terça-feira, 10 de novembro de 2015

MUSA: Robertha Portella vai conquistar você com muito talento (e beleza, claro!)

Nossa querida musa, Robertha Portella é daquelas mulheres que merecem o título de “musa” com louvor. Seja pela beleza, simpatia ou talento. Robertha apareceu como musa do Brasileirão, depois passou pelo Faustão, A Fazenda e em breve fará sua segunda novela na Record. Ou seja, um belo exemplo de trajetória onde o talento se sobrepõe à beleza física. Aos pouco Robertha foi nos conquistando e mostrando a que veio. Conheça um pouco mais dessa bela mulher e aguarde as cenas dos próximos capítulos.


Musa do Brasileirão, capa da Sexy, bailarina do Faustão, passando pela A Fazenda e atriz na Record. Como avalia sua trajetória? Faria algo diferente? Aconteceu tudo no tempo certo. Todas as etapas que vivi foram fundamentais para me preparar para o momento que vivo hoje! Precisei enfrentar muitas barreiras, pois o tempo, todos nesse ramo recebemos rótulos! Sair de uma prateleira e provar que se tem capacidade para outras atividades é uma tarefa árdua! Me dedico muito, estudo muito e procuro aproveitar ao máximo todas as oportunidades para mostrar com qualidade uma nova vertente dentro do meu trabalho! Devo toda a disciplina que eu tenho hoje em dia no meu trabalho, ao corpo de bailarinas do Faustão. Pessoas como o coreógrafo Silvio Lemgruberg nos prepara para vida, não só para dança.

Aprendi muito também vendo o Fausto Silva durante 5 anos, na minha frente, comandar um programa com duração longa, sem ajuda de TP ou ponto eletrônico, sempre foi uma aula explícita de competência para lidar com o AO VIVO. Foi uma grande escola de como se comportar na TV, de comprometimento, incluindo a honra de ver grandes ídolos da dramaturgia contando suas trajetórias bem na minha frente e me incentivando a seguir meu caminho. 


Como a dança surgiu na sua vida e como foi parar no Domingão do Faustão? Eu fazia aula de dança, mas nada profissional, acabei indo parar no Faustão pelo destino, fui para o teste do Caldeirão e fui parar no Faustão, e foi incrível, era ali exatamente onde eu deveria ficar. Corri atrás para não fazer feio, pois as meninas são muito preparadas.

Você posou nua para a Sexy, como foi a experiência? Como lida com a nudez em cena (e fora dela)? Foi tranquilo, eu tive minhas exigências. Só havia mulher no estúdio e nas externas, minha mãe do lado ajeitando todos os detalhes e me dando o conforto que eu precisava. Não penso em fazer novamente, porque hoje meu foco está muito voltado para o meu trabalho como atriz. Mas não sou uma pessoa taxativa para dizer "nunca mais". Hoje o mercado anda bem complicado para as editoras e a única coisa que tenho certeza é que não faria nada por fazer. Com relação à nudez em cena, nunca me foi exigido, mas num estúdio de gravação tudo é tão ético e profissional que tenho certeza que faria sem nenhum pudor ou constrangimento. Faria para contar a história da minha personagem! 


O que foi mais exposição, posar nua o participar da Fazenda? Como lida com exposição? Tratam-se de exposições completamente diferentes. Na revista você expõe o físico, o material. No reality você expõe o caráter, a essência, as fraquezas... A Alma. Procuro ser uma pessoa agradável a Deus todos os dias, o que torna mais fácil os humanos gostarem de mim quando estou exposta, da maneira que for. Arrisco dizer que gostam mais de mim quando estou exposta. Porquê dessa forma as pessoas acabam me vendo de verdade e não vendo um possível rótulo.

Como Musa do Brasileirão você representou o Clube de Regata do Flamengo. Você ainda é ligada em futebol? Ainda Flamengo de coração? Sou flamenguista desde que nasci. Não acompanho muito os jogos, não tenho tempo, mas me orgulho de ser rubro negro.

