sexta-feira, 7 de novembro de 2014

CAPA: Ycaro Tavares faz sua estreia em "Malhação" e ganha destaque com talento e dedicação

Assim como o personagem das histórias gregas Ícaro, nossa capa anseia voar cada vez mais alto na carreira e acredita que pode chegar lá. As asas desse voo são persistência, força de vontade, talento e autocrítica. No ar em Malhação ele já sente o que é cair no gosto dos fãs, recebendo carinho e aplausos, mas esse Ycaro sabe que chegar perto demais do sol pode derreter suas asas, por isso sonha com os pés no chão e não se deixa deslumbrar com a fama ou o momento.

Malhação Sonhos. É a realização de um sonho fazer parte desta série global? Claro. Na verdade acho que a maioria dos jovens que querem se tornar atores, sonham em participar de Malhação, pelo fato de acompanharem muito a série e se identificarem com a história dos personagens, eu mesmo era um adolescente que não perdia um capitulo. E além desse sonho de participar desse produto, vem o aprendizado que esse sonho traz, é muito bom essa mescla de atores jovens e atores mais experientes, pra mim, mesmo o personagem não tendo uma trama muito concreta ainda, está sendo muito bom.


A carreira de ator tem seus altos e baixos, nem sempre é estável, está preparado para lidar com isso? A gente tem que tá preparado. É uma profissão que desde o começo percebemos o quanto temos que correr atrás para mostrar nosso potencial, além de ser uma profissão muito disputada, tem muitas pessoas boas no mercado, que acabam não tendo chance de mostrar seu trabalho. Então eu acredito que você tem que correr atrás e além de atuar, produzir, escrever... Acho que tudo isso engloba nossa carreira. 

Além de instabilidade, há também a invasão de privacidade, a “indústria da fofoca”, como é sua relação com a mídia e fãs e até onde acha que sua vida é pública? Essa parte de ter a vida exposta é consequência do trabalho desenvolvido, claro que quando você está realizando um bom trabalho, você aparece mais na mídia e consequentemente sua vida social fica mais exposta. Eu sou tranquilo com isso, na verdade sou um cara muito família e gosto de preservar isso porque além de mim sempre acaba expondo outras pessoas. Mas minha relação com a mídia é excelente e os fãs são a base de tudo, é muito gratificante quando passa uma cena sua, o jeito que eles se dedicam, elogiam, além da porta do Projac está sempre lotada, eu brinco com eles sempre os mandando irem pra casa, porque passam o dia lá ... Mas eu agradeço muito pelo carinho deles.

O seu personagem em Malhação, o lutador de Muay Thai Thawik é melhor amigo Cobra (Felipe Simas) um sujeito invejoso e falso. Na vida real como escolhe os seus amigos? Eu sou um cara que tem poucos amigos, dá para contar nos dedos. Acho que depois que eu mudei de São Paulo para o Rio e fiquei longe da família, comecei a dar mais valor as amizades porque hoje em dia eles são minha família. Moro sozinho, então sempre junta o mesmo grupo de amigos em casa no final de semana, sempre estamos juntos, nos falamos o dia todo por grupo no whatsapp e dei sorte de encontrar amigos que pensam como eu e com uma boa base de estrutura familiar que em minha opinião é fundamental.



Você tem tudo pra ser um galã, já começou a sofrer assédio das fãs mais afoitas? (risos) Que é isso! Não penso muito nisso pra ser sincero. Mas é muito boa essa abordagem das fãs, elas brincam muito falando do meu cheiro ... Mas ainda tá tranquilo!

Fala pra gente da sua participação na montagem de “Republicanos”. Na verdade Republicanos é um projeto de teatro, onde comecei a ensaiar com o pessoal, mas acabei não estreando. Fui convidado pelo diretor para participar da nova montagem agora em 2015, vamos torcer para que possa realizar, estou louco para fazer teatro. 

