quarta-feira, 9 de maio de 2012

MUSA: Magda Cotrofe, a volta da eterna musa dos anos 80 (ainda mais bonita)


Magda Cotrofe passou ao longo dos anos praticamente inabalada pelo tempo. Quem não lembra da bela morena que deixava Rochinha, do Viva o Gordo, todo nervoso? Magda é constantemente lembrada pelos homens com mais de 30 e poucos anos que pronunciam seu nome seguido de elogios à sua beleza marcante. Eterna musa dos anos 80, Magda continua bela e estonteante nos dias de hoje como vocês poderão conferir nessa entrevista e ensaio exclusivo para a MENSCH feito pelo fotógrafo Wagner Carvalho . Mate um pouco a saudade dessa musa e volte a suspirar ao pronunciar seu nome. Ela merece todos os elogios.

Magda, mesmo depois de tantos anos você continua sendo considerada um ícone dos anos 80, como referência de mulher bonita que surgiu nessa década tão comentada. A que você atribui tudo isso? O que isso representa para você? Atribuo isso a pessoa que sou e as atitudes que tenho. Considero motivos para permanecer no imaginário das pessoas há mais de 20 anos. Claro que isso representa muito para mim, é gratificante.

Musa de uma década, você foi a 1a mulher a ser capa da PLAYBOY por três anos consecutivos, mulher do Rochinha do Viva o Gordo de Jô Soares...Tudo isso te deixou mais segura de si? Acredito que não deve se sentir segura por trabalhos que faz, porque o bacana é sempre sentir o friozinho na barriga, para buscar cada vez mais. Tentar alcançar novos horizontes.

Por falar em segurança... Quando as mulheres são mais inseguras? E como os homens podem entender e ajudar nisso? Penso que mulheres ficam inseguras quando seu parceiro não dá atenção, carinho, enfim coisas antigas e simples, mas que faz muito efeito.

A cabeça do homem mudou muito dos anos 80 pra cá? Ou a mulher que mudou mais? Como você vê esses dois casos com o passar do tempo? Acredito que as mulheres tiveram mais mudanças, mas os homens também evoluíram e é muito bom porque temos que acompanhar a evolução do mundo.

A liberação sexual está mais forte hoje em dia do que nos anos 80? Você viveu uma década pré-AIDS e depois o mundo convivendo com o vírus. Hoje por um lado vivemos novamente uma liberação sexual até meio irresponsável, é o sexo pelo sexo. Você que viveu o boom dos anos 80, como vê tudo isso? Acho que a maior liberação sexual com certeza foi no final dos anos 80, foi o grande boom, de lá para cá, as pessoas estão cada vez mais se adaptando a esses novos momentos. Acredito que poderia ter mais amor nas relações e um pouco mais de dificuldade, para ter mais sabor. O importante é manter os valores familiares, isso nos faz crescer como ser humano e nos situarmos neste mundo acelerado.

Hoje as mulheres estão indo à caça sem a menor culpa. E isso até deixa alguns homens meio inseguros.  Você concorda? Você acha que hoje as mulheres estão dando o troco ou cometendo os mesmo erros que elas criticavam nos homens antigamente? Não é questão de certo ou errado, é adaptação do momento. Claro que alguns homens se assustam com essas atitudes, mas o que importa é buscar o que te faz bem e feliz, sempre tem alguém que encaixa no seu perfil.


Homens são de Marte e as mulheres de Vênus? Quais as grandes diferenças de interesse dos homens e mulheres em sua opinião? De um modo geral realmente somos bem diferentes, a visão da vida pelo olhar masculino é mais prático, simples e pelo olhar feminino mais romântico, colorido e complicado (risos)

Hoje você está no seu segundo casamento. Já pode apontar certos erros básicos e áreas perigosas no casamento que o homem não deve cometer ou entrar para não estragar a relação? Casamento é muito bom e legal para quem está a fim de viver este momento e se dedicar a relação porque é uma doação, compreensão e adaptação diária de ambos, quando só um lado faz, a coisa começa ficar desalinhada. Hoje ninguém é obrigado a ficar com o outro, só tem um motivo que alimenta a relação e não pode acabar, é o AMOR, vejo que os casais de hoje não tem muita paciência, decidem as coisas com muita velocidade.

O que não tem perdão numa relação e que deslize seria perdoável? É muito subjetivo porque o que é errado para mim pode ser certo para outros, cada um sabe o que faz sofrer e não perdoar.

O que os homens não sabem, ou teimam em não saber, sobre as mulheres? Elas só querem se sentir amadas e bem cuidadas, com muito amor e carinho.

Texto: André Porto 
Assessoria Produção: MD Produções e Casting  by Márcia Dornelles www.mdproducoes.com
Fotos: Wagner Carvalho   www.wagnercarvalhophothographer.com.br
Make Up:  Luciano Sossa

AGRADECIMENTOS
Rede Marriott Hoteis - Locação
Armani Exchange
San 9 - Vestido Preto


Siga a MENSCH no Twitter: @RevMensch, curta nossa página no Face: Revista Mensch e baixe no iPad, é grátis: http://goo.gl/Ta1Qb

4 comentários:

  1. Magda, você foi, é e sempre será uma das minhas musas.
    És esplendidamente linda !!!
    Bjus.
    Dalto Pessoa
    Recife, PE

    ResponderExcluir
  2. hoje tenho 45 anos e vc magda sempre foi a mulher mais linda dos anos 80 e vejo que ainda esta linda demais bjos e milhões de felicidades escorpiao_com@hotmail.com bjos

    ResponderExcluir
  3. tantos anos se passaram e ela continua exuberante, sempre fui fã dela, parabéns ainda pelo seu desempenho escultural do seu corpo, ainda esta em forma.
    vc é a única da playboy que não esqueci. um abraço e sucessos.

    ResponderExcluir
  4. A Magda Cotrofe é linda!
    Eu gostaria de chupar o cuspe dela.

    ResponderExcluir