terça-feira, 31 de janeiro de 2012

BEM ESTAR: Respiração X Exercícios Físicos - respire melhor e tenha melhores resultados nos exercícios‏

O dia amanheceu ensolarado num belo início de semana, eis que surge uma ótima oportunidade para perder boa parte das calorias, leia-se “cerveja”, adquiridas no final de semana. Então, antes de partir para o trabalho porque não colocar um tênis e encarar uma corridinha? Bem, desafio aceito. Afinal o verão está em nossa porta, você mal acredita que acordou tão cedo e já está nos alongamentos bocejando mais do que leão marinho. Mas não se preocupe afinal você está no caminho certo. Porém fique atento à alguns detalhes... É importante observarmos que numa simples corrida ou praticando musculação, passados alguns minutos podemos encontrar na nossa respiração algumas dificuldades, como falta de fôlego para continuar e respiração ofegante. Assim, para entender um pouco sobre o simples ato de respirar e tirar nossas duvidas sobre o assunto, convidamos o médico otorrinolaringologista Thiago Miranda, para nos deixar esclarecidos e prontos para a próxima maratona.
 

Muitas vezes cometemos erros tentando controlar a respiração durante a prática de exercícios, entretanto o curioso é que nosso próprio corpo seja responsável por esta função inconscientemente. Segundo Thiago, no processo respiratório ocorre a entrada de oxigênio para o sistema metabólico intracelular, com posterior eliminação de gás carbônico. Para que isto ocorra, o ar deve entrar pela via nasal, passar por várias etapas, até chegar aos pulmões, onde haverá as trocas gasosas e consequente passagem do oxigênio na corrente sanguínea e em seguida nas células, para cumprir suas diversas funções. Assim, o próprio corpo irá controlar a velocidade da entrada de oxigênio e saída de gás carbônico, ou seja, a ordem é seguir em frente sem controlar a respiração, pois o organismo irá buscar o equilíbrio. Entretanto, há situações, em que é preciso, sim, respirar conscientemente para aperfeiçoar a atividade física, como por exemplo, durante a realização de um abdominal, em que se deve soltar o ar enquanto se contrai o músculo.
 
Durante o esforço físico, necessita-se que haja um equilíbrio entre a função respiratória e a circulação sanguínea, já que é através desta coordenação que podemos determinar a capacidade de esforço de um indivíduo. No exercício, o consumo de oxigênio aumenta. Toda esta utilização de energia fará com que ocorra um equilíbrio entre o esforço executado e a capacidade funcional do organismo, que irá aumentar de acordo com o costume na prática do exercício. “Pessoas que apresentam obstrução nasal (ou congestão nasal) necessitam ser acompanhadas por um otorrinolaringologista para uma avaliação e melhor tratamento”, afirma Thiago.
 
Nosso especialista segue nos relatando que é difícil falar de regras na respiração na corrida, quando na verdade, cada atleta deve encontrar a maneira que se sinta melhor. Porém, algumas técnicas podem ajudar na hora das passadas. A maneira ideal de se respirar é inspirar o ar pelo nariz e soltá-lo pela boca de uma forma que seja confortável, sempre respeitando seus limites e uma ritmicidade. Aulas de yoga e de alongamento também podem ajudar neste processo.

Também não podemos negar que a academia é um ótimo lugar para aliviar o estresse, paquerando e conversando um pouco, entretanto, procure fazer isto antes ou depois de começar seus exercícios, pois enquanto falamos precisamos liberar o ar para que as cordas vocais vibrem, assim prejudicando o equilíbrio inconsciente e natural do processo respiratório, exigindo mais do seu organismo. Caso você perceba que esta batendo papo e não está sentindo dificuldades em falar, é sinal que você esta fazendo corpo mole e pode aumentar a intensidade do exercício.
 
DÚVIDAS MAIS FREQUÊNTES
 
Porque quando acabamos de correr exaustivamente, não conseguimos manter o mesmo ritmo da respiração, temos a sensação que de estamos sem fôlego? Sim, porque houve um stress e uma desorganização daquele equilíbrio, não se preocupe que se corpo irá se estabilizar em poucos minutos.
 
Com uma respiração ofegante, ficamos um pouco receosos; devemos insistir na atividade física ou seria perigoso? Seria perigoso, pois quando essa situação ocorre, está havendo alguma alteração do bem estar, é importante conquistar nossos limites aos poucos, para não forçar o coração.
 
Quais os maiores erros que cometemos na prática dos exercícios? Nos exercícios abdominais, o certo é expirar durante a subida e inspirar na descida. Isso porque, o espaço da caixa torácica diminui e o excesso de ar vai pressionar a região. Também, jamais prenda a respiração ao levantar o peso, pois a pressão causada pelo acúmulo de ar sobre a área do coração pode provocar hipertensão arterial em longo prazo. A dica é sempre que for contrair um músculo, expire o ar.
 
Em que momento devemos procurar orientação médica? Quando começar a observar que está apresentando um baixo rendimento durante a atividade física. A avaliação terá que ser multidisciplinar, tanto pelo otorrinolaringologista, quanto pelo pneumologista e professor de educação física.

E quanto os fumantes? Até que ponto o cigarro atrapalha? Qual a melhor solução? O fumante é um indivíduo à parte, pois já apresenta uma resistência mais diminuída, quando comparado com a população não-fumante, por alterações estruturais e danosas que o cigarro provoca no tecido respiratório. A solução seria parar de fumar para ter um melhor desempenho.
 
Enfim, inspire e respire infinitas vezes. Pronto, agora você já pode tirar o tênis e voltar para sua rotina, começando uma semana de trabalho com mais disposição. Ah, não se esqueça de fazer isso mais vezes, você verá que irá melhorar bastante sua qualidade de vida.


Contato: Dr. Thiago Felipe de Miranda -

Acompanhe a MENSCH também pelo Twitter: @RevMensch e baixe gratuitamente pelo iPad na App Store.

2 comentários:

  1. todas as vezes que faço uma refeição antes de caminhar ou correr, especificamente, sinto dores abidominas intensas. A questão da alimenteação antes da pratica de exercício influência necessas dores?
    Alberto Brian
    albertobrayan@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Pouco instrutivo, mas bem ilustrado.

    ResponderExcluir