sexta-feira, 15 de abril de 2016

ESTRELA: Júlia Konrad, a talentosa estrela da nova geração encanta dentro e fora da telinha


Pernambucana arretada, fã de bolo de rolo e do mar da ensolarada cidade natal, Recife, a atriz Julia Konrad é do mundo. Criada em Buenos Aires, passou uma temporada em Nova York e hoje tem o Rio de Janeiro como sua nova casa onde cria raiz e cultiva dois grandes amores, seu namorado (e também ator) Caio Paduan e sua carreira de atriz, que anda muito bem por sinal. A bela dos cachos mais badalados da TV atualmente, está em plena ascensão na Globo emendando um trabalho após outro, prova do seu talento ao interpretar personagens diferentes e seu carisma com o grande público. Julia está em seu 3º trabalho na TV, como Cecília em “Malhação”, e já mostra a que veio. Sem muitos rodeios e de jeito simples, Júlia segue conquistando seu espaço e promete ser um dos grandes nomes da nova geração de atores talentosos. 

De Recife para o mundo. Como foi largar tudo e ir morar fora (Nova York em 2012) e hoje em dia morar no RJ? Como foi no início e como é hoje em dia? Ir pra NY com certeza foi fundamental para meu crescimento e formação artística. Largar tudo não foi uma questão, sempre tive essa vontade de viajar, morar sozinha, conhecer novos países, então estava realizando um sonho. E, quando vim para o RJ na época de "Geração Brasil", a sensação foi a mesma: de realização. 


Que coisas você levou da "terrinha" e que você não larga? O que sente mais falta e fica doida para ter quando volta à sua cidade natal? Além da saudade da família e dos amigos, com certeza o que mais levo da "terrinha" é a comida! Não tem nada melhor que bolo de rolo né? (risos) outra coisa é praia. Aqui no Rio tem praias lindas, mas as nossas tem um encanto especial. Sinto que recarrego as energias nas praias de Recife. 

Considera a temporada de estudos em NY como primordial para sua base como atriz, já que lá você participou de musical e curta-metragem? Com certeza. Acredito que a educação e a formação são fundamentais para qualquer profissão, e principalmente para artistas. A arte tem seu lado intuitivo sim, mas também extremamente técnica e é muito importante dominar isso para poder exercer completamente a profissão. Minha formação lá, em conjunto com minhas primeiras experiências profissionais me ajudaram a construir a artista que sou hoje. 


Depois disso veio a estreia na novela "Geração Brasil", depois veio a participação em "Sete Vidas" e agora como vilã em "Malhação". Como avalia esse início de carreira na TV e esses trabalhos na Globo? Não posso negar que tive sorte, afinal em pouco mais de três anos já estou no meu terceiro papel em uma das maiores emissoras do mundo. Acredito que estive no lugar certo na hora certa, e com as ferramentas corretas para aproveitar as oportunidades que surgiram. De nada adianta ter oportunidades sem estar preparada, e acredito que minha formação, dedicação e preparação como artista me permitiu tirar o máximo proveito dessa "sorte" que tive. 

Trabalhar numa TV do porte da Globo te assustou no início? Era algo planejado e desejado ou aconteceu naturalmente? Por ter crescido fora, em Buenos Aires (AR), por mais que tenha tido contato com novelas da TV Globo lá, não tinha muita noção do tamanho da importância que teria esse primeiro trabalho em "Geração Brasil". Nunca desejei especificamente trabalhar em novelas. Para mim, era apenas um trabalho. Acho que isso me ajudou muito a manter o foco no trabalho em si, sem pressões e sem preocupações por coisas supérfluas. Tudo aconteceu muito naturalmente. 


