quarta-feira, 10 de setembro de 2014

ROTEIRO: A nova Nova York com dicas incríveis para curtir a "capital do mundo" em grande estilo

Que Nova York é uma cidade incrível que reúne um pouco de tudo que existe no mundo de forma harmônica e atraente, todo mundo já sabe ou conhece. Considerada justamente por isso como a “capital do mundo”, NY tem que estar sempre se reinventando e descobrindo novos lugares e atrações para manter esse título sempre atual. A MENSCH esteve lá e trouxe um pouco dessas novidades que tomaram conta da cidade e já viraram point para turistas e moradores da cidade. São dicas que mostram a nova New York para quem quer comer bem, se divertir e fica bem hospedado. Existe muito mais coisas, que depois voltaremos a falar sobre o assunto, mas selecionamos algumas que tem se destacado para seu próximo roteiro de viagem. Enjoy it!

HIGH LINE
Com um projeto paisagístico e arquitetônico incrível a antiga Ferrovia Central de Nova York, construída entre 1929 e 1934, entre a 9ª e a 11ª Avenida cedeu espaço para o parque conhecido como High Line. Antes a ferrovia era conhecida como “Live Line”, a Linha de Vida de Nova York. Construída para transportar produtos para abastecer a cidade, o elevador deixou de funcionar em 1980. Em 1999 a Prefeitura decidiu por sua demolição, até que dois residentes decidiram criar uma associação chamada “Amigo do High Line” e conseguiram evitar sua demolição. Até que em 2002 o Prefeito Michael Bloomberg – que governou até 2013, garantiu fundos para que fossem investidos nas obras do parque, que inclusive abriga o Instituto Artístico e Criativo de Nova York. Inaugurada em 2009 – o primeiro segmento do parque, entre a West 20th Street, e finalmente, o trecho da West 20th Street a West 30th Street foi entregue ao público em 2011. A High Line virou uma referência mundial de urbanismo e arte com exposições ao ar livre, o espaço tem atraído todo o tipo de público e proporcionado uma maior interação pessoas/arte. 


Ao longo de 2,5 km, a High Line fica a 8 metros de altura e atravessa 3 bairros até então pouco visitados pela maioria dos turistas: Meatpacking District and West Chelsea. A manutenção do parque é mantida com o apoio do New York City Department of Parks & Recreation, uma entidade sem fins lucrativos que trabalha para garantir que o High Line mantenha-se como um espaço público para todos. A prefeitura cuida da segurança do local. Com seus jardins e áreas para admirar a vista do rio Hudson, a High Line desde sua abertura já teve a visita de 8 milhões de pessoas, turistas ou nova-iorquinos, e já arrecadou R$ 1,8 bi com a valorização da área. E com tudo isso veio o desenvolvimento da região com a reforma de prédios antigos e construção de novos. Site oficial: www.thehighline.org



Dê um giro pela High Line: 


THE STANDARD E LE BAIN
Cheio de estilo o The Standard Hotel fica localizado no coração do Downtown Manhattan suspenso sobre a High Line. Esse hotel conceito, de 18 andares, um dos mais exclusivos da Big Apple, oferece o máximo em conforto, assim como uma espetacular vista de Nova York e do Rio Hudson. Na sua cobertura fica o bar/boate Le Bain, com um som de última geração e frequentado por gente descolada atrás de curtir DJs mundialmente famosos que passam por lá. Durante o verão, há uma piscina de mergulho na pista de dança e uma creperia no terraço coberto. Uma experiência verdadeiramente única!  www.standardhotels.com



9/11 MEMORIAL MUSEUM
O roteiro agitado de Nova York pedia uma parada para refletir e sentir o que marcou essa cidade (e o mundo) - a tragédia de 11 de setembro de 2001. Inaugurado em maio deste ano, o 9/11 Memorial Museum ao mesmo tempo faz uma homenagem e nos faz refletir sobre a tragédia. O projeto assinado pelo arquiteto Michael Arad e paisagismo de Peter Walker, foi escolhido por meio de um concurso internacional que recebeu 5.201 propostas de 63 países. Do lado de fora duas cascatas de 9 metros, as maiores da América do Norte, deságuam para um vazio central. Em suas bordas, os nomes das quase 3000 vítimas da tragédia. Dentro do museu estão expostas peças e lembranças do que foi o World Trade Center. Destaque para o carro de bombeiros e os pilares de ferro retorcidos que dispensam comentários. www.911memorial.org/




TIMES SQUARE
A clássica história do boxeador Rocky, sucesso no cinema com Sylvester Stallone, estreou na Broadway neste ano e já virou um sucesso (em breve voltará à cartaz). Imperdível, o musical dirigido por Alex Timbers é protagonizado pelos atores Andy Karl e Margo Seibert, custou mais de US$ 16,5 milhões e tem lotado o Winter Garden (que antes foi palco do clássico “Cats” por 18 anos) com uma espetacular e versátil cenografia, além do uso de vídeos que impressionam. www.rockybroadway.com. 

Por falar em Broadway, se você quiser ficar hospedado bem no meio disso tudo a dica é o Row Hotel (site). Moderno, agitado e cheio de estilo, fica na 8a av. entre a 44st e a 45st. Detalhe para a rua 46 lotada de ótimos restaurantes, de acordo com a classificação Hell's Kitchen/Clinton, entre outros, o italiano Lattanzi (site) e o francês Le Rivage (site). Por falar em restaurante, não perca o Eataly (site), um complexo gastronômico italiano que já virou atração turística. Apontado como a Macys do público gourmet, o local é um verdadeiro deleite com uma variedade enorme de opções de vão desde uma lanchonete, restaurante, açougue... até uma feirinha de verduras, peixaria, loja de decoração e sorveteria. Tudo isso junto e misturado. Localizado no Flatiron District, o do Flatiron Building, nas proximidades da 5a avenida e 23rd st., é um programa imperdível. 


Dê um giro pelo Eataly: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário