sexta-feira, 8 de abril de 2016

CAPA: Bruno Montaleone, revelação em "Malhação" e uma das novas promessas da nova geração


O jovem ator Bruno Montaleone começou a vida caminhando para a advocacia, passou pelo universo da moda como modelo mas terminou enveredando pela carreira de ator e pelo sucesso que tem feito em sua estreia na TV com o personagem Glauco em “Malhação” parece que ele encontrou o caminho certo. No meio de um grande elenco de jovens estreantes (ou nem tanto), a cada ano novas descobertas e alguns destaques no programa chamam atenção. Ficamos curioso em saber quem é o ator por trás do querido Glauco. Um cara simples e muito esforçado como podemos conferir nessa entrevista.

Bruno, você estudou direito, chegou a trabalhar como modelo mas seu foco sempre foi ser ator. Como foi esse início com tantas possibilidades? Nunca parei pra pensar muito nisso. Eu fazia direito porque segui um fluxo pós-escola de ter que fazer uma faculdade, e sempre tive interesse por direito foi então que decidi cursar, na época eu estava bem certo do que eu queria. Já tinha amigos que modelavam mas nunca soube se eu saberia fazer todas as caras e poses, era mais pra fazer um dinheirinho, mas levei como um exercício até de ator, para já começar a me soltar na frente das câmeras (risos), acabei gostando de modelar. Mas acho que tudo isso me ajudou a chegar onde cheguei, então fico feliz!


Quando você despertou que queria ser ator? Alguma referência? Desde pequeno sempre reparava muito nas atuações em filmes, decorava muitas falas dos personagens que gostava e brincava com os meus amigos imitando esses personagens. Não sei dizer ao certo mas eu sempre tive vontade de levar essa brincadeira a sério (risos). Tenho muitas referências, mas quando pequeno eu gostava muito do Jack Black em “Escola de Rock”, me amarrava nas loucuras dele e é um dos meus filmes preferidos até hoje.

Em seu primeiro trabalho como ator já destaque em Malhação, com o personagem Glauco, e de cara conquistou o público. Como tem sido tudo isso para você? Estou adorando! Acho que todo mundo tem um amigo "Glauco" e estou muito feliz de poder fazer esse personagem... Gosto da troca com a galera, sempre pergunto o que eles estão achando e o resultado tem sido muito positivo!

Como você vê seu personagem? Quais os conflitos e desafios dele? Algo em comum com ele? Vejo um garoto que valoriza muito suas amizades e admiro muito isso nele. Lembro muito da época de colégio, que tinha muitos amigos assim como ele, é engraçado porque ao mesmo tempo que acho que temos muito em comum, também acho que sou diferente dele (risos). Acredito que um grande conflito pro Glauco é deixar de vez a “Krika”, porque mesmo com tudo que se passou ele continua com ela, mesmo que tenha que dividir com seu amigo a pessoa que ele gosta.



O que acha de mais mágico na profissão de ator e o que é mais difícil? Acredito que poder contar histórias, sejam elas fictícias ou não, poder trazer isso pro público com tanta vitalidade a ponto de despertar algum sentimento em quem assiste pra mim é mágico. Acredito que o mais difícil seja interpretar algo que é totalmente fora da minha realidade, de forma que me faça ter que explorar todo um novo universo pra poder fazer uma atuação convincente.

Trabalhar como modelo te deixou mais ligado em moda? Qual seu estilo? Na verdade não muito, não me interessei a ponto de querer entender e estudar muito sobre moda (risos). Faço bem o estilo largado. Sou muito simples quando se trata de se vestir, mas sempre peço a opinião da minha mãe antes de sair de casa, ela é minha stylist pra vida (risos).





O que ficou da época que trabalhava como modelo? O que te atraía nesse universo de moda / modelo? Quando eu trabalho em algo fico muito esforçado pra fazer bem. Então cheguei a pesquisar sobre a carreira de modelos internacionais e de certa forma ganhei um interesse sobre todo esse mundo. Gostei de fotografar apesar de nunca me achar muito bom. Não gosto de falar "o que ficou" porque espero ainda poder trabalhar com isso, mas digamos que agora eu sei fazer carão para as câmeras (risos).

Se considera um cara muito vaidoso? Como cuida da aparência? E como cuida do corpo e da mente? Estou ficando mais vaidoso ultimamente, é claro que tenho cuidados com a minha aparência mas não levo isso muito à sério. Me mantenho ativo sempre fazendo exercícios que gosto, e acredito que encontrar com meus amigos mantém minha mente no lugar, com eles posso ser quem sou sem restrições.

Você tem tudo pra ser um galã da nova geração, já começou a sofrer assédio das fãs mais afoitas? (risos) Sim, ultimamente tem rolado umas stalkers me achando no meu condomínio, as vezes descubro que sou casado com muita gente e nem sei, mas acho engraçado e levo na brincadeira, as fãs sempre foram muito carinhosas comigo.


Você já declarou que ficaria com uma fã numa boa. O que uma mulher precisa ter para chamar sua atenção? Muita personalidade e atitude, mas não sou muito exigente também não (risos), tem que ter algo que desperte meu interesse.

Que qualidade feminina você admira e qual inveja? Admiro a sedução, não sei se invejo algo (risos).

Que programa faz mais a sua cabeça, durante o dia ou balada à noite? Sou viciado em praia. Se esta sol eu estou na areia, na água, surfando, jogando altinha, algo do tipo. Durante a noite gosto de reunir os amigos pra trocar uma ideia, fazer um som maneiro, e de vez em quando uma night.

O que aprendeu com seus pais que você leva para o resto da vida? A determinação deles pra ver todos os quatro filhos deles felizes. Não importa quão difícil seja a situação eles parecem sempre achar um jeito de dar tudo certo, um novo caminho. Eu nunca me senti perdido porque sei que eles sempre vão ter uma saída, algo que vai me confortar e me dizer palavras que vão me ajudar a sempre seguir em frente.

Lá na frente, quando já tiver anos e anos de carreira, como quer ser reconhecido pelo público? Um ator versátil, que consegue fazer as mais diferente personalidades, pra mim isso seria muito gratificante.


Fotos Sergio Baia
Styling Camile Magalhães e Amanda Lacerda
Produção Felipe Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário