segunda-feira, 17 de março de 2014

BEBIDA: O 1o Campeonato de Sommelier de Cerveja do Brasil reune profissionais, especialistas e amantes de cerveja

No último final de semana, o Instituto da Cerveja do Brasil, em parceria com a Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-SP), promoveu o primeiro Campeonato de Sommelier de Cerveja do Brasil. Mais que uma simples competição, o evento foi um marco para a cultura cervejeira do país, pois além de colocar à prova o conhecimento dos brasileiros sobre o assunto, reuniu várias esferas do mercado, de profissionais e especialistas a consumidores e amantes de cerveja. “Estamos muito felizes com o resultado, pois estamos ajudando a escrever um importante capítulo na história do mercado brasileiro de cervejas”, diz um dos sócios do Instituto da Cerveja, Estácio Rodrigues. 

Os outros dois sócios do Instituto da Cerveja, Kathia Zanatta e Alfredo Ferreira, também acreditam que o campeonato trará novas perspectivas para os sommeliers de cerveja. “Foi um divisor de águas, pois agora este profissional começará ser mais reconhecido e valorizado. Tanto o mercado quanto os consumidores finais entenderão o real valor do sommelier de cerveja”, diz Kathia. “É a consolidação de um trabalho que começou em 14 de agosto de 2010 quando iniciamos o 1º Curso de Sommelier de Cervejas no Brasil. Tudo foi realmente muito gratificante”, lembra Alfredo. 


Quase 100 pessoas se inscreveram para a primeira etapa da prova, realizada no dia 8 (sábado), e deste total somente cinco pessoas passaram para a fase final, realizada no domingo. Entre os jurados estavam nomes reconhecidos nacional e internacionalmente no universo cervejeiro. Entre eles Martin Zuber e Garrett Oliver, ambos mestres-cervejeiros da Paulaner e Brooklyn, respectivamente. 

A primeira fase do campeonato foi teórica de múltipla escolha e contou com competidores vindos de várias partes do país. Depois de verificados os 30 classificados, o campeonato seguiu para a segunda fase, que foi também foi realizada no sábado e constituída pela prova prática de identificação de estilos de cerveja, em que os inscritos teriam seis rótulos para detectar exatamente as cervejas servidas. 

Com apenas cinco concorrentes aprovados, o campeonato seguiu para a prova oral de degustação e de serviço. Nesta etapa os competidores tiveram de descrever sensorialmente (visual, olfativo, gustativo e impressão geral) uma cerveja para a banca técnica e, ao final, dizer também o estilo dela. Por fim, os candidatos simularam um serviço de restaurante e indicaram cervejas que harmonizassem com os pratos solicitados pelo júri, levando em conta os preceitos de cada estilo de cerveja. 

O 1º Campeonato de Sommelier de Cervejas do Brasil foi organizado com uma elevada nota de corte para as provas, o que deu a ele um altíssimo grau de dificuldade, além disso, a presença de Martin Zuber e Garrett Oliver no evento deixaram a competição com credibilidade ainda maior. Assim, o vencedor, Alexander Moraes, pode ser considerado como o maior sommelier de cervejas do Brasil. O prêmio concedido Moraes foi uma viagem de cinco dias aos Estados Unidos para conhecer a Cervejaria Brooklyn. 

“Foi um prazer participar do campeonato e mais ainda uma honra estar ao lado de pessoas que são referências tão importantes neste mercado e minha paixão. Ganhar é claro que foi uma emoção enorme e mais ainda o reconhecimento de toda a dedicação, mas também quero reconhecer a excepcional participação dos outros quatro finalistas e do nível dos candidatos, além da impecável organização. É mais uma boa prova da maturidade deste mercado no Brasil”, afirma Moraes. 

Também finalista do campeonato, o jornalista Luis Celso Junior, que é especializado em cervejas, conta como foi a experiência em competir no campeonato com pessoas que geralmente entrevista. "Fiquei muito feliz e grato em participar e ter ficado em terceiro lugar. Para mim foi uma honra estar ao lado de tantas pessoas que admiro e com as quais aprendi muito ao longo desses  sete anos anos escrevendo sobre cervejas no blog e na coluna Bar do Celso.” 

Confira quem foram os cinco finalistas do campeonato: 

Alexander Moraes – Especialista em TI
Fábio de Faria e Souza Campos – Sommelier de Cervejas
Luis Celso Junior – Jornalista
Alexandre Bazzo – Mestre Cervejeiro e proprietário da Cervejaria Bamberg
Rosária Pacheco – Sommelier de Cervejas 

A Associação Brasileira de Sommeliers


Fundada em 1989, a Associação Brasileira de Sommeliers – São Paulo (ABS-SP) é a entidade de maior credibilidade e melhor fonte idônea de informações sobre sommelieria no Brasil. Esse reconhecimento é fruto de mais de vinte anos de atividades ininterruptas e regulares, sempre voltadas para o interesse do consumidor e para o aprimoramento dos profissionais que atuam ou pretendam atuar neste mercado. 

O Instituto da Cerveja

Fundado por Alfredo Ferreira, Estácio Rodrigues e Kathia Zanatta, o Instituto da Cerveja Brasil é a primeira instituição do Brasil com foco pioneiro na capacitação e especialização de sommeliers de cerveja. Para isso, além dos cursos profissionalizantes e de especialização, disponibilizam também cursos e palestras voltados aos entusiastas do mercado cervejeiro. O Instituto da Cerveja Brasil tem como missão disseminar cada vez mais a cultura cervejeira, sempre com excelência e seriedade. 

Saiba +: www.institutodacerveja.com.br e www.abs-sp.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário