal. Mas nada impede que alguns alimentos em conserva venham acompanhar seus pratos. Dica, como exemplo, palmito, milho verde, azeitonas, assim como um atum enlatado, podem ser acrescentados àquela sua salada de legumes ou sanduíche de pão integral. Enfim, num momento de sufoco, abrir uma lata ou bocal de vidro não é pecado, mas não se contente em simplesmente comer o que tem dentro, acrescente uma transformação criativa a esse alimento. Você vai descobrir novos sabores.

Uma pequena observação ainda quanto aos alimentos em conserva: fique atento às etiquetas e evite alimentos conservados em óleo ou em salmoura, pois essa quantidade extra de gordura ou de sal pode ser prejudicial à saúde. Prefira então os conservados em água ou esterilizados à alta temperatura. Se quiser, acrescente o seu bom azeite de oliva na hora de comer o atum, mas não coma aquele óleo que já vem na lata. Assim você saberá o que está comendo e pode controlar o seu aporte diário em gordura. O mesmo vale para o sal.

Você conhece uma receitinha de arroz? Procure então cozinhar algumas variações com brócolis, ou com nozes, milho, alho, cenoura ou passas. Mas não misture todos ao mesmo tempo, ok? Vale a pena dar uma olhadinha nos ingredientes do arroz chinês e tentar fazê-lo em casa, cozinhando com seus ingredientes de boa qualidade. O arroz ficará mais gostoso e saudável do que o entregue pelo motoqueiro com ovo em pó reidratado.

VAMOS BATER BIFE...


Com todas essas variações você vai garantindo muitos dias de acompanhamento para seu bife. Falando em bife, na hora de escolher as carnes, você pode variar entre as macias que não exijam um tempo de cozimento muito longo e outros pedaços que exigem mais tempo. Dessa forma, você terá sempre à mão um pedaço para passar na chapa rapidinho, nos dias em que o cansaço vencer tua coragem de cozinhar. E terá também, naquele longo domingo de preguiça, a possibilidade de preparar uma carne lentamente cozida ao molho de vinho tinto. É fácil e é um prazer sentir o bom cheiro que invade o apê. Você já herdou uma panela de pressão para tentar essa receita?

E então, vamos colocar algumas dessas dicas em prática? Passe às panelas! Yes, you can! E nós teremos o maior prazer se você voltar aqui e nos contar sua experiência de solteiro debutando na cozinha. Se quiser mais receitas, uma olhadinha rápida na web com as palavras “homem na cozinha”, “receitas”, e você vai ter do que se divertir por muito tempo.


Acompanhe a MENSCH também pelo Twitter: @RevMensch e baixe gratuitamente pelo iPad na App Store.

Nenhum comentário:

Postar um comentário