quarta-feira, 16 de outubro de 2013

ESPORTE: Arvorismo - Subir em árvores já não é mais coisa de moleque

Subir em árvores para se esconder, colher frutas ou simplesmente enlouquecer as mães de preocupação já não é tão comum como foi um dia. Subir em árvores agora é esporte e é saudável, sendo conhecido por Arvorismo ou Arborismo.

PRÁTICA ANTIGA, ESPORTE RECENTE

Como esporte o arvorismo é recente e pode ser praticado tanto em ambiente aberto como em academias com espaço adequado. Utilizando-se das copas das árvores e cabos de aço e cordas, é montado um percurso que visa proporcionar desafio, adrenalina e claro, segurança. Dependendo do espaço e da altura das árvores a disposição delas pode se usar tirolesas e outras formas de criar obstáculos, naturais ou não, para tornar a travessia ainda mais instigante.

O INÍCIO

De acordo com a Associação Brasileira de Esportes de Aventura, o arvorismo surgiu na Europa como suporte de pesquisa para espécies da fauna e flora que são encontradas somente na copa das árvores. Daí para se tornar esporte foi só o tempo dos praticantes de técnicas verticais fazerem as adaptações necessárias e difundirem a prática. Além da adrenalina, o arvorismo é um esporte de contato com a natureza, proporcionando benefícios não só para o corpo, mas também pra mente uma vez que trabalha com habilidades como autocontrole, equilíbrio e superação.


TÉCNICO - deu origem a prática esportiva e é usado para pesquisa de fauna e flora;

ACROBÁTICO – Surgiu a partir do técnico e tem como objetivo o lazer e a prática esportiva estimulando a competitividade e a superação constante;

CONTEMPLATIVO – Não exige equipamentos de segurança e tem as barras laterais do percurso reforçadas diminuindo o grau de dificuldade, já que a proposta é somente o contato com a natureza.


ONDE PRATICAR

França e Nova Zelândia, deram início ao arvorismo como prática de esporte, então são sempre uma boa pedida para quem quer praticar no exterior. No Chile, na cidade de Pucón o percurso é incrível e de nível altíssimo, com bastante tirolesas, finalizando a travessia em um rio.


No Brasil, o esporte já tem muitos adeptos. Em Brotas interior de São Paulo foi montado o primeiro e maior percurso de arvorismo do Brasil com três trechos aéreos e vários níveis de dificuldade.

Em Recife, Pernambuco, pode-se praticar sem sair da cidade no Clube 17. Lá instrutores especializados orientam para a prática, que cada vez mais vem ganhando adeptos. No circuito, podem-se encontrar também parede de escalada, tirolesa e descida de rapel. São várias opções para movimentar-se e ainda interagir com outros praticantes. Segundo Roberto Sales, um dos sócios da empresa, durante todo o espaço, o participante fica preso a um cabo de aço e são seguidas normas de acordo com o Corpo de Bombeiros. As crianças também são convidadas a participar, se desejarem acompanhar os pais ou fazer a atividade de forma independente, afinal o arvorismo é para todas as idades.

PARA PRATICAR ARVORISMO PELO BRASIL:
www.alaya.com.br
www.caravanadaaventura.com.br/mao-na-corda/arvorismo
www.treebal.com.br
www.circuitoarvorismo.com.br
www.arvorismobrasil.com.br
www.clube17.com


Acompanhe a MENSCH também pelo Twitter e Fanpage: RevMensch e baixe gratuitamente pelo iPad na App Store.

Um comentário:

  1. gostei e vou levar para Macapa Ap a cidade verde

    ResponderExcluir