quinta-feira, 27 de junho de 2013

MUSA INTERNACIONAL: Cindy Crawford, a top model mais querida dos anos 90, está de volta

O tempo e a maternidade conseguiram melhorar o que já era perfeito. Linda, fotogênica, inteligente a modelo americana sucesso dos anos 90 Cindy Crawford está de volta. Aos 47 anos e mãe de dois filhos, Cindy foi descoberta em 1982 quando trabalhava em uma colheita de milho no verão. Um repórter fotográfico encantado com sua beleza fez algumas fotos e comprovada sua fotogenia, foi dado o impulso para sua promissora carreira. Ainda nesse verão e também no seguinte ela trabalhou como modelo para a Elite Model de Chicago. Apesar de tudo estar indo certo ela optou por seguir os estudos universitários na área de engenharia química, tendo sido aprovada em três grandes universidades americanas, Harvard, MIT e Northwest. Nesse tempo abriu mão da participação do concurso Elite Look of the Year de 1982 mesmo sendo uma das mais fortes candidatas.


Tempos depois a história mudou e os estudos ficaram para trás dando lugar a carreira de sucesso como modelo. No início da carreira algumas pessoas sugeriram que ela tirasse o que mais tarde viria a ser sua marca registrada: o sinal junto à boca. De personalidade forte, Cindy disse não e o resto a gente já sabe. Foram 2 anos e Cindy se mudou de Chicago para Nova Iorque e depois Los Angeles desfilando as roupas dos grandes nomes da costura e ocupar as capas das revistas mais conceituadas em moda.

Falando em revistas, foram 400 capas no mundo todo, sendo a mais famosa a também mais polêmica: em 1993 na Vanity Fair Cindy apareceu como cantora lésbica e pose que chocou os conservadores da época. Cindy fez parte do seleto grupo de Top Models composto por Naomi Campbell, Stephanie Seymour, Claudia Schiffer e Linda Evangelista. Foi a primeira supermodelo a posar para a PLAYBOY e o sucesso lhe rendeu por 6 anos a apresentação do canal de moda House of Styleda MTV.




Além de modelo bem sucedida, Cindy mostrou tino para os negócios sabendo aproveitar a fama e a sua imagem em calendários, vídeo de fitness e livro de maquiagem. Sua empresa a Crawdaddy fechou contratos milionários com Pepsi e Revlon entre outras. Essas escolhas renderam o título de modelo mais bem paga em 1995, mesmo ano em que se lançou no cinema contracenando com o galã William Baldwin em Presa Fácil. E além da beleza, da origem humilde e do tino pros negócios, Cindy se volta para as causas sociais dedicando tempo e parte dos cachês para ações de caridades, principalmente as relacionadas com a leucemia, doença que lhe tirou um irmão ainda na infância.

Agora em 2013, fotografada por Mariano Vivanco, para o editorial “Cindy Right Back”, publicado na edição de jullho da revista Muse, a modelo mantém o corpo esbelto e cheio de curvas que atiçou pelo menos duas gerações de fãs. A inconfundível pinta no lado esquerdo da boca também continua lá e povoando a imaginação de meninos e homens por todo o mundo. Cindy virou música pela voz de Prince, estrela de comercial (como da PEPSI) e de um dos clipes mais vistos na MTV: Freedom, de George Michael.

Making of MUSE: 

Comercial da PEPSI:

Acompanhe a MENSCH também pelo Twitter e Fanpage: @RevMensch e baixe gratuitamente pelo iPad na App Store.

Nenhum comentário:

Postar um comentário