sexta-feira, 28 de novembro de 2014

ESTRELA: Letícia Birkheuer é puro diamante

Tem gente que sabe exatamente o que e quem são. Letícia Birkheuer é uma dessas. Ela sabe que é linda, talentosa e cheia de graça, não se esconde atrás de suas qualidades com falsa modéstia nem se inibe com críticas, aproveita o que vier de bom e desconsidera o que não agrega. No ar, na novela “Império” como uma jornalista de um site de fofocas ela diverte e rende boas cenas. Ex-jogadora de vôlei, top model internacional capas de várias revistas ao redor do mundo, a gente pode usar o chavão e dizer que Letícia é um “puro diamante”.

Ser uma mulher que é uma referência de beleza ajudou mais ou em certos momentos atrapalhou? Já foi muito julgada pela aparência? Durante muitos anos meu trabalho girou em torno da estética e beleza exterior. O mundo da moda é superficial, não há como negar isto. Ser uma referência de beleza nunca me atrapalhou em nada, muito pelo contrário, me abriu portas na televisão, me levou a conhecer inúmeros países, culturas diferentes, me trouxe experiências e graças à beleza me tornei uma das modelos mais bem sucedidas do mundo.

Correr o mundo para fotos, desfiles...O que é mais desgastante nisso e o que é mais encantador e faz qualquer dificuldade valer a pena? Na época em que fui uma grande modelo, percorri inúmeros países, morei 10 anos nos EUA e tinha uma vida bastante corrida e desgastante. Fiquei doente várias vezes e tomei muito antibiótico. Dormia várias noites em avião e me alimentava muito mal. Apesar de tudo, era muito divertido e muito excitante trabalhar em vários países, participar das semanas de moda, fazer fotos incríveis para editoriais das melhores revistas e ter meu rosto estampado nas maiores campanhas de moda e beleza do mundo. Tudo isso somado aos grandes cachês do mundo da moda.

A moda é um mundo em que se entra muito jovem, quase criança, como se amadurece tão cedo para não ser engolido por ele? Acho que a base que prepara pra vida é a família, e o amadurecimento vem com as dificuldades que aparecem na vida. 

O início da carreira de atriz foi agraciada com estreia ao lado de Glória Pires e prêmio revelação da revista Contigo... Quais as maiores dificuldades neste início, houve preconceito por ser “modelo e bonita”? Na época de Belíssima, minha estreia na TV, não houve preconceito, até porque fui justamente escolhida pro papel por ser uma modelo internacional e conhecida. 



No ar em “Império” você faz o papel de uma jornalista de um blog de fofoca, como se preparou para o papel? Como está essa parceria com Paulo Beti? Me preparei pra fazer a jornalista Érika fazendo workshops de interpretação, laboratórios em blogs e revistas de celebridades, e fazendo aulas particulares com minha coach. A parceria com o Paulo Beti está ótima, ele é muito generoso e tenho aprendido muito com ele. 


Falando em fofocas... Como você lida com paparazzi e imprensa de fofoca? Eu me dou bem com a imprensa e paparazzi. Nenhuma reclamação. 

Te incomoda mais as críticas a um trabalho específico ou à vida pessoal. Qual o limite nisso tudo? Não me incomodo com críticas. Se são válidas e construtivas e tem fundamento até podem me ajudar. Se são críticas de pessoas invejosas e sem pé nem cabeça, simplesmente ignoro. 

Em 2010 veio o contrato e as fotos para a PLAYBOY. Qual a motivação para se mostrar “como veio ao mundo” e como se deu a ideia do ensaio? Em 2010 resolvi aceitar o convite da PLAYBOY e tenho que admitir que as fotos ficaram incríveis e foi um dos melhores trabalhos artísticos da minha carreira. Escolhi um fotógrafo da minha confiança e fiquei surpresa com o resultado. E faria a revista de novo. Lógico que a decisão também levou em consideração o valor do contrato.

Você é uma mulher vaidosa até que ponto? E o homem, quando e como deve ser vaidoso? Eu sou vaidosa em cuidar do meu rosto e cabelo. Tenho um pouco de pânico de envelhecer. Acho que o homem tem que se cuidar basicamente usando protetor solar e malhando. O resto é frescura demais. 


O que te atrai em um homem? Que qualidades são fundamentais e fazem a diferença? O que mais me atrai num homem é o sorriso, ombros largos, e um corpo malhado sem exageros. E a inteligência. Um homem inteligente me deixa fascinada. 

Que qualidade masculina você acha que as mulheres deveriam copiar e qual a qualidade feminina os homens deveriam ter? A qualidade masculina que as mulheres deveriam copiar dos homens e ser prática na vida amorosa. E os homens deveriam aprender a cozinhar. 

Existe algum “cortejo” masculino que você considera infalível na hora da conquista? Alguma dica? Cortejo masculino infalível.... ahhh. Preparar o café da manhã no dia seguinte. 

O que te deixa relaxada nos horários livres? Nas horas vagas procuro me exercitar, cuidar da pele, ir ao salão. Gosto de correr e fazer musculação. 

Voltando ao vôlei... Ele ainda tem espaço na sua vida? Tem praticado? Vôlei não tenho tido horário para fazer.



Quando olha pra trás, algum arrependimento ou algo que teria feito diferente? Eu não me arrependo de nada na minha vida. 

Hoje você se sente realizada em que sentido? E o que pretende realizar? Hoje me sinto completa, realizada no trabalho e realizada como mãe. O João Guilherme, meu filho é a pessoa mais importante da minha vida. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário