segunda-feira, 30 de março de 2015

ARTE: Manifestando o amor pelos traços de Rafa Mattos

Ele ficou conhecido pelos regadores com mensagens “plante amor e colha o bem” espalhados pela cidade. Foi matéria de revista, apareceu na TV, fez exposição na Alemanha e agora anda se manifestando por aí. Garoto carioca já incorporado à terra dos altos coqueiros, Rafa Mattos é mais que um artista, é alguém que busca (e consegue) praticar o discurso que rabisca com suas tintas - o amor.

Com novo trabalho, o Manifesto do Amor, ele se reinventa e se recria para não se tornar repetitivo “Por conta do "regador", os convites iniciais surgiram para que ele fosse o protagonista, “mas sempre que era possível eu lançava uma proposta mais abrangente. Muitas vezes o projeto crescia por conta disso, e então eu tinha a oportunidade de mostrar mais das minhas intenções. Outro ponto importante é que meu preceito está claro a todos, e acabo sendo convidado a falar desse bom e velho amor, que há muito tempo não estava tão na moda. Muita felicidade por poder ser porta-voz dessa mensagem.” 



Bike ativista, skatista, jogador de frescobol ao raiar do sol na praia, Rafa não separa o artista do comunicador e da pessoa, tão pouco o amor que oferece. Entusiasta de si mesmo e do que faz, seja em casa ou na profissão, ele descansa trabalhando e trabalha descansando, até porque de um bate-papo com amigos, surgem boas ideias para aplicar em sua arte e em sua comunicação.

Sobre O MANIFESTO AMOR, Rafa explica que é um conjunto indivisível de ideias, preceitos e atitudes que se transformam em amor ao próximo, ainda que distante (risos). “Sou um defensor do amor como um sentimento revolucionário há muitos anos, e sempre o expressei, sem pudor ou receio, e hoje muito dessa crença se transformou nesse MANIFESTO.” Ainda segundo ele, o MANIFESTO fala de reflexão, dualidade, conhecimento, sustentabilidade, bem-estar e respeito, expressão entre outros sentimentos. Ele demonstra o amor ao próximo por perspectivas pouco imaginadas. 

Mas nem tudo são só flores, por mais que fale e espalhe o amor, Rafa Mattos sabe que nem sempre é fácil oferecê-lo. Ele nos conta que outro dia teve a triste oportunidade de colocar o amor à prova. O artista sofreu uma agressão covarde de um carro enquanto andava por uma calçada de Recife, se indignou e foi bater boca com o motorista. “Fiquei péssimo em ver o desrespeito dos motoristas pelos pedestres, e também por ter oferecido meu ódio para aquele cara.” Ele completa, “colocar o amor em prática é o grande desafio realmente. Falar é fácil, difícil é oferecer a outra face”

A sugestão, e por conta dela, ele consegue fugir de algumas situações, é fazer do amor um óculos. “Tipo, tu tem um enorme problema de visão e não enxerga um palmo à frente do nariz. Tu precisa muito de uns óculos. Eu tento enxergar a vida pela lente do amor.” Definindo a si mesmo, Rafa coloca que é um comunicador. Sua arte nasceu de uma catarse, de um desejo de gritar a importância do amor. É uma arte carregada de mensagem, e mensagem tem origem, caminho e destino. “A minha arte tem que chegar no coração do receptor.”


Nenhum comentário:

Postar um comentário