quarta-feira, 12 de junho de 2013

SEXO: Etiqueta Sexual - Nunca é demais saber um pouco mais


Se você pensa que etiqueta só se aplica a mesa, enganou-se, se aplica também na cama. E algumas regrinhas de conduta podem auxiliar e muito neste momento de intimidade e levar você e sua parceira ao ápice do prazer.

Sedução - Olhares, gestos, atitudes... deixe claro o seu desejo e assim desperte o desejo na mulher que você quer levar pra cama.

Verdade - Deixe claro que o que você quer é sexo, mas não seja ríspido, grosseiro e sem um mínimo de sentimento pra ela não se achar uma boneca inflável;

Vamos para outro lugar? - Frase feita é corta tesão, se não tem nada pra dizer, não diga nada, simplesmente pegue a mulher pela mão e a conduza, ela vai adorar sua proatividade. Mas atenção, é pela mão, e não pelos cabelos como se fazia na idade da pedra, viu?

A conta - Antes de levar a gata para uma noitada de prazer verifique se seu cartão de crédito tem saldo porque, sob hipótese alguma, você deve rachar a conta... se fizer isso é arriscado ela querer rachar seu "amiguinho", melhor se prevenir;

Água e sabão - Se você acha que precisa de um banho antes de ir pra cama, faça um convite ao pé do ouvido da gata como quem fala de uma fantasia sexual, você resolve a sua higiene e ainda excita mais a garota;

Sem forçar - Muitas mulheres são liberais mas não totalmente desinibidas, ou seja, topam fazer sexo casual mas não se sentem à vontade para fazer "de um tudo" na cama, portanto, não force nada meu camarada, pelo contrário, respeitar o timing dela pode ajudá-la a ficar mais leve e solta e você só terá a ganhar com isso;

Cuidado com o nome - Não precisa saber a origem do Brasão da família dela, mas pelamordedeus não troque ou esqueça o nome da menina! Isso não tem perdão e é mais que descaso. Se você sofre de lapsos de memória então arrume um apelido carinhoso que não te comprometa.

Sexo e não terapia - Rolou uma atração forte e vocês dois foram parar na cama. Ótimo, aproveite bem, curta, relaxe mas não vá falar dos seus problemas pra moça, suas desventuras sexuais ou do seu receio de ficar careca, ela não está lá pra isso. Ao contrário, fale do desejo que sente por ela e faça elogios ao corpo e a performance dela.

Camisinha sim - Nada de querer convencer a gata a transar sem cuidados, você é um louco se fizer a proposta e ela ainda mais se aceitar. Sexo bom é sexo seguro, e sexo seguro é garantia de sexo pra sempre. Pense nisso antes de querer deixar seu pintinho descoberto. Ah, vale ressaltar que a obrigação de ter os preservativos é dos dois, heín?!


Ops - Sexo implica em junção de corpos e os corpos muitas vezes exalam odores ou soltam gases contra a vontade de seus donos, o que naturalmente constrange a todas as partes envolvidas certo? A sugestão, faça de conta que não viu, ouviu ou sentiu e se concentre no serviço, será bem gentil da sua parte, acredite!


Off - Telefone ou qualquer outra mídia devem estar desligados e desligado não é no vibracall ou silencioso. Nada de interferências externas atrapalhando, fica feio estar num clima sexual com a gata e parar para atender uma ligação ou tuitar! É feio e corta tesão, viu?

Fingir é proibido - Sexo bom é sexo de verdade, então nada de fingir orgasmos e essa regra vale pras duas partes. Caso você perceba ou sinta que a gata não tá curtindo, fale com jeitinho, peça pra ela te guiar pelo corpo dela e faça o mesmo com ela. E ainda vale lembrar que orgasmo não obrigatoriedade de prazer, no sexo tântrico, por exemplo, o homem passa horas e horas prazerosas sem ejacular. Fica a dica!

Não subiu - Nada de entrar em pânico porque você não teve uma ereção, isso não é o fim do mundo e deve ser encarado com naturalidade. Claro que se a menina faz carinha de peninha isso pode piorar ainda mais a situação, o ideal é ser criativo e não dar tanto valor ao pênis, afinal, há ainda a língua, os dedos, vibradores e muitas outras formas de se ter prazer, certo? E olha que se você relaxar, seu amiguinho pode dar aquela subida inesperada e fazer você rir disso tudo depois.


O caminho das índias - Se a gata mudar de posição ou sutilmente conduzir suas mãos é sinal de que o que você está fazendo não seja exatamente o que ela mais gosta, aceite as sugestões numa boa e leva ela ao prazer intenso. O mesmo serve pra você, de forma sutil você vai dizendo a ela o que deve fazer pra enlouquecer você na cama.

Sem engolir - Não encane ou faça cara feia se sua parceira não engolir seu sêmen depois de um sexo oral (aliás, já comemore por ela ter feito oral em você na primeira vez!). Como já dissemos antes, em uma primeira vez, e num sexo casual, nem todo mundo se sente à vontade pra tudo.

É pra beijar sim - Depois do sexo oral, a regra é clara (como costumam dizer no futebol) é pra beijar na boca sim. A recusa pode dar no outro a impressão de nojo, e aí não faz o menor sentido, concorda?

Na minha posição ou na sua? - Na dos dois, não tem isso de homem ter privilégios na posição preferida ou a mulher, fica um pouquinho em cada uma e todo mundo fica satisfeito;

Por trás - Meu camarada, para chegar na preferência nacional tem de ter jeitinho. Vá com calma e carinho, use os dedos, sinta a reação da parceira, mas não insista ainda mais em um primeiro encontro. Vamos repetir: nem sempre se fica à vontade para fazer de um tudo no primeiro encontro, ainda mais de um sexo sem compromisso.

Ok, era um encontro casual, sexo, prazer, diversão e nada, nadica de promessas românticas ou planos pra se tornarem um casal. Ainda assim, meu caro Don Juan, não precisa encarar a dama como jornal do dia anterior, certo? O mundo moderno e a liberação feminina não dispensam gentilezas e educação.
Deu sono? - Então amigo, controle. Virar pro lado e dormir é a mesma coisa que dizer que era só aquilo mesmo e que ela já pode ir embora. Coisa mais indelicada, né? Abrace, converse, dê beijinhos, mas jamais vire e durma, ok? E sim, isso serve para o sexo casual.

Na casa dela - Só fique pra dormir se for convidado, não é toda mulher que quer acordar com um "estranho" por mais estranho que isso possa parecer. Tendo dormido, não saia à francesa, acorde a gatinha e diga que precisa ir embora de forma carinhosa, na pior das hipóteses, deixe um bilhete, igualmente carinhoso.

Na sua casa - Se quer que ela durma na sua casa, faça o convite, se não quer, seja gentil e encontre uma forma de dizer isso sem parecer uma expulsão (exercite sua criatividade bonitão!). Em um caso ou outro nunca, nunca mesmo, deixe de levá-la em casa, seja a hora que for. E nem ouse chamar um taxi ou oferecer um vale-transporte! (o mesmo serve para o caso de terem ido a um motel)

Não crie expectativas - O cuidado com o outro (neste caso, outra) é sempre indispensável, não deixe parecer o que não é ou não quer, seja claro, sincero e até mesmo direto, o que não implica ser grosseiro ou insensível;

Não julgue - O caráter da garota não estar no fato dela ter atendido a um desejo e ter feito sexo sem compromisso ou com um cara que acabou de conhecer, isso não é falta de vergonha é tesão, e cá pra nós você bem que gostou, certo? Então, mantenha o respeito.

Cuidado com a língua - Evite as expressões do manual do canastrão: "te ligo","a gente se vê", "vamo marcar de novo"...saia dessa com uma despedida bacana e um elogio a noite que tiveram.

Foi bom pra você? - Jamais faça essa pergunta, você pode não gostar do que vai ouvir. Se você prestar atenção na sua parceira e estiver disposto a lhe oferecer prazer, vai saber sem sombra de dúvidas se foi bom pra ela.




Acompanhe a MENSCH também pelo Twitter e Facebook: @RevMensch e baixe gratuitamente pelo iPad na App Store

Nenhum comentário:

Postar um comentário