E como tem sido fazer a personagem Cecília em "Malhação", dá para defende-la? Tem ficado surpresa com a repercussão? Cecília tem sido um presente. É uma personagem muito complexa, cheia de nuances. Uma verdadeira sobrevivente, e não cai nos estereótipos de "mocinha" ou "vilã" na minha opinião, e é isso que repercute tanto com o público. Não se sabe qual é o objetivo, a agenda dela. Órfã de mãe, abandonada pelo pai, namorado morre, fica presa numa cadeira de rodas após acidente, engravida, e agora um ex namorado muito violento ressurge para atormenta-la. Acredito que tudo que ela fez e faz é em defesa própria, por questão de sobrevivência. E, como tem um desvio de caráter, especialmente por conta de tudo que sofreu, naturalmente é tachada de vilã. 

Hoje em dia você os cachos mais comentados da TV. Sem falar dos belos olhos e das sobrancelhas expressivas. O que te encanta em você mesma? Mudaria algo? Curte o que vê no espelho? Confesso que sou fã dos meus próprios cachos, (risos). Durante a adolescência rejeitei muito meu cabelo, queria alisar, não sabia como lidar. Graças a Deus minha mãe nunca me deixou usar química. Meu cabelo hoje é saudável por conta disso. Se mudaria algo? Acho que todos sabemos os lugares onde podemos melhorar, mas o importante é se amar e se gostar do jeito que somos, e tentar ser a melhor versão de nós mesmos sempre. 



Você é muito vaidosa? Até que ponto? Como cuida do corpo? Gosto de me cuidar, mas não me considero vaidosa. Tenho um cuidado especial com o cabelo para mantê-lo saudável, procuro me alimentar bem e me exercitar sempre que dá. Nossos corpos foram feitos para estar em movimento! 

Agora você está namorando (o ator Caio Paduan, nossa capa no início do ano), mas quando solteira o que te atraia nos homens? Sinceridade, sempre! Gosto de homens que sabem o que querem e são honestos e sinceros desde o primeiro momento. Caio é isso e muito mais. Encontrei nele um parceiro de vida. Sou muito apaixonada. 

Você quando se interessava em alguém que "armas" usava para chamar atenção. Ficava mais na sua ou ia atrás do que queria? Sempre fui honesta e sincera. Não tinha problemas em deixar o outro saber que estava interessada de forma direta. Não gosto de joguinhos, me desinteresso rápido. Também nunca fui de estar com alguém por estar. Todos meus relacionamentos foram sérios, prefiro assim. Honestidade e respeito sempre!

Falando no namoro... vocês dois são famosos e queridinhos na TV atualmente. Como lidam com assédio e ciúmes? Temos muita segurança no nosso relacionamento. Isso corta qualquer ciúme. Nos respeitamos um ao outro acima de qualquer outra coisa, e acho que por conta desse respeito e amor, não temos problemas com assédio ou ciúmes. 

O que te tira do sério e o que te conquista de vez num relacionamento? Ironia! Não suporto ironia num relacionamento, comentários irônicos me tiram do sério! O que me conquista de vez... Acho que não existe uma fórmula pra isso. São momentos, pequenos detalhes que fazem você parar e perceber que não tem volta atrás e você mergulha de cabeça. 

Que programa faz sua cabeça quando não está gravando? Cinema e livrarias! Eu e Caio somos cinéfilos e leitores assíduos. Adoramos ir ao cinema e chegar cedo para matar o tempo em alguma livraria antes do filme!

O que gostaria que as pessoas soubessem sobre você que elas ainda não sabem? Sou apaixonada por gastronomia. Sempre tive vontade de conseguir unir essa paixão com a minha paixão pela arte. Ainda tenho que descobrir como, (risos)! 

Foto Sergio Santoian
Stylist Tracy Rato
Produção de moda Ana Santiago 
Make Vivi Gonzo

Julia Konrad veste: Look 1 - vestido verde Thomaz Pileggi, sandália Ateen, anel Estela Geromoni, anel e brincos Fane's; Look 2 - vestido rosa Elizabeth Marques, scarpin Cecconelo, brincos Mires Brandão, anel Fane's, pulseira Estela Geromini; Look 3 - blusa Calvin Klein, saia Lore, sandália Cecconelo, brinco Zarpelon 

Nenhum comentário:

Postar um comentário