terça-feira, 25 de novembro de 2014

FOTOGRAFIA: O livro "Tonys Toys" traz sensualidade e irreverência de Tony Kelly

Vamos brincar de boneca? Esse parece ser o convite do badalado fotógrafo Tony Kelly ao nos deparar com suas mais recentes fotografias sensuais. Aliás, fotografias essas que fazem parte de seu primeiro livro. E como a ousadia e a irreverência sempre foram traços marcantes do trabalho de Kelly, no seu próprio livro isso não seria diferente. Dessa vez os elementos são vários bonecos de plástico articulados que interagem e exploram a sensualidade feminina em seus mínimos detalhes. Bundas, seios e outras partes da anatomia feminina são deliciosamente exploradas de forma que todo marmanjo gostaria de encarar.

Famoso por sua criatividade em expor o nu e o humor de forma graciosa e picante, esse irlandês tem sido cada vez mais desejado para capas e editoriais de revistas ao redor do mundo. Publicações como Playboy, GQ e a Vanity Fair, tem chamado atenção pelo visual colorido e divertido de seus trabalhos. Recentemente Kelly esteve no Brasil e clicou uma série de modelos em clima de Copa do Mundo da forma mais sensual possível, algumas sem a parte de baixo do biquíni em plena praia de Ipanema cheias de caras e bocas.

Segundo ele se resume: “Gosto de chocar. Odeio quando me dizem ‘é uma boa foto’. Isso é o fracasso. Gosto de obter uma reação. E quero que as pessoas riam também. No fundo é pop art, certo? Não dá para levar tão a sério”. E nisso ele está certo, sua fotografia é pop art pura e traz um frescor que agrada aos olhos e ao mesmo tempo atiça a libido com sua sensualidade sofisticada e descarada.




Em “Tonys Toys” os bonecos, uma coletânea de Falcons, Kens e Bobs, “brincam” o tempo todo com belas modelos desnudas e indefesas diante desses “machinhos tarados”, saltando de decotes, explorando o meio das pernas das garotas ou simplesmente admirando seus corpos cheio de curvas. Um verdadeiro banquete para os olhos que reverencia a beleza feminina e põe os homens como verdadeiros bonecos manipulados. Talvez uma mensagem subliminar sobre a situação atual dos homens diante das mulheres hoje em dia. Bem, não sabemos se a intenção era essa. Mas se você ficou interessado no livro, saiba que são apenas 1000 unidades em edição limitadíssima e custa 60 euros (+ frete). Venda direta no site aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário