quinta-feira, 10 de novembro de 2011

ESTILO: Jeans - conheça a história, aprenda a comprar o seu e combinar estilos‏

Sabe o bom e velho jeans que você usa para ir do supermercado à balada? Pois bem, seu grande companheiro de aventuras nasceu no século XIX e não tinha a menor pretensão de ser peça de moda, mas sim uma opção de vestuário resistente para o duro trabalho nas minas.

ORIGEM EUROPÉIA, FAMA DE AMERICANO

Quando a gente pensa em jeans associa logo aos cowboys americanos, certo? Certo, mas não foram eles os primeiros a usar esse tipo de calça nem tão pouco o tecido nasceu nos EUA. 

Denim, nome original do tecido que dá origem ao Jeans, nasceu na França, na cidade de Nime em 1872, e era bastante usado por trabalhadores de Gênova, na Itália. Foi o comerciante europeu Levi Strauss e seu colega Jacob Davis que deram origem ao que hoje chamamos de jeans.
DAS MINAS PARAS AS VITRINES

Strauss e Davis comercializam materiais e equipamento para os mineiros americanos na Califórnia, principalmente lonas para as barracas onde acampavam. Percebendo que suas roupas ruíam facilmente devido ao trabalho pesado e uso de ferramentas cortantes, Strauss teve a idéia de usar o tecido das lonas, que era forte e resistente na fabricação de calças para os mineradores. Coube a Davis a idéia de usar rebites de cobre para reforçar as costuras e tornar a roupa ainda mais resistente para os trabalhadores. Em seguida, Strauss teve a idéia de usar o brim azul (o Denim ) e registrar a invenção da peça com o nome de, adivinhem só: Levi´s. E foi em 1890 que surgiu o modelo mais famoso de todos os tempos da calça jeans, a Levi´s 501.

CIDADÃO AMERICANO
O termo jeans começou a ser usado nos EUA na década de 40 para designar as calças de feitas de brim índigo blue, e segundo relatos históricos, é uma variação do francês Gênes ( Gênova, na Itália)a cidade onde marinheiros usavam calças de tecidos fortes e resistentes oriundos de Nîme ( o mesmo lugar dos tecidos usados as lonas dos mineiros).



Após cai no gosto dos mineradores, a calça jeans passou a ser usada também por vaqueiros e cowboys, pois além da resistência necessária para essas atividades, também oferecia bom caimento (o tecido foi ficando mais macio ao longo do tempo devido as lavagens com pedras) e praticidade, pois já apresentava os bolsos como conhecemos hoje.


Durante a 2ª Guerra as marcas Wrangler e Lee utilizaram o jeans fardamento de militares e posteriormente para roupas de “civis”. Na década de 50 foi a vez da juventude adorar o jeans como “uniforme” e o que era usado para durar, agora começava a ser usado para mudar.


A “FARDA” DA REBELDIA

Depois de sair das minas e ganhar as ruas, o jeans caiu rapidamente no gosto dos jovens e vestiu atores do cinema que faziam grande sucesso e fama de rebeldes no período pós-guerra. Elvis Presley, James Dean e Marlon Brandon deram ao jeans o caimento perfeito para os jovens que queriam transgredir e mudar o way of life de toda uma geração em filmes como Juventude Transviada e O Selvagem.

As marcas da rebeldia jeans foram as mundialmente conhecidas Lee, Wrangler, Levi´s e Mustange estavam não só no cinema mas também nos palcos e festivais de música. Nos anos 60, o jeans, além da consagração junto ao público jovem, também começou a ganhar cores e se tornar uma forma de expressão da juventude sendo embalado por cantores como Janis Joplin e Jimmy Hendrix que cantaram e encantaram no festival de Woodstock vestindo, claro, jeans.

A ROUPA DA DEMOCRACIA

Depois de vestir jovens rebeldes o jeