terça-feira, 11 de agosto de 2015

DIÁRIO DE BORDO: Ghent (Bélgica) encanta pelo seu ar medieval e a variedade de cervejas

Apaixonados por viagens, nosso editor de viagem Fernando Russo e sua esposa, a fotógrafa, Anaisa Sêneda decidiram abandonar a correria em São Paulo para cair no mundo experimentando a vida fora do Brasil. Viajante de carteirinha, com experiência profissional em uma agência de viagens, da qual é um dos fundadores, Fernando começa esse projeto já com 72 países no currículo e pretende bater a meta de 150 países visitados até 2025. A "turnê" iniciada em julho passado poderá ser acompanhada através de um blog criado por eles para compartilhar a experiência, divulgar novos destinos e encorajar as pessoas a explorarem novas culturas. Aqui na MENSCH vamos publicar alguns diários de bordo dessa aventura. A primeira parada é a pequena e agitada Ghent, na Bélgica. Vamos lá viajar juntos pela terra da cerveja.



A grande surpresa da nossa viagem até agora foi a cidade de Ghent na Bélgica. Alugamos um apartamento lá por seis dias para explorar a Bélgica. Como o país é pequeno e as distâncias entre as cidades são bem curtas, ao invés de arrastar as malas pulando de cidade em cidade, resolvemos estabelecer nossa base em Ghent em um apartamento alugado pelo airbnb e experimentar de forma mais autêntica a vida na Bélgica. No primeiro dia descobrimos que seria difícil sair de Ghent. A cidade combina a beleza arquitetônica medieval da vizinha famosa Bruges, com a vibe de uma cidade universitária. 

Poucos turistas passam por Ghent e a cidade tem uma boa quantidade de bares e restaurantes frequentados pelos estudantes. O centro histórico é cortado por belos canais e agora no verão os habitantes curtem os dias de calor e sol passeando de barco por eles. Os bares com suas enormes cartas de cerveja belga colocam suas mesas na calçada, e grande parte dos estudantes curte o verão tomando uma gelada no final da tarde na beira do canal. 




No final de semana, na antiga zona industrial um mercado de objetos usados e arte toma conta de um galpão abandonado, e a área em frente ao canal vira uma praia. A cidade também é famosa pela arte de rua e um programa bacana é descobrir os grafites nos becos da cidade. Para os mais chegados em história, vale uma visita ao belo castelo medieval que fica bem no centro da cidade. Ghent já foi a terceira maior cidade da Europa na idade média e não faltam por aqui prédios de arquitetura medieval. 

Uma dica importante para não fazer feio com os locais é esquecer o francês por aqui. Ghent fica na região de Flanders e o idioma falado por todos na rua é o Holandês. Diferente de Bruxelas, falar inglês aqui é mais bem recebido do que arriscar o francês. Não deixe de provar as duas marcas de cerveja favoritas da cidade, a Vedett e a Gentse. A primeira cai muito bem no verão nas versões Wit e IPA. A segunda já segue a escola tradicional Belga e cai bem na versão Bruin ou Triple


Acompanhe mais destinos pelo site Projeto 150 Países.

Nenhum comentário:

Postar um comentário