segunda-feira, 21 de setembro de 2015

ESPORTE: Health & Fight - Entre em forma lutando

Desde que o Muay Thai virou febre na mídia, a prática e o interesse por esse esporte tem se tornado cada vez mais evidente. A MENSCH adentrou nesse universo e apresenta o que de fato essa “febre” tem. Fomos além da visita à academia e entrevistas com os profissionais que fazem dessa modalidade um espetáculo, para lançarmos o projeto Health and Fight com a participação de três leitores convidados, sem nenhuma familiaridade com as artes marciais, para treinar por quatro meses. 

O arquiteto Diogo Viana, o produtor de eventos Joaquim Cavalcanti e a fotógrafa Paloma Amorim aceitaram o desafio, monitorados pelo nutricionista especializado em Nutrição Esportiva, Fernando Oliveira. Sim, desafio, porque a proposta foi ir de encontro ao clima profissional deles, favorável aos eventos sociais noturnos e ao sedentarismo. O trio se empenhou em acordar cedo e encarar as aulas com uma das maiores referências do Muay Thai no Nordeste, o lutador Aldir Pé. De segunda a sexta-feira, as aulas com uma hora de duração causaram muito suor e muitos quilos eliminados. Só para se ter ideia, Diogo, 11 kg, Joaquim, 15 kg e Paloma Amorim, 17 kg. 

Mas, a questão não está simplesmente resumida à perda de peso. Aderir ao esporte, mudou a maneira deles pensarem em relação à qualidade de vida. Os três participantes relataram nova motivação para a atividade física, inclusive, em relação à alimentação. O produtor de eventos disse que se apaixonou pelo esporte e que se alimenta melhor, sem passar por transtorno: “a mudança na minha vida foi muito rápida, inclusive, a minha dieta, supri minhas necessidades sem nenhum sofrimento. Não pretendo desistir nunca”, enfatizou. 

Segundo o responsável pelo treino, o envolvimento entre os alunos acaba se tornando elemento imprescindível. “Num primeiro momento, eles têm o sentimento de experiência nova, mas com as atividades em grupo e a aproximação entre os participantes, percebe que é membro de uma família. Não temos aulas monótonas, nem aulão sem o calor humano, onde propiciamos o ambiente para a união, limpar a alma e tirar o estresse”, comentou Aldir.     

O mesmo conceito é compartilhado pelo nutricionista, em sua análise, afirma que a tão desejada beleza estética está atrelada ao bem estar emocional e à saúde. Fernando passou por problemas relacionados à obesidade na infância e adolescência e, há dois anos, sofreu um acidente num treino de jiu-jítsu que o deixou tetraplégico, inicialmente e, agora, paraplégico. 


“Passei por um longo período de fisioterapia para recuperar o movimento de meus braços, assim como tratamento com uma fonoaudióloga, pois também perdi a voz e o tônus muscular da face. Apoiado por amigos, modifiquei o meu padrão e voltei à rotina de antes do acidente, retomando dieta, trabalho, treino e suplementação individual, ou seja, reavendo meus conceitos e voltando a me disciplinar. Isto é uma filosofia de vida!”, destacou. Palavras semelhantes foram usadas pela desafiada, Paloma afirmou ter incorporado a ideia logo no primeiro mês: “antes do projeto, a minha última tentativa aconteceu há um ano, não conseguia dar continuidade. Agora, é o meu estilo de vida”, expôs. 

Já o terceiro participante, Diogo, que completava três anos de sedentarismo, disse que com a vida social bem ativa, foi complicado inserir novos modos. Contudo, relatou estar disposto a dar continuidade à nova rotina: “eu não sei como, mas vou conseguir, pois quero perder ainda mais gordura”, concluiu.



Os três convidados passaram por vários exames para a análise clínica e de composição corporal. Segundo a ficha técnica, Diogo era um “falso magro”, não tinha o corpo obeso, mas apresentava sinais de gordura visceral e localizada em determinados locais do corpo. A Paloma apresentava muita gordura acumulada onde a maioria das mulheres reclama: quadris, tríceps, peitoral e costas; além de ter sobrepeso evidente. E o Joaquim, com histórico de corpo definido, mas por deslize, acabou acumulando gordura ao ponto de ser classificado, pelo nutricionista, como obeso. 

