quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

MUSA: Jeniffer Setti - A morena que abalou "Os Dez Mandamentos" está de volta

Essa bela morena encanta logo de cara. Lábios carnudos, cabelos longos, corpo escultural e um olhar naturalmente sexy. Depois você vai descobrindo mais sobre Jeniffer Setti e percebe que ela vai muito além da beleza. Prova disso foi o sucesso dela na novela “Os Dez Mandamentos”, que volta essa semana nas telonas de cinema, com a personagem Safira. Formada em Direito, mas aos 19 anos descobriu que as Artes Cênicas eram o que ela queria para ela e correu atrás. Depois de alguns trabalhos na Globo e recentemente na Record, Jeniffer só tem colhido os frutos dessa dedicação. Conheça um pouco mais dessa nova musa da TV que ainda vai dar muito o que falar.

Jeniffer você começou aos 12 anos, e como foi para convencer seu pai a te deixar ingressar na carreira artística? Não foi nada fácil, nunca passou pela cabeça dele que um dia eu fosse trabalhar como atriz, nem com nada que fosse relacionado a artes, porque o sonho dele é me ver formada em advocacia, mas minha mãe era mais maleável e no fim ele acabou cedendo e comecei fazendo um clássico "A Aurora de minha vida".

Sabemos que existe uma concorrência absurda para conseguir uma boa oportunidade na TV, para atores desconhecidos do público, o que você acha que foi decisivo para que você fosse escalada para " Os Dez Mandamentos"? Eu fui uma das Protagonistas do episódio “Mulheres à Beira Mar”, da Minissérie “Milagres de Jesus”, me dediquei muito pra fazer esse personagem. Como tinha o mesmo formato de “Os Dez Mandamentos”, esse trabalho contribuiu pra que eu fosse escalada.

A sua formação veio do teatro e de uma geração que marcou época como Gucci Fraga. Você tem alguma preferência entre teatro ou TV? Eu Amo estar no palco, são duas coisas muito diferentes…. Mas a TV também me conquistou...Prefiro os dois! (risos)

Quais foram suas experiências na TV antes de “Os Dez Mandamentos”? Qual o papel mais importante que já viveu? Fiz uma viúva misteriosa na novela “Dona Xepa” e logo depois participei de uma comédia chamada “A Segunda Dama” como Taninha Torão. Na Rede Globo, foram trabalhos muito importantes no início da minha carreira, pude contracenar com pessoas maravilhosas como a Heloisa Perissé. Logo depois voltei pra Record e fui escalada para Fazer Gabriela em “Milagres de Jesus”, trabalho no qual eu me orgulhei de ter feito, me abriu grandes portas.


A TV cria uma intimidade com o expectador de forma absurda, como é que está sendo isto quando você sai na rua? Eu estou achando maravilhoso ver o meu trabalho sendo nacionalmente reconhecido, respondo um por um nas minhas redes sociais, é uma alegria inexplicável alguém te parar na rua e falar que está torcendo pelo seu personagem. As pessoas dão palpites, participam e isso de uma forma ou de outra acaba ajudando até na construção da personagem.

Quais as pessoas e fatores que você considera que foram mais importantes, ou referencias, durante seu processo de formação como atriz? Indiscutivelmente cito o grande mestre Amir Hadad, ele Fazia o Teatro Tá na Rua, era um trabalho de humanização do ator. Era um grupo sem recursos, sem glamour, que só trabalhava com a alma. Com ele aprendi que amar a profissão é o grande caminho!

Como está sendo sua experiência no cinema, é verdade que você escreveu um roteiro de média metragem com estreia marcada para 2016? Fala um pouco desse projeto...  Morei durante 5 anos do Japão, tive que dar um tempo de atuar pra me dedicar a família. O tempo que sobrava eu sentava para escrever crônicas e roteiros, até que me veio a ideia de fazer um curta, a história ficou tão rica que virou um média metragem. Em 2011 quando voltei para o Brasil rodei o filme e já está escrito em alguns festivais de cinema.

Você está inaugurando um centro cultural "In Setti", como vais ser? Esse projeto já Existe há muitos anos em minha mente, desde a época que comecei a Estudar Artes cênicas, sentia falta de aprender algumas coisas nas escolas de dramaturgia, por isso me surgiu a vontade de abrir minha própria escola. Agora em 2016 acredito que poderei dar início a realização desse grande sonho.


Como você faz para manter esta forma física invejável gravando 12 horas por dia? Faz dieta? Malhação? Depois que eu me tornei mãe, tive que mudar meus hábitos alimentares e me esforçar bastante para manter a forma física. Descobri um aparelho chamado Power Plate que é uma placa vibratória que você faz um tipo de Pilates em cima, me ajudou e ajuda muito até hoje. Concilio com musculação três vezes por semana.

O que é preciso para conquistar Jeniffer Setti? É preciso ser sincero, ter gratidão pela vida, ser honesto com as palavras, valorizar o melhor do outro e acreditar que para ser feliz é importante fazer o outro Feliz.


Fotos Alessandro Cecconi
Produção e direção criativa Márcia Dornelles

JENIFFER VESTE: Vestido de renda vermelho e preto - Camila Siqueira / Vestido laranja - Maria Valentina / Body amarelo - Fato Básico / Vestido longo preto – Megathus / Acessórios - Mires Brandão e Bia Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário