quarta-feira, 21 de novembro de 2012

ESTILO: Tudo o que você gostaria de saber sobre ternos

O terno está para o homem assim como o vestido de gala está para a mulher. Uma gravata faz um homem se sentir tão poderoso quanto uma mulher em salto 15. Não importa se é gordo, magro, alto ou baixo, um terno imprime elegância, status, masculinidade e atrai os olhares femininos. Mas para fazer bonito mesmo dentro de um terno há várias considerações a serem feitas para que a peça caia como uma luva para o homem que usar. Por mais que se fale sobre o assunto sempre existiem dúvidas, e pensando nisso a MENSCH resolveu fazer esse guia completo sobre ternos. Para isso fomos atrás de solucionar as dúvidas mais comuns dos homens. Para nos auxiliar nessa matéria contamos com a participação especial de dois profissionáis da área, Heraldo Mazza, dono da marca masculina Mr. Kitsch, e Charles Vilaça gerente de moda masculina da loja Santo Homem. Heraldo e Charles responderam algumas questões sobre o assunto.

OS MAIORES ERROS NA HORA DE USAR UM TERNO
Começando pelos erros... O maior e mais notável erro é no tecido e no tamanho. A dica é a lã, desde que a trama do frio seja adequada ao clima do lugar. Quanto as medida, o caimento tem de ser perfeito, por isso tem de estar atento na altura do punho, bainha, encaixe de colarinho e de ombros. A meia é outro item que não deve ser esquecido. É preciso lembrar que ela deve ser uma extensão da calça ou da camisa e não deve contrastar com a cor da calça. "Seguindo estas regras você estará sempre bem vestido independente da label que esta usando." Diz Heraldo Mazza.
 
NA HORA DA COMPRA
São três itens que devem pesar na hora da compra: o corte, sempre pensando no caimento; a composição do tecido, e aí vale a dica de que quanto mais sintético for o tecido, menor qualidade, conforto, durabilidade e impacto visual e claro, o acabamento. A diferença de acabamento fica por conta do forro na parte interna frontal das pernas, esse detalhe proporciona conforto e proteção. "Quanto ao acabamento é fundamental observarmos detalhes visíveis que fazem a diferença no decorrer do uso. Forro na parte interna, frontal das pernas, proporciona conforto ao caminhar e protege a pele da fricção direta com o tecido." Diz Charles Vilaça


Combinações que dão certo
- Eventos sóbrios pedem cores discretas, eventos informais, cores mais alegres;
- Modelo de corte slin sem gravata se torna chic e despojado.
- Terno com uma malha básica de manga curta ou até mesmo longa e um mocassim.

Combinações que são um desastre
- Cores fortes em todas as peças
- Diferenças nos fios
- Evento formal com proposta de look casual
- Modelo apertado que marca a barriga ou comprometa o caimento e o movimento dos braços;
- Modelo para um tamanho diferente de quem tá vestindo


A GRAVATA
Na hora de escolher a gravata fique atento à harmonia do conjunto e a sua própria personalidade, não use gravatas divertidas se esse não for seu estilo. A gravata pode combinar com a camisa, se o look for mais clássico e com o terno se a idéia for se sentir mais seguro e não chamar atenção. Os mais descolados podem fazer sobreposições e contrastes de cores. Segundo Heraldo "No verão e quanto mais informal for a ocasião. A melhor a pedida sem gravata é um modelo de corte slim, se torna chic e despojado." Já segundo Charles "Em ocasiões onde a mesma não é exigida, viagens, passeios, festas... Podemos usar um terno com uma malha básica de manga curta ou até mesmo longa e um mocassim. Em casos de trabalho o mesmo define a necessidade."




OS BOTÕES
Se você tem dúvidas quanto ao número "certo" de botões de um terno a dica é simples, quem dita a quantidade é a moda da época. Atualmente a pedida é o terno de dois botões. Um botão fica mais moderno, porém tem prazo de validade e pode não cair bem para os mais gordinhos; três botões são para um visual mais clássico e quatro em modelo transpassado, fica muito bem porém extremamente clássico, neste caso tem a opção de um corte slim propondo um visual clássico renovado.

O modelo que você deve ter no armário
A tendência atual nos apresenta ternos de dois botões com o paletó mais curto que os habituais e lapelas mais finas. As calças estão sem pregas, mais justas e a bainha mais curta. O resultado é uma silhueta mais slim, tornando o homem mais alto e magro consequentemente mais elegante. Para os mais práticos e objetivos, um cinza médio ou grafite de lã em 2 botões já é uma boa garantia de sucesso.

 

O TERNO DE TRABALHO
A dica básica para quem precisa usar terno no trabalho é: escolha sempre algo que combine com sua personalidade, com o posto ocupado na empresa e como são as regras da empresa que você trabalha. Segundo Charles, “Respeitar o que exige o traje da profissão é essencial e vai garantir o emprego. Algo que é fundamental em qualquer caso é saber as medidas corretas. Sem isso, não há combinação de cores certa que sustente um look adequado.” Além disso é estar adequado ao tipo de profissão e ao que ela exige, arriscar em cores, cortes ou tendências ultra modernas, por exemplo, cabe apenas aos profissionais da moda ou do "red carpet". “A informação esta aí para todos, temos muitas opções, muitas revistas com editoriais que ensinam as combinações melhores para cada um e cada ocasião. Mas basicamente a coordenação de cores e padrões, além da medida adequada para o seu biotipo, pois são detalhes que conferem bom gosto, sofisticação, informação e elegância. Fica a dica: Escolha sempre algo que combine com sua personalidade, com o posto ocupado na empresa e como são as regras da empresa que você trabalha.” Comenta Heraldo Mazza.

O PRETINHO BÁSICO MASCULINO
O terno preto, mesmo parecendo básico, também tem suas peculiaridades. Por ser básico pode ser usado em qualquer estação, contudo deve-se levar em consideração o tipo de tecido. No Brasil, por exemplo, não faz sentido ternos com a tradicional lã européia, que apesar do caimento perfeito, não se adequa ao clima dos trópicos.

Para os latinos o idéia é a lã fresca, e a gabardine,chiques e funcionais. Falando em lapelas No terno preto,  são detalhes que ajudam a mudar o estilo facilmente. As lapelas pontudas sugerem ao mesmo tempo nobreza e modernidade já as médias são aceitas em todo lugar e as estreitas melhor evitar pois farão parecer que  você está usando um smoking antiquado. Quanto a camisa, o par perfeito ainda é a de cor branca, mas você pode variar com outras cores desde que sejam suaves.

Bem, basicamente o que podemos dizer é que para não ter erro, a dica é adequar o seu estilo e biotipo ao que a moda do clássico pede. Com essas dicas e sugestões não tem erro. E caso tenha, é só nos escrever: revistamensch@gmail.com.br

Fonte: Chic – Glória Kalil, Revista PLAYBOY, VIP




Consultoria:
Heraldo Mazza – Mr. Kitsch
Charles Vilaça – Santo Homem
Ricardo Cisneiros – Glória Kalil


Acompanhe a MENSCH também pelo Twitter: @RevMensch e curta nossa página no Facebook: RevMensch ou baixe no iPad gratuitamente pela App Store.

7 comentários:

  1. Que eu saiba, a meia deve combinar com a cor de sapato ou da calça, nunca com a cor da camisa.

    ResponderExcluir
  2. Guia bem fraquinho, só poderia ter sido escrito por alguém que nunca usou um terno. "A aba dos bolsos deve sempre permanecer costurada"? Que dica é essa...o bolso está lá para ser usado, deve ser funcional e só ficam costurados na loja por uma questão de proteção. Se um terno tem bolso falso pode saber que é uma droga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os bolsos vem costurado de fabrica, quanto compramos , caso não estiver aberto é para serem aberto, porem os ternos geralmente da a opção de usarem com ou sem abas. Portando se for colocar algo no bolso que não deixar volume aparecendo, acredito que a dica de usar costurado porque tem muitos que enche de tralha, ai acaba com todo o visual.

      Excluir
  3. a dica é: olhe o 007 e compre um terno feito sob medida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Outra dica é o Matheus Solano "o Felix " ele nunca erra no visual..

      Excluir
  4. João Carlos de O. Leão10 de setembro de 2013 17:18

    Caríssimo André Proto,
    Venho por meio deste solicitar de vossa senhoria e dos demais editores da Revista Mench que disponibilizem este material também na PlayStore para usuários do sistema Android, visto que este material está disponibilizado na AppStore.
    Agradeço a atenção dispensa.

    Cordialmente,
    João Carlos de O. Leão

    ResponderExcluir
  5. Então vai uma dica:
    Terno é conjunto de 3 peças, Paletó, Colete e Calça, mais combinação de camisa e acessório. Lembre-se que este conjunto deve obrigatoriamente ser confeccionado no mesmo tecido e padronagem.
    Costume: é o Paletó e Calça, mais combinação. Também mesmo tecido e padronagem. Porém no Brasil utilizamos a palavra Ternos para ambos.

    ResponderExcluir