quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

BEBIDA: Rock Beer, uma combinação perfeita de cerveja e rock´n roll.

Que a bebida oficial do rock sempre foi a cerveja, não temos dúvida. Pensando nisso, várias cervejarias artesanais brasileiras e internacionais resolveram lançar rótulos unindo música e bebida, conheça algumas parcerias que deram resultado positivo e aumente o volume do som para harmonizar!

No exterior, foram lançadas recentemente duas cervejas de peso, a do AC/DC e Iron Maiden. A do AC/DC é uma pilsen, com 5% de teor alcoólico e é produzida na Alemanha, por isso o marketing: "Australian rock meets German Beer". A do Iron Maiden se chama Trooper, foi feita na cervejaria inglesa Robinson´s, é um bitter de estilo, com 4,7% de teor alcoólico. Diferente da banda australiana, Bruce Dickinson, vocalista da banda é apaixonado por cervejas de alta fermentação (ale), e participou diretamente da produção.

No Brasil também tivemos ótimos resultados entre rock e cerveja.  O Blues Etílicos, banda nacional de blues rock que lançaram junto com a cervejaria Mistura Clássica (Volta Redonda-RJ), sua cerveja no estilo helles, com 4,8% de teor alcoólico.

O Sepultura também lançou a sua, a “Sepultura Weiss” teve um período de experimentos e adaptações até chegar às mãos do cervejeiro Alexandre Bazzo, da cervejaria Bamberg (Votorantim-SP), que acertou sua receita e abriu as portas para novos rótulos unindo as duas artes. Nenhum de Nós e Raimundos também viraram cerveja dentro da Bamberg. A banda gaúcha Nenhum de Nós tem uma Bohemian Pilsner com 5% de teor alcoólico e a Raimundo Helles com a mesma porcentagem de álcool.

A banda paulistana Velhas Virgens, também lançou a sua em meados de 2011, porém em 2012 que ela começou a ser produzida na cervejaria Invicta (Ribeirão Preto-SP). A banda gostou tanto do negócio que já lançaram três estilos (India Pale Ale, Witbier e Brown Ale) e abriram recentemente seu próprio bar de cervejas artesanais em São Paulo.


Um comentário: