quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

DESTINO: Quatro destinos brasileiros para quem gosta de turismo de aventura

Um país tão rico em natureza e paisagens exuberantes como o Brasil tem que ser aproveitado de diversas maneiras. Considerado um dos melhores países para a prática do turismo de aventura, os apaixonados por esportes radicais só terão problemas em escolher qual dos pontos é o melhor. Igor Arruda, praticante de várias modalidades do esporte de aventura e consultor de viagens da Luck Viagem, listou quatro destinos brasileiros para quem gosta de montanhismo, rapel, bike, canoa, mergulho ou trilha. Programe-se e boa aventura, quer dizer, boa viagem! 


Da escalada à canoagem, a Chapada Diamantina é um lugar que reúne o melhor do esporte de aventura no Brasil. Dá para fazer trekking (trilha) no Vale do Capão ou na Cachoeira da Fumaça, numa caminha de que pode chegar a 25 km. O roteiro Volta ao Parque, que dura seis dias para um percurso de mais de 200 km, apresenta paisagens incríveis para quem gosta de bike. E o visual deslumbrante também está presente quem procura pela canoagem, navegando pelo Mucugê e no Vale do Capão, por meio do Rio Preto.

Não somente das 275 quedas d’água vive o turismo de Foz do Iguaçu. Para quem gosta de arvorismo, há um circuito no Parque Nacional. Dá para fazer trilha no Parque das Aves e, de quebra, admirar os 900 tipos de aves, de 150 espécies, que vivem livres no local. Para quem quer algo ainda mais cheio de adrenalina, é possível fazer paraquedismo, saltando de aviões a 3.500 metros de altura e passando até 50 segundos em queda livre e mais oito minutos planando de paraquedas pela Tríplice Fronteira e o Lago de Itaipu. Há rapel próximo às Cataratas, rafting pelas corredeiras e muro de escalada.

Conhecida pelas lindas paisagens aquáticas, Bonito não poderia ter recebido outro nome. O esporte mais frequentado é justamente a flutuação, como os que acontecem nas águas cristalinas do Rio Sucuri, após 400 m de trilha. Há ainda o Abismo Anhumas, que, após um rapel de 75 m, os turistas chegam a uma caverna submersa, onde podem fazer mergulho com cilindro e flutuação. O melhor é que só podem descer oito pessoas por grupo, ou seja, o passeio é tranquilo e bastante inspirador. Também é possível fazer mergulho no Rio Formoso e no Rio da Prata.


É no Balneário Camboriú que está localizado o Parque das Aventuras. Com um nome desses fica até fácil adivinhar qual a proposta do local. Lá há uma atividade pioneira no Brasil, o arborismo acrobático, com 120 m de extensão e duas horas de duração, onde as pessoas escalam, caminham sobre cabos, entram em cavernas e fazem tirolesas. A navegação também é outra opção, nas praias da Barra, Laranjeiras, Taquarinhas, Taquaras e Praia dos Amores. A Praia da Brava é um dos melhores picos para os surfistas. E, a opção mais visitada, um trenó da mata, conhecido como Youhooo, que corta 710 metros de mata, em uma velocidade de 60 km/h com descidas, subidas e curvas sinuosas. Também é possível encontra passeios de parapente e ziprider.

Nenhum comentário:

Postar um comentário