terça-feira, 4 de agosto de 2015

CARRO: Superesportivos Safra 2015

Design, estilo, sofisticação e a promessa de muita velocidade e desempenho. Foi assim a apresentação dos mais cobiçados carros superesportivos no Salão do Automóvel de Genebra, ocorrido em março de 2015. Montadoras alemãs, suecas, inglesas e italianas capricharam nos conceitos e trouxeram para o mercado os carros mais velozes e estilosos do mundo. Confira quais são e como são essas supermáquinas com a MENSCH. 


Os ingleses da Aston Martin não foram bonzinhos com o meio ambiente, criaram o motor do Vulcan 100% movido a queima de combustível. Mas foram generosos com os que curtem velocidade: o motor é um V12, 7.0, de 800 cavalos, que acelera até 321 km/h (como um carro de Fórmula 1). Feito para acelerar (de verdade) nas pistas. Infelizmente, essa belezura de R$ 6,5 milhões não é para todo mundo. É um carro exclusivo para eventos específicos de automobilismo, e o projeto foi concebido dentro das especificações da Federação Internacional de Automobilismo. Apenas 24 unidades serão fabricadas, e seus donos terão um pacote VIP de treinamento e adaptação à maquina. Com um destes, 007 alcançaria qualquer vilão rapidinho.



Acabou! Essa é a sensação de que é apaixonado pelo Bugatti Veyron, o carro mais potente do mundo já produzido em série. Nesta edição do Salão de Genebra, a Bugatti lançou a última edição do Veyron, batizado justamente de La Finale. Foram produzidos 450 carros em dez anos de sucesso do possante que atinge velocidade máxima de 415 km/h e aceleração de 0 100 km/h em incríveis 2,5 segundos. A alta performance vem de um motor com dezesseis cilindros dispostos em W, com quatro turbos, chegando à potência de 1216 cavalos. Isso sem falar no charme do design interior e nas interessantes curvas do chassi.

A Itália é considerada por muitos o país de design. E por outros muitos, o país do automobilismo. No meio dos dois está a tradicional Ferrari, produzindo macchinas velozes e belíssimas. Este ano a fábrica de Maranello levou a Genebra o 488 GTB, sucessor da Ferrari 458, um legítimo representante da história da marca.

As curvas arrojadas do chassi fizeram o 488 GTB bater o seu recorde de eficiência aerodinâmica, aumentando em 50% o downforce. Tudo isso para obter o máximo de controle nas altíssimas velocidades que o motor turbo V8 alcançam. De 0 a 200 km/h são necessários apenas 8,3 segundos, para uma velocidade final de 330 km/h, digno da tradição do cavallino rampante.

Quem disse que a Suécia não tem tradição no asfalto? Os 400 km/h de velocidade do Koenigsegg Regera são a provo disso. O nome regera vem do sueco e significa reinar, e parece que este é o destino deste possante de sangue azul. O esportivo de luxo projetado por Christian von Koenigsegg será vendido para apenas 80 sortudos, que poderão desfrutar de todo o seu luxo e alto desempenho.

Em tempos em que “motores” dão lugar a “unidades de potência”, o Koenigsegg Regera explora de forma muito eficiente este conceito. Por se híbrido, o automóvel recebe potencia de um motor a combustão e de outros três elétricos, que combinados chegam a 1500 cavalos, que permitem chegar à velocidade final em apenas 20 segundos. 

A britânica Lotus caprichou e trouxe pra Genebra seu carro mais potente já feito. A Lotus Evora 400 foi seis segundos mais rápida que sua antecessora numa volta na pista de testes, uma evolução em tanto quando se trata de evolução de modelos. Esse resultado foi alcançado graças a uma potência de 400 cavalos alcançadas por seu motor V6 de 3.5 litros, chegando de 0 a 100 km/h em 4.2 segundos. 

Do lado de fora, a Evora 400 traz uma nova frente, com um design que mantém a beleza do carro e proporciona dirigibilidade graças ao avançado design. Mas foi no interior que a montadora surpreendeu. Deu uma nova roupagem ao carro, com acabamentos em couro escocês, novo painel de instrumentos e volante manufaturado em magnésio forjado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário