segunda-feira, 22 de setembro de 2014

FITNESS: Treinamento funcional a modalidade antiga que conquista cada vez mais adeptos

Você é do tipo que sabe que precisa praticar atividade física, mas não vê graça em nada? Então prepara-se pra mudar de ideia ao ler esse texto e saber o que é, como funciona e as vantagens do treinamento funcional. O treinamento funcional é um programa de condicionamento físico que tem como princípio básico preparar o indivíduo para melhor desempenhar suas atividades diárias ou esportivas customizando o treino a fim de que ele atenda as necessidades do aluno 

Presente no Brasil há mais de 15 anos, o treinamento funcional vem conquistando cada dia novos adeptos que antes se "entregavam" ao sedentarismo por não se sentirem estimulados a praticar o "treino padrão" (limitados a máquinas com os mesmos intervalos e séries a serem seguidas) onde os músculos são trabalhados de uma forma isolada. Uma metodologia baseada em movimentos onde vários estímulos são utilizados em uma mesma sessão torna o treinamento funcional um programa desafiador, com mais comprometimento do aluno e melhores resultados.

O treinamento funcional já influencia o conceito de equipamentos e adereços esportivos. Calçados de corrida, por exemplo, aos poucos, vão perdendo amortecimento artificial em prol de um design naturalista, privilegiando a anatomia do pé descalço, cujo fortalecimento ganha especial atenção no programa. Aparelhos de treinamento com pesos estão sendo redesenhados para garantir mais liberdade de movimento. As roupas são fabricadas com tecidos tecnológicos que facilitam a estabilização do "core" e estimulam a propriocepção (capacidade cerebral de se situar no espaço).

TREINO SOB MEDIDA

Os atos de puxar, empurrar, levantar, arremessar, correr e saltar trazem a cada sessão uma diversidade de estímulos, que por sua vez devem ser utilizadas de forma eficiente e obedecer uma evolução gradativa ao longo do tempo. Cada aluno tem objetivos a serem atingidos e é importante que o treinador esteja atento às necessidades reais de cada indivíduo e ao potencial do movimento empregado, de forma que o treino se torna dinâmico e também previna lesões.

A aplicação do treinamento funcional deve sempre se basear na "avaliação funcional dos movimentos", metodologia que tem por finalidade mensurar a mobilidade articular, diagnosticar as assimetrias e a partir daí prescrever exercícios corretivos e evitar futuras lesões.



Kettebell:
Essa bola de ferro fundida, originalmente da Rússia é uma ferramenta que possibilita movimentos em diferentes planos e a integração do corpo todo em um único movimento. Quando utilizado de uma forma correta o kettlebel estimula o fortalecimento das regiões que mais apresentam lesões (lombar, quadril e ombros).

TREINO DE PARCERIA

O conceito de treinamento funcional só faz sentido se estiver totalmente voltado a aprimorar o desempenho do indivíduo, independente de suas limitações e atividades-alvo. Melhorar o desempenho é um processo que demanda comprometimento de ambas as partes (professor e aluno). Um dos primeiros passos a ser observado é entender o comportamento do aluno e seu comprometimento com o treinamento e a partir daí prescrever um treino que o desafie a superar suas limitações. Nosso intuito é fazer com que ele perceba que o treinamento funcional é um processo de aprendizado diário e que esse entendimento é fundamental na obtenção dos resultados desejados.

Agradecimento: Academia R2

Nenhum comentário:

Postar um comentário