sexta-feira, 5 de setembro de 2014

CAPA: Rodrigo Phavanello de volta com mais um personagem de sucesso e de bem com a vida

É o segundo ensaio de Rodrigo Phavanello para a MENSCH e a razão disso deixou nossa equipe toda feliz. No ar na Record com a novela “Vitória”, Pavanello está vivendo uma experiência muito rica já que seu personagem o Rafael tem uma personalidade complexa com várias nuances. Adepto da vida simples, nosso entrevistado está de pra lá de bem com a vida!

De volta com novo trabalho, novos projetos e novo ensaio MENSCH. Como tem sido esse momento de novidades em sua vida? O momento está exatamente do jeito que eu gosto de viver! Tudo na medida certa... Trabalhos, projetos, amores (risos) estou aproveitando a vida de uma forma muito simples! Agradeço a Deus por tudo o que a vida tem me proporcionado, aproveitando cada momento, sem medo de viver! 


Neste novo ensaio você faz um homem mais clássico, terno, colete...Como é seu estilo de se vestir? O que mais tem no seu guarda-roupa? Gosto de me vestir no dia a dia de uma forma mais natural que me deixe confortável, livre! Sou do tipo que troco a beleza de uma peça, por outra que me proporcione conforto!  No meu guarda-roupa tenho muitas peças básicas, não gosto de cores vibrantes, com estampas, sou mais básico curto os tons pasteis, preto, branco, mais estilo natural, sou um amante de calça jeans e tenho algumas peças coringas como blazer, jaquetas, camisas, suéter e claro aquele terno sob medida. (risos) 

O que é elegância pra você, na moda e na vida? Ser elegante acho que rompe a barreira do modismo, regras de etiquetas vão além de tudo isso! É quando se tem o respeito por si mesmo, que se cria o respeito pelos outros. 

Em “Vitória”, nova novela da Record você faz o papel de um advogado envolvido em um caso de incesto. Fala um pouco dele pra gente e de como está sendo sua preparação. Interpretar o Rafael está sendo um grande desafio por ser uma personagem que mostra suas diversas manobras e estratégias para defender aquilo que acha justo. Como na vida real, ele representa aquelas pessoas que vem de origem pobre, lutam, trabalham e vencem na vida. Na trama Rafael se coloca ao lado de Diana (Thais Melchior) para defender Gregório (Antônio Gacci) e tentar provar que Artur (Bruno Ferrari) é o autor dos crimes cometidos, além disso Rafael é apaixonado por jiu-jitsu, e por ser um cara altruísta dá aulas para as crianças de Petrópolis, transmitindo a filosofia desta arte marcial com valores como luta e esporte serem uma coisa e briga, violência serem outra completamente diferente. 

Muito bacana da forma que autora Cristinane Fridman coloca a persona do Rafael porque dá uma “quebrada” na sobriedade do advogado engravatado e traz uma descontração ao personagem. Diante de tudo isso ele se apaixona por Diana, este aspecto emocional de Rafael é bem interessante por ele ser um advogado criminalista e lidar com assassinatos, crimes hediondos, uma série de violências que destoam do seu lado humano, das coisas que ele acredita. Dia a dia vendo, vivenciando isso dá uma postura defensiva, uma couraça em relação a fé no ser humano. Como também cria nele o medo da morte, ele é um coração puro calejado pela realidade, talvez, por isso esse coração de 36 anos ainda não tenha se casado. 

“Vitória” além do incesto abordará temas como neonazismo e assédio sexual no trabalho. Considera importante quando novelas colocam em debate assuntos considerados polêmicos? As questões sociais abordadas em diversas novelas que levam às reflexões mais importantes na sala de casa, no escritório ou nas horas de lazer. Acho muito importante os autores abordarem esses temas polêmicos enquanto houver necessidade, pois creio e que aos poucos o povo vai se conscientizando. 





Assédio moral e assédio sexual são questões delicadas e muitas vezes difíceis de provar e muitas vítimas se calam por medo de perder o emprego. Qual sua visão disso tudo? É um assunto muito delicado complexo, mas ninguém pode fazer com que você se sinta inferior, se acontecer isso um dia comigo, deixaria claro que não aceitaria esse tipo de tratamento e se continuasse denunciaria a pessoa. 

O incesto é algo de caráter mais cultural, religioso ou biológico? Como você tem visto isso depois que começou a mergulhar nesse novo trabalho? Acho que tem a parte biológica-fisiológica e a parte cultural-psicológica que explica o incesto como tabu!  

Saindo da novela e trabalho, qual sua programação para um fim de semana perfeito? Gosto de curtir minha casa, meu cachorro, amigos, família e claro viajar! 

E a viagem dos sonhos, para onde seria? Viajar sem data definida para voltar, conhecer lugares, viver experiências e se possível trabalhar durante o percurso (risos) seria a viagem perfeita! 

O que você curte ler e ouvir? Na música sou bem eclético vou desde ópera até funk depende do momento. Exemplo, quando estou estudando a música clássica é minha preferida. Gosto de ler muito livros sobre espiritualidade. 

Por falar em música... Voltar a cantar está nos planos? Realizei um grande sonho no ano passado participando de um grande musical onde pude agradar as minhas grandes paixões; atuar, cantar e dançar, no musical “Enlace – A loja do ourives” que contou com um elenco maravilhoso de 25 atores - cantores e cinco músicos. A peça é uma história de amor escrita pelo papa João Paulo II, Karol Wojtyla, em 1960 quando ele ainda era bispo de Cracóvia e aborda os desafios do casamento. A direção foi do Roberto Lage. Foi uma experiência incrível, por dar vida a uma personagem que exigia muito cuidado, entrava em cena no primeiro ato, dando vida para Adão um jovem senhor de 70 anos eternamente apaixonado por Teodora (Claudia Ohana) uma jovem senhora de 60 anos (risos). Estamos vivendo um momento magico aqui no Brasil com as grandes produções. 

Como é Rodrigo cidadão? Que costumes fazem parte da sua vida em coletividade que acha bacana e gostaria que outros copiassem? Gosto de aproveitar a vida de um jeito muito simples, quando eu digo aproveitar a vida, é fazer o que se deseja, o que tem vontade!!! Mas é claro que dentro de seus limites, respeitando os outros também...E são muitas as dádivas que recebemos vamos ser delas merecedoras!! Simples assim. 

Qual seu estilo de vida? Simples assim (risos) 

Essa é sua segunda vez na MENSCH, o que a gente tem de especial pra merecer sua atenção? (risos) Ah pow, simplesmente porque vocês proporcionam para nós “O MELHOR DA VIDA PRA O HOMEM ATUAL” precisa de mais alguma coisa?!! (risos)



Fotógrafo Igor Rodriguez 
Direção artística e Make up Zé Reinaldo 
Cabeleireiro Thiago Santana
Rodrigo veste Ricardo Almeida

2 comentários:

  1. Phavanello arrasandoo como de sempre... Parabéééns pelo papel em Vitória, personagem d+++..
    <3

    ResponderExcluir
  2. Matéria e fotos estão lindas. Amei!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir