quinta-feira, 7 de agosto de 2014

ESTILO: Clássicos em cena com peças cheias de estilo

“Cult movies” são rotulados os filmes que se mantêm com sucesso mesmo com o passar dos tempos. No guarda roupa masculino existem roupas “cult” tão clássicas quanto cenas com Humphrey Bogard, Clark Gable ou Rock Hudson. Para este editorial escolhemos três peças atemporais que merecem um Oscar de figurino. A jaqueta bomber, o trench coat e a parka foram criadas para a guerra, mas acabaram se incorporando na batalha do dia a dia depois do cinema vestir seus galãs mais influentes. Estes três abrigos de inverno são fundamentais em temperaturas baixas e vestem bem qualquer tipo de homem.

Para confirmar que são eternas quanto um bom filme hollywoodiano selecionamos abrigos de acervo que foram comprados há mais de vinte anos e misturamos com os lançamentos atuais da moda masculina demonstrando que um bom clássico resiste a qualquer época. O modelo Celso Senna encarnou um galã do passado para vestir estes itens eternamente modernos.  

JAQUETA BOMBER
As jaquetas bomber se originaram das “flying jackets”, desenvolvidas para o exército norte-americano em 1917. Naquela época as cabines dos aviões eram abertas e os pilotos precisavam de uma roupa quente que não limitasse os movimentos e vestisse confortável na posição sentada. Quando Clark Gable vestiu uma destas jaquetas no filme “Gigantes do Céu” (Hell Divers) de 1931 a peça decolou no guarda roupa masculino.




TRENCH COAT
You just remember this”, o tema musical repetido em todo filme “Casablanca”, também serve para o “Trench Coat”. É uma roupa sempre lembrada e um clássico “de cinema”. Humphrey Bogard que popularizou o trench coat neste filme foi protagonista da primeira inserção de merchandising em Hollywood. A indústria Burberry pagou alguns milhares de dólares para o ator vestir uma capa de chuva em Casablanca, famosa pela temperatura tropical e poucas chuvas. Trench-coat significa “casaco de trincheira” pela origem militar da peça.
A modelagem famosa foi criada pela marca Burberry em 1914 para atender as necessidades e acomodar o equipamento dos soldados britânicos, confeccionada em gabardine impermeabilizada, uma técnica criada e patenteada por Thomas Burberry em 1888. 



PARKAS
Quem criou a parka foram os esquimós e a ideia foi aproveitada para o vestuário militar. Virou mania na década de 1960 pela juventude inglesa, denominada mod, em verde-militar com o escudo bordado da Royal Air Force. No filme “Quadrophenia" (filme dirigido pela banda de rock The Who) a parka é usado não só para protege-los do clima severo, mas também recordar o valor de seus pais, pilotos combatentes na guerra. A parka virou moda urbana depois de Rock Hudson vestir uma delas heroicamente no filme “Estação Polar Zebre” (Ice Station Zebra) em 1968.



CRÉDITOS 

MODELO CELSO SENNA
FOTOS EDU RODRIGUES
PRODUÇÃO EXECUTIVA MARCIA DORNELLES 
STYLLING XICO GONÇALVES
BEAUTY GUTO MORAES

Um comentário:

  1. Com essa gola a jaqueta não é bomber, É uma flyer mesmo!!
    bacana contar a historia da peça, lindas fotos, mais atenção
    para make que muda em várias fotos!! fica a dica.

    ResponderExcluir