terça-feira, 9 de outubro de 2012

ESPECIAL: Designing 007 - 50 anos do estilo Bond‏

Esse mês o famoso agente secreto mais famoso, James Bond comemora 50 anos de história no cinema. O agente James Bond, conhecido pelo código 007, foi criado pelo escritor inglês Ian Fleming em 1953. E quase dez anos depois de ganhar fama na literatura, o espião protagonizou seu primeiro longa-metragem em 1962. Desde então, diversos diretores fizeram adaptações dos livros de Fleming para os cinemas e continuando em 2012 com o lançamento do mais novo filme Skyfall, o 23o filme da franquia. Dentre as várias comemorações existentes uma em especial irá chamar atenção dos fãs, é a exposição da galeria Barbican de Londres. Graças a Eon Productions, o poder por trás Bond, que abriu as portas de seu acervo para o mundo ter acesso ao “estilo James Bond”. Com curadoria do historiador de moda Bronwyn Cosgrove e do premiado (com o Oscar) figurinista Lindy Hemming, a exposição examina o estilo dos filmes através de trajes, design de produção, objetos, carros e gadgets, do mundo de 007 nesses 50 anos.

A lista de acessórios e peças é fruto de visionários profissionais de produção, como Ken Adam e Peter Lamont, que a cada novo filme eles pesquisavam a exaustão para chegar até suas criações. Na exposição é possível ver alguns dos acessórios que fizeram a fama do agente secreto tais como os trajes espaciais usados em Moonraker (1979) até a Pistola de Ouro Scaramanga de The Man With The Golden Gun (1974), passando pelo Bond Lotus Esprit S1, de The Spy Who Loved Me (1977). E uma das peças mais premiadas na expo do Barbican é um dos modelos do clássico Aston Martin usado para o filme Goldfinger, de 1959. O carro se tornou o mais famoso e cobiçado do mundo. Um modelo idêntico que mais tarde foi utilizada em outro filme, o Golden Eye (de 1995), que revela um passado quase inacreditável de meio século de sucesso de um personagem mundialmente conhecido. 
 

UNIFORME BOND
Para muitas pessoas, porém, a imagem icônica de Sean Connery em um terno no estilo Príncipe de Gales, como no longa “Goldfinger”, debruçado sob seu Aston Martin DB5 é uma imagem essencialmente Bond. Para Bond sempre aparecer impecável, inúmeros alfaiates, como Mayfair Anthony Sinclair, que vestiu Sean Connery impecavelmente elegante de Armani e Tom Ford. O que a exposição explora é como a alfaiataria tenta transmitir de cada ator o espírito do personagem James Bond.
 

 
O resultado de todo esse cuidado com os detalhes que surpreendem a platéia e lança o estilo Bond para o mundo passou a moldar um estilo próprio de sua época. Quem não se lembra da mala de Sean Connery explodindo em Moscou Contra 007 (From Russia With Love, de 1963), ou o rifle de Timothy Dalton em Licença para Matar (1989). Assim como alguns itens que saíram da ficção para a vida real, como o telefone Ericsson com um mecanismo de flip que depois foi incorporado ao novo aparelho lançado pela empresa, o R380. Confira aqui alguns dos objetos da exposição que vai levar os fãs do agente a um mergulho pelo universo Bond.


Assista os vídeos sobre a exposição:
 
VIDEO II:
 

Fonte: GQ, UOL, Guardian, Exame.com

 
Acompanhe a MENSCH no Twitter: @RevMensch, curta nossa página no Face: RevMensch e baixe no iPad, é grátis: http://goo.gl/Ta1Qb

Um comentário: