quinta-feira, 14 de novembro de 2013

CRÔNICAS & INDAGAÇÕES: O que temos de aprender com os homens: amigo também é homem

Ok, eu me rendo. Por mais superiores que nós mulheres possamos ser, a humildade me permite dizer que há sim algumas coisas a aprender com os homens. Poucas, mas há. Guerra dos sexos à parte, os homens lidam com algumas coisas de uma forma mais prática, e eu até diria, inteligente que nós. Sim, é possível! Por exemplo: amiga, pros homens, também é mulher.

E realmente é. E eles vivem isso sem culpa e sem deixar oportunidades passarem. Já nós, mocinhas, colocamos alguns espécimes na gôndola de a-m-i-g-o e nunca mais a figura sai de lá. Às vezes até algo nos sinaliza que é hora dele sair dali, mudar de seção, mas resistimos bravamente, chegamos a sentir algo quando ele arruma outra pessoa, mas nada nos move em direção àquela prateleira que não seja a-m-i-z-a-d-e.

Preconceito? Não, não creio que seja isso. Na verdade, fraternizamos a amizade mais que os homens, daí uma vez enxergado como irmão o nosso amigo não pode se tornar homem aos nossos olhos sob o risco de praticarmos incesto. Por mais que tenhamos assistido inúmeras vezes O Casamento do Meu Melhor Amigo, com a linda Julia Roberts, nos mantemos inflexíveis.

Já os rapazes, mesmo sendo amigos, camaradas, cúmplices e até muitas vezes confidentes, se acham a amiga gostosa continuam achando até o fim e se ela der mole, ele vai lá e manda ver. Afinal, tem tudo pra dar certo, já se conhecem, sabem as manias um do outro, têm amigos em comum, o que falta é ver se rola a tal química. Sim, eles são espertos.

Pra nós, que tendemos a refletir mais que tudo, mesmo superando a fase não-é-incesto-vocês-não-têm-os-mesmos-pais, pensamos e nos preocupamos com o que vai ser da amizade se o romance não der certo. Não queremos trocar o certo pelo duvidoso, não é? Mas, e aquele lance de que quem não arrisca não petisca? E aquela história de que o amor pode estar do seu lado? E outra que diz que não se namora inimigo? Hã?! Aposto que alguns leitores estão torcendo para que algumas de suas amigas também estejam lendo e se convencendo de que o que escrevo possa fazer sentido.

Mas que fique claro que não falo da amizade-colorida por si só, de um P.A., falo de você olhar para o lado de repente e ver que aquele seu amigo, que te conhece bem, com quem você tem inúmeras afinidades, que te respeita e admira e vive dizendo que você merece um cara bacana, pode, de verdade, SER esse cara bacana. E aí, tudo o que você precisa fazer é se permitir.

Agora meninos, vale a dica: quando uma mulher se decepciona com um homem o bicho pega, mas quando esse homem é amigo dela, o bicho agoniza e morre, por isso, vale o cuidado nessa tentativa de mudança de status na relação, vale a honestidade e a transparência que sempre existiram na amizade. Lembre-se, ela não é mais uma conquista, ela é aquela sua amiga querida, que quando sofria você tinha a vontade de sair batendo nos caras.

E meninas, também não é pra sair achando que TODOS os seus amigos são namorados em potencial, a ideia é, caso perceba algo de diferente no ar, investigar, ir mais a fundo, arriscar, quem sabe você não petisca?

Siga a MENSCH no Twitter: @RevMensch, curta nossa página no Face: Revista Mensch e baixe no iPad, é grátis: http://goo.gl/Ta1Qb

Nenhum comentário:

Postar um comentário