Até chegar a ser reconhecida como atriz foi muito trabalho? Como foi esse início? Eu tive muita sorte ou melhor, Deus sempre está muito comigo e é explícito. Logo de cara a oficina da Record abriu seis meses só para me preparar, pois a casa viu futuro em mim como atriz, então tive 6 meses intensos na oficina do Roberto Bom tempo, totalmente focada em mim, como um treinamento diário mesmo. ISSO foi uma benção pois me preparou pro início dessa grande jornada. Depois fiz minha primeira novela Dona Xepa onde tive o carinho e cuidado do diretor geral Ivan Izetel que é um anjo, todos deveriam começar com ele. Ele é competente e agradável ao menos tempo. Depois fiz alguns especiais e séries ("Plano Alto", "Milagres de Jesus" e "Uma Noite de Arrepiar") mesmo sendo trabalhos mais curtos, os encarei com muita seriedade e sempre querendo mostrar que sou capaz!  Quanto ao reconhecimento do meu trabalho, eu mantenho meus pés no chão. Sei que minha emissora reconhece meu trabalho e aposta e mim. Isso é muito valioso para mim e me só me motiva mais a fazer bem meu trabalho. Tenho certeza que o reconhecimento vem aos poucos a cada trabalho bem feito que eu concluir!

Em breve você estará em mais uma produção da Record na novela "Escrava Mãe". Pode nos adiantar um pouco sobre sua personagem e a trama dela? Faço a Petúnia, nome de Flor, mas não é das mais "docês". É minha primeira aprendiz de vilã, na verdade ela tem curvas muito interessantes durante a trama, as experiências que ela vai vivenciar vão fazer o caráter dela oscilar. Ela começa boazinha, mas depois...vira "mázinha" (risos). Uma grande oportunidade de mostrar outras faces do meu trabalho e espero agradar, estou muito focada e concentrada nesse trabalho. Dando TUDO de mim pra ela.
Quando não está gravando, como ocupa seu tempo? O que faz para relaxar? Já estou gravando, mas enquanto não gravo, procuro estudar, fazer workshop de grandes diretores, preparadores e intercalo com momentos em família e amigos.


Loira e bonita chama muita atenção. Como se livrar das cantadas indesejáveis e dos mais afoitos? Já tiveram muitos? Obrigada, mas só me incomoda quando a cantada é de baixo calão ou tem algum contato físico indesejado, fora isso, aceito numa boa. 

Como cuida do corpo? Pratica exercícios? Qual sua rotina? Faço atividades desde os 15 anos. Fiz jazz, ginástica rítmica, equitação, natação, vôlei, braço socker e mais velha me encantei com a musculação e o spinning. Então vivo de uma memória muscular, uma genética incrível dos meus pais é um esforço diário no spinning. 


O que admira nos homens e o que não suporta? Admiro o cavalheirismo, a educação e isso não requer status financeiro. É uma das maiores riquezas que um homem pode ter. Não suporto homens que falam palavrões na frente de mulheres, que as tratam como se tivesse conversando com um amigo no botequim, pra esses o meu ADEUS.

Curte homens mais vaidosos ou mais relaxados? O que te chama mais atenção em um homem? Curto homens que gostam de se cuidar, mas não gosto dos que demoram pra se arrumar mais que eu (risos).

Que programas fazem mais sua cabeça? Onde é mais fácil te encontrar? Amo viajar pra onde tem praia, praias novas, novos ares e se for na minha cidade restaurantes bons na companhia de boas e enriquecedoras conversas. 

Para conquistar Robertha Portella basta... Estar vivo. A cada dia descubro algo que eu amo e nem sabia...



Fotos Luciana Sposito
Direção criativa Marco Antonio Ferraz
Make Thiago Brandão
Agradecimento Wander Fernandes

Nenhum comentário:

Postar um comentário