A avaliação deles foi global, mas com respeito às particularidades de cada um, tanto em relação aos hábitos, quanto à capacidade de treino. Assim, meios foram estudados para potencializar os resultados, em metas traçadas a curto e longo prazo. Inicialmente, devido ao fato de os participantes terem vida corrida e estarem aos poucos retornando às atividades, tiveram a baixa carga de exercícios, de acordo com o limite individual. Também não foi utilizado suplementação alimentar, apenas alimentos saudáveis em horários chave para progredirem com o treino. Pois, pelo fato de estarem em monitoramento, as dietas passariam por revisões conforme o desenvolvimento. 

Após um mês, com a reavaliação e a adaptação biológica aos horários, houve o aumento de dias para se exercitarem. Assim, foram inseridos suplementos, como pós proteicos e aminoácidos para auxiliar na rápida recuperação muscular e condição de aumento progressivo de treino. E, finalmente, com a intensidade física a todo vapor, atingir ao considerável rendimento dos participantes, com dieta reajustada, suplementação proteica e o apoio de termogênico (ou fatburners), em baixa dosagem para auxiliar na energia para os treinos.



Importante informar que, para produção desta matéria, acompanhamos o projeto Health and Fight MENSCH de perto e visitando os treinos, conhecendo pessoalmente cada um dos envolvidos. Acompanhamos algumas aulas e instruções, participando até de uma aula de boxe. É notável o diferencial que o Muay Thai tem com a integração coletiva, mas também com a própria postura dos integrantes da MXA Fight Club, que propiciam o notável clima amistoso e cativante, fazendo da academia um espaço para a prática do esporte. Inclusive, houve momentos em que, até o diretor da academia, Avelar Sampaio, treinou espontaneamente com os participantes do projeto como forma de incentivo.  


SERVIÇO:

PERSONAL FIGHT  - ADIR PÉ é atleta paulista, residente no Recife há 10 anos. Ele é lutador e personal fight de muay thai e MMA da academia MXA, hoje considerado um dos melhores na região. Além de também ser capoeirista e lutador de jiu-jitsu.

NUTRICIONISTA - Bacharel em Nutrição, FERNANDO OLIVEIRA é especialista em Bases Nutricionais da Atividade Física, Nutrigenômica e Alimentos Funcionais, Personal Diet e em Nutrição Avançada pela Federação Internacional de Fisiculturismo e Fitness (IFBB Madri). Instagram: @nandooliveiranutricionista

MXA FIGHT CLUB - Uma das principais academias voltadas para a prática de artes marciais (Muay Thai, Jiu-Jitsu, MMA, Kickboxing, Boxe e Krav Maga) de alto nível, na região. O local é referência para campeonatos e eventos esportivos, como seminários com técnicos e lutadores famosos, além da realização de aulões. Única em Pernambuco, com ringue e octógono oficiais e ambientes totalmente climatizados, possui 345m² divididos em três pavimentos. E está prestes a lançar mais uma sala com planejamento arquitetônico sofisticado, para aulas vips. Seus professores são profissionais de renome, respeitados na área. www.mxafightclub.com.br

FIT FHARMA VITAMINAS E SUPLEMENTOS - A loja MXA Fight Shop presenteou nossos convidados com acessórios de treino. E a FIT FHARMA com suplementos, com o apoio da INTEGRALMEDICA. A Fit Fharma Vitaminas e Suplementos possui vendedores profissionais (campeões fisiculturistas: Rafael Luiz e Giovanni Guedes) para o esclarecimento de informações relativas aos produtos que representam. Através de parcerias com médicos e nutricionistas, o atendimento é capacitado com a segura indicação. Dentre as suas marcas sugeridas estão: BNRG, Alemax, Dymatize, MET- RX, Optimum Nutrition e Integralmedica. www.fitpharma.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário