quinta-feira, 29 de outubro de 2015

DESTINO: Aventura no gelo - Em busca da aurora boreal

Um dos fenômenos naturais mais belos e raros - a aurora boreal, sempre esteve em minha lista de experiências incríveis de viagem. Pesquisando mais a fundo sobre o tema, li inúmeros relatos de viajantes que desbravaram florestas geladas em locais isolados, por semanas, sem ter presenciado o fenômeno uma só vez. Descobri que no norte da Finlândia, na região da Lapônia, próxima à cidade de Ivalo, a incidência da aurora boreal é bastante alta em março e as temperaturas já são mais amenas com muitos dias ensolarados. Ivalo também tem uma grande vantagem logística, comparado a outros destinos além do Círculo Polar - conexão com voos diretos a Helsinque. Depois de três agradáveis dias na capital da Finlândia, que já por si só vale uma visita ao país, pegamos o voo de duas horas e meia rumo ao norte. 

Nossa chegada em Ivalo já foi espetacular. Sobrevoamos uma imensidão de florestas cobertas de neve em uma paisagem deslumbrante. Pousamos em um pequeno aeroporto quase coberto pela nevasca que tinha caído alguns dias antes. O dia ensolarado deixava o cenário ainda mais bonito.  Saindo do aeroporto já vimos que teríamos problemas com nossos calçados para andar no gelo e na neve fofa. Vale investir em uma bota de neve ou de trilha, nesse tipo de viagem. Do aeroporto seguimos para a pequena vila de Saariselka onde ficaríamos hospedados. A vila vive em torno de uma estação de esqui com belas trilhas para a modalidade cross country. 


No dia que chegamos, já fomos direto para a nossa primeira aventura gelada na terra do Papai Noel – um passeio em um trenó conduzido por huskies. Confesso que quando reservei esse passeio, imaginei uma experiência bem turística sem fortes emoções. Chegando no local, logo descobri que eu estava enganado. Colocamos roupas especiais, passamos por um curso rápido de segurança e fomos ao encontro dos nossos cachorros. Cada trenó leva duas pessoas e é puxado por seis cachorros. Dirigir o trenó é uma experiência maravilhosa, mesmo sabendo que quem realmente está no comando é o cão líder da matilha que conhece a trilha. A força dos cães e a velocidade a que chegamos, é de impressionar. Depois de uma trilha de quase duas horas, voltamos para à base para alimentar os cães. Os huskies são extremamente dóceis e ao final da aventura, os guias explicam como são treinados e divididos em grupos. Também fomos visitar o berçário e conhecer os filhotes. 


Para comemorar nossa chegada, fomos a um bom restaurante degustar um banquete finlandês. Das ovas de salmão à carne de rena, a comida local preparada pelos descentes do povo Sumi, é uma experiência imperdível. Voltamos ao hotel para descansar e nos preparar para a nossa primeira noite olhando para o céu em busca das luzes. Já passava das onze da noite quando avistamos algo diferente da janela do quarto. Apesar do frio, saímos com o equipamento fotográfico para a rua e fomos recompensados com um incrível espetáculo já no primeiro dia. Passamos quase uma hora congelando e olhando a dança de luzes em tons de verde que iluminavam o céu. Na noite seguinte iríamos nos hospedar em um hotel com iglus de vidro, especialmente criados para a observarmos a aurora boreal, protegidos do frio. 


Em nosso segundo dia, fomos para mais uma experiência de neve, dessa vez com os snow mobiles. O interessante desse passeio é a possibilidade de fazer trilhas mais longas e apreciar a beleza da região. O veículo é fácil de conduzir após uma aula rápida e, ainda, fazendo o passeio em grupo com um guia, pode-se ir longe em trilhas seguras. Subimos até o alto de uma montanha com vistas espetaculares da região. Lá de cima, era possível enxergar montanhas na Rússia com um horizonte de floresta branca coberta de neve a perder de vista. Depois de todos os passeios, nossos anfitriões serviam um delicioso suco de frutas vermelhas servido quente como um chá. Após do passeio fomos ao hotel Kakslauttanen, onde passaríamos aquela noite. Também conhecido como hotel iglu, esse é o local ideal para observar a aurora boreal e conhecer mais da cultura rural da Lapônia. Por conta do alto preço da diária e da falta de chuveiro dentro do quarto, optamos por passar somente uma noite nesse hotel. O local é lindo, e além dos quartos, que já são uma atração, o hotel conta com uma enorme capela de gelo e uma galeria de esculturas construídas todos os anos no inverno. 

Os mais calorentos podem passar a noite em um iglu de gelo de verdade. O hotel conta também com cabanas de madeira e as tradicionais saunas finlandesas. A melhor pedida aqui é curtir uma sauna a tarde, seguida de um mergulho no lago congelado e um banho quente. Depois, todos se reúnem no restaurante para o jantar e partem para seus iglus para aguardar o espetáculo da noite. Tivemos a sorte de estar lá em mais um belo dia de céu aberto. Levamos para o nosso iglu algumas garrafas de cerveja que deixei gelando na neve do lado de fora. O iglu mantém a temperatura interna sempre em 21 graus e as camas são ajustáveis e viram confortáveis poltronas para observar o céu. O espetáculo dessa noite foi inesquecível. As luzes foram ficando mais fortes ao longo da noite até atravessar completamente o céu na madrugada, como em uma dança de nuvens com diversos tons de verde. Saímos algumas vezes para fotografar e nos abastecer de cerveja gelada ao natural. Acordamos no dia seguinte com o nascer do sol. Uma belíssima noite mal dormida, mas bem aproveitada.

Finalizamos nossa experiência na Lapônia com um passeio noturno em trenós de rena conduzido pelos Sumis em uma de suas fazendas. O povo Sumi é o único autorizado pelo governo a criar renas e são eles que conduzem os turistas nesse passeio. Cada casal viaja confortável no trenó com cobertores de pele de rena e não é necessário se preocupar em conduzir os animais que seguem os guias. Após o passeio, mais uma rodada do tradicional suco de frutas vermelhas quente, mas dessa vez em uma autêntica cabana de madeira Sumi em volta de uma fogueira. Passamos três noites espetaculares na Lapônia e havia chegado a hora de começar a fazer o caminho de volta para Helsinque. Essa foi, com certeza, uma das minhas viagens mais espetaculares.


SERVIÇO:
Restaurante Banquete Finlandês: www.laanilankievari.fi/
Hotel Iglu: www.kakslauttanen.fi/  
Empresa do passeio de Huskys e snowmobile: www.huskyco.fi/

Nenhum comentário:

Postar um comentário