sexta-feira, 25 de outubro de 2013

ENTREVISTA: Lucas Malvacini, o "anjinho" de Amor à Vida, se mostra como uma das novas promessas da TV

O poder de uma mídia como a TV pode de uma hora para outra transformar a vida de alguém, foi o que aconteceu com o modelo Lucas Malvacini ao aparecer na novela Amor à Vida na pele do “anjinho de Félix”. Rapidamente viu seu nome saltar para capas de revistas, jornais e vários comentários na internet com muito mais intensidade do que quando ganhou o concurso de Mister Brasil em 2011. Até então Lucas trabalhava como modelo internacional e sonhava um dia fazer sua estreia para o grande público. Agora com a fama, pretende aproveitar para se preparar mais ainda e conquistar seu espaço como uma das novas promessas da TV atual. Conheça um pouco mais desse cara determinado e cheio de gás para fazer mais e melhor.

O grande público terminou te conhecendo através do "polêmico" Anjinho de Félix da novela Amor à Vida. Foi o início de um sonho realizado? Como isso repercutiu para você? Com certeza foi um desejo de criança se tornando realidade, sempre quis ser ator e poder realizar da maneira que está sendo é um privilégio pra mim.

Com certeza o assédio deve ter aumentado bastante... Como você tem lidado com isso? Algo já te incomodou? O assédio aumentou como um todo sim, mas é gratificante você ser reconhecido pelo seu trabalho. Ainda não passei por nenhuma situação que tivesse me incomodado, pelo contrário; as pessoas são muito carinhosas e respeitosas. Esta sendo só alegria. 

Em 2011 você foi eleito Mister Brasil e seguiu trabalhando como modelo. Trabalhar essa imagem de beleza te rotulou de alguma forma? Existe ainda algum preconceito? Existe sempre os prós e os contras em quase tudo que fazemos e com o Mister Brasil não foi diferente. A beleza de certa forma gera uma dúvida nas pessoas, se você está onde está em função dela ou porque você além de ter a beleza também tem conteúdo ou algo a mais a oferecer. Eu acho que a melhor solução é o tempo. Aos poucos você consegue mostrar quem você é, e o "preconceito" diminui. É ter paciência e persistência.

Qual a melhor atitude para qualquer tipo de preconceito? Acredito que seja a tolerância. A falta dela gera muitas coisas desagradáveis, inclusive é a raiz do preconceito, ninguém é obrigado a ser ou a entender o que não somos ou o que não queremos, mas se respeitarmos e tivermos tolerância com as pessoas, certamente viveremos numa sociedade melhor. 

Por trabalhar muito sua imagem e nesse mundo de beleza, você é um cara vaidoso? Até que ponto vai sua vaidade? Já fui mais vaidoso, hoje tenho me preocupado menos com isso. Acho que a carreira de modelo acaba nos colocando mais perto da nossa vaidade porque trabalhamos exclusivamente com a beleza, o corpo, a pele, cabelo, sorriso, então tudo vira uma preocupação do nosso próprio ofício. O que faço hoje é treinar quando estou com tempo e gosto de correr, mas nada além da normalidade.


Como você cuida do corpo? Qual sua rotina de exercícios e alimentação? Tento ser saudável, mas sem exageros, mantenho uma alimentação rica em frutas e legumes, muito liquido e uma rotina de exercícios regulares. Adoro estar em movimento, seja correndo ou praticando algum esporte específico.

Por conta do trabalho você já morou na Itália e EUA. Que facilidades e que dificuldades enfrentou? Morar fora é sempre uma aventura muito doida. Ainda mais modelando, você vive uma rotina intensa e precisa se adaptar aos costumes de forma rápida, minha maior dificuldade inicialmente foi o idioma, acabei tendo que me virar para sobreviver. (risos) E as facilidades são alguns privilégios que a oportunidade de estar fora do seu país te proporciona, poder conhecer lugares históricos, pontos turísticos, entender melhor a cultura do país em que vive e ser também um pouco daquilo, não como turista mas como cidadão daquele lugar. 

Como você vem trilhando sua carreira como ator? Acho que tudo na vida merece dedicação e seriedade, ainda mais se tratando de profissão. Hoje estudo diariamente, seja lendo algum texto ou livro, assistindo à filmes ou até mesmo indo ao teatro, além de estar estudando TV e Cinema no Rio e tendo aulas com meu coach.

O que você espera de você como ator? Alcançar meus objetivos. Tenho muita vontade de fazer um longa, sonho em ser um ator seguro em cena, ter cada vez mais conhecimento da profissão, dominar a técnica mesmo, e sei que com esforço e comprometimento isso pode se realizar. 

Nos momentos de folga, como gasta seu tempo? O que curte fazer para se distrair? Gastar o tempo é uma expressão que não gosto muito, prefiro utilizar o tempo, gosto de ler um bom livro, me reunir com amigos, ir a praia ou praticar algum esporte. 

Mineiro morando no Rio de Janeiro. Adaptou-se fácil ao ritmo da cidade? O que mais curte? Super-rápido. Sou de Juiz de Fora MG, e por lá dizem que somos "mineirocas", (risos), então a parte da adaptação foi tranquila. O que mais gosto do Rio é de estar morando aqui, isso pra mim já é um grande motivo pra curtir. O Rio é incrível, o clima e a energia que essa cidade tem são inexplicáveis. Não preciso de muito para ser feliz.

Depois do Anjinho, quais seus próximos passos? Algum projeto em vista? Continuar estudando sempre, me aperfeiçoando, progredindo e com isso estar em novos projetos interessantes.


Fotos: Drica Donato
Produção e Stylist: Fábio Van Bogea
Beleza: Werner Le Monde
Acessórios: Joalheiro Carlos Rodeio (pulseira Senhor do Bonfim)


Acompanhe a MENSCH no Twitter: @RevMensch, curta nossa página no Face: RevMensch e baixe no iPad, é grátis: http://goo.gl/Ta1Qb

3 comentários:

  1. ai esse homem mexe com minha libido,gostoso sarado e maravilhoso,na novela das 9 está fazendo muito sucesso,eu sou gay e sou tarado por homens bonitos,se você quiser namorar comigo,eu estou disponível,eu sou o cara do 16 de setembro de 1988,tenho 25 anos de idade,sou gemeo da atriz carolina dieckmann.

    ResponderExcluir
  2. Lucas Malvacini, lindo e simpático! Um tesão de homem.

    ResponderExcluir
  3. Que tesão de homem, meu Deus!

    ResponderExcluir