Você protagonizou o filme Valentina, conta pra gente sobre essa experiência no cinema. Foi uma experiência muito boa. Na verdade a ideia é de um filme surrealista onde meu personagem é um jornalista que vai para uma cidade do interior investigar o caso da morte de uma garota. O cuidado que o diretor teve com o ator foi algo que achei incrível, além do tempo que leva para fazer cada cena e além disso eu nunca tinha gravado externa e gravamos na cidade de Paranabiacaba interior de São Paulo, onde tem uma neblina que você não enxerga um palmo a sua frente. Vi algumas coisas do filme já, mas estou muito ansioso para ver o produto completo. 


O que acha de mais mágico na profissão de ator e o que é mais difícil? Eu sempre falo que o que eu acho mais mágico é você poder viver a vida de outras pessoas, fazer o que você nunca faria na sua vida, ser e se entregar para o personagem, sem preconceito e limites. E mexer com os sentimentos, com a emoção, receber impulsos que você não sabe de onde tá vindo, você começa a se interessar pela vida do personagem e buscar respostas para as coisas que ele vive. Esse processo de investigação e descoberta do personagem me encanta muito. O mais difícil é ter o trabalho reconhecido, como já falei anteriormente, tem muito ator bom que não consegue espaço para mostrar seu talento. E é um trabalho muito disputado, então você tem que ter a cabeça no lugar para não pirar a cada não. 

Tem o hábito de se assistir para analisar sua performance? Quando recebe uma crítica, qual seu primeiro pensamento? Sempre me assisto, e olha não sei te falar quantas vezes. Sou muito crítico. Então analiso cada detalhe para tentar melhorar na próxima cena, sempre brinco que tô aprendendo a fazer televisão, então cada detalhe é fundamental. E você se assistindo começa a entender melhor como é todo esse processo, e isso facilita na hora de fazer a cena. Sou um cara que gosto de escutar, tenho um pouco a mania de tentar me explicar (risos), mas sempre é bom, levo as críticas para o lado positivo para tentar melhorar naquilo que ainda não está muito bom. 

Corpo sarado, também pratica Muay Thai? O que faz para manter a forma? Gosto de cuidar do meu corpo e da minha mente. Então faço exercícios funcionais 5 vezes na semana e faço Pilates 2 vezes para melhorar postura e consciência corporal. E para manter a forma só se alimentando de forma saudável mesmo, faço uma dieta restrita de glúten e lactose.


Como cuida da aparência e qual o seu limite de vaidade? Gosto muito de me cuidar, mas com limite também. Tenho um cuidado com a pele pelo sol quente aqui do RJ, lavo o rosto com um sabonete especifico e uso filtro solar... Ah e sempre um bom perfume e uma cera no cabelo, difícil eu andar sem (risos). 

O que te atrai nas mulheres? Que característica você mais admira? O olhar é algo que me chama muita atenção, tem que rolar aquela troca, aquele olho no olho verdadeiro. Gosto daquela mulher cheirosa, mas que não precisa estar 24 horas arrumada, se preocupando com a beleza ... Acho que um estilo mais alternativa. E claro, tem que ser parceira, não adianta querer viver aquela vida casal tradicional em casa, cinema, jantar...Procuro uma que queira viver a vida comigo, viajar, curtir, namorar...Acho que esse é o ponto principal.

Que programa faz sua cabeça, durante o dia ou balada à noite? Os dois. Eu sou um cara que gosto de esportes, então odeio acordar tarde e não aproveitar ... Sempre corro na praia, dou um mergulho. Tento aproveitar o dia de forma produtiva, difícil me ver em casa assistindo TV. E a noite, não tem como não gostar, como um bom paulista que sou (risos)!! Sempre gosto de sair com os amigos, ir para show, festas... Não sou muito de boate não. 

O que aprendeu com seus pais que você leva para o resto da vida? Aprendi a nunca desistir de nada na vida, acreditar em você e nos teus sonhos, isso é um mantra meu para a vida. Acreditando no seu potencial você pode voar para onde quiser, mesmo se não tiver asas para isso.

4 comentários:

  1. Ygor (@phvianareal)8 de novembro de 2014 00:21

    Meu ídolo! Estou encantado com tudo!Apenas li verdades.Eu não sei o que te falar,você só me dá orgulho cara.Parabéns viu,to com você sempre!

    ResponderExcluir
  2. Príncipe da minha vida! Eu quero essa revista, tá nas bancas?

    ResponderExcluir