sexta-feira, 24 de julho de 2015

CAPA: Larissa Erthal a melhor notícia do futebol no domingo

Falar que Larissa Erthal é bonita é chover no molhado. Carioca da gema, essa bela morena dos olhos verdes tem algo à mais que encanta os homens... Entende de futebol!! É daquelas de sentar ao lado do marido para assistir, e comentar (!!), a partida com propriedade até maior do que muito marmanjo por aí tem. Tanta “intimidade” assim com a bola, quer dizer, com o futebol, se deve ao fato dela apresentar, ao lado de Milton Neves, o programa esportivo “Terceiro Tempo” da BAND nas manhãs de domingo. O programa é um sucesso, não só pelo tema, mas pelo tom descontraído, e claro, pela presença da bela Larissa. A trajetória da bela apresentadora até a bancada do programa você conhece logo abaixo nessa entrevista exclusiva. Alerta para não tropeçar no texto por conta das belas fotos de Larissa. Corra pro abraço, e lembre-se, domingo tem Larissa Erthal na sua TV!

Larissa, você é boa de bola?! Afinal pra falar de futebol tem que entender um pouco de bola.... (risos) Mais ou menos, jogo uma altinha legal (risos...) consigo participar das altinhas de praia sem nenhum problema, inclusive, eu, Pedrinho e o Djalma fizemos uma gravação na praia, eu participei jogando e o vídeo foi um sucesso. Estou lendo o livro do Galvão Bueno (Fala Galvão), e respondendo a pergunta se temos que entender de bola para falar sobre ela, o mesmo diz que tentou por diversas vezes em sua vida praticar alguns esportes, e infelizmente ele não se deu bem com nenhum, logo ele se descobriu narrador! Se o próprio Galvão que sabe tudo do assunto, não se dá bem com a bola, me sinto livre para também não, mas sim conhecer com propriedade o assunto...


Já observamos que Milton Neves e outros participantes do “Terceiro Tempo” adoram tirar uma onda com você durante o programa. É duro ser a única mulher no meio dos homens? Como bota respeito? Eu acho que o respeito é natural, eles brincam e tiram onda comigo assim como eu tiro com eles, a gente mistura esporte com entretenimento, e este é um dos sucessos do “Terceiro Tempo”. Recebo centenas de mensagens das pessoas dizendo que adoram nos assistir pois dão altas gargalhadas conosco, mas tudo dentro de um limite. Não preciso impor esses limites, é tudo natural e dentro de um respeito.

Como você chegou até o “Terceiro Tempo”? Fala um pouco da participação no programa. Fui convidada para um teste pra BAND, fui e nem sabia qual era o projeto! Alguns dias depois me ligaram dizendo que fui a escolhida e ai veio o “Jogo Aberto”, com seis meses de BAND me convidaram para cobrir o mundial, e calhou de ser com o Milton, apresentamos o “BAND na Copa”, e acho que a dupla deu certo, logo depois me convidaram para apresentar o “Terceiro Tempo” com ele.

Como jornalista como você vê o poder das mídias sociais e a popularização da notícia através das redes? É importantíssimo hoje em dia, nenhum programa se sustenta sozinho sem usar a segunda tela, a pessoa quer participar não só no sofá, ela quer dar a opinião, tanto é que a gente brinca com batalha de hashtags, temos o twitter, estamos sempre interagindo com o público, essa é a nossa diferença...



Ser uma mulher bonita te abriu ou fechou mais portas no jornalismo? Abriu! As pessoas fazem essa pergunta e na verdade eu queria fazer outra: Em qual profissão a beleza não ajuda? No mundo inteiro, se você tem uma boa aparência e se porta de uma boa forma, isso tudo lhe ajuda e favorece bastante. A beleza abre portas pra todo mundo, só infelizmente não abre para a profissão “babá” de mulheres casadas e ciumentas, por que ai elas ficariam sem emprego. Mas tirando essa profissão, sempre ajuda.

Você já fez algumas participações como atriz em novelas da Globo. Como ficou a carreira de atriz, abriu mão de vez para se dedicar ao jornalismo e apresentação de programa esportivo? Sim e não. Por enquanto eu não penso em nenhum projeto a não ser apresentar os programas que tenho apresentado. Dizer que nunca mais, isso eu não digo, mas foi um sonho que foi se transformando. Só que hoje está adormecido, quem sabe um dia ele acorda, mas no momento meu foco total é o jornalismo.


Quando você se sente mais realizada no trabalho? Quando eu estou no estúdio fazendo ao vivo. Isso me realiza, e acabo sabendo que estou compartilhando um momento com milhares de pessoas do país. Isso não tem preço. É real! É uma troca de energia positiva.

E quando você não está na frente das câmeras onde costuma ir para relaxar? Que programas faz sua cabeça? Amo viajar, se eu tivesse mais tempo... Hoje em dia não tenho duas folgas seguidas, com dois dias de folga já coloco a mala no carro e parto pra uma praia, uma serra... Amo viajar! 

Você é mais do dia ou noite? Curte uma balada ou um jantar mais intimista? Já fui muito da balada, de sair 04 vezes por semana, mas hoje em dia não consigo mais, e estou namorando. Eu estou aproveitando o que a vida está me oferecendo, e no momento ela está me oferecendo uma vida a dois maravilhosa. Damos preferência em fazer programas mais tranquilos e intimistas. Adoro cozinhar, ou saímos, ou fazemos algo em casa mesmo.




Por falar nisso, onde um homem te conquista de vez? O que te atrai?
Me conquista no companheirismo, essa semana até postei no instagram uma foto de um casal de idosos que estavam sentados ao meu lado, fiquei admirada com o carinho um do outro, uma parceria tão linda... Desceram do avião de mãos dadas...Foi quase uma lição de vida passar o voo ao lado deles. No final da vida tudo some.

E onde eles pecam? O que os homens ainda não sabem sobre as mulheres? Homem não sabe que as vezes a gente briga, mas que não estamos com raiva, que as vezes a gente implica, mas só pra ganhar um chamego.

Curte homem vaidoso, mais arrumadinho... Até onde vai a vaidade masculina? Vai até o momento que não começa a competir com a mulher. 

E você é muito vaidosa? Como se cuida? Sou vaidosa e ao mesmo tempo relapsa. Vou ao médico, me inteiro sobre vários temas de estética, leio vários blogs de beleza, compro cremes, mas acabo parando por aqui. Esqueço de continuar o procedimento. As vezes esqueço de passar protetor... Aí corro pra Dra. Paula Bellotti, que sabe como ninguém cuidar de pele! Muitas pessoas se preocupam apenas com a estética, com a parte de fora, e esquecem de cuidar de dentro. Por exemplo, agora, descobri através da Dra. Heloisa Rocha que estou com um problema na garganta por conta de uma má alimentação. Temos que balancear também o lado de fora com o de dentro.



Quais seus próximos lances para marcar um belo gol de placa? As Olimpíadas 2016, quero que seja um belo gol de placa. Já estou me preparando e estudando muito para isso. Eu espero que seja tão legal quanto foi a Copa do Mundo aqui no Brasil. 

Fotos Sergio Baia
Produção de moda André de Moraes
Stylist Gugu Ribeiro
Cabelo e make Caroline Monnerat

Nenhum comentário:

Postar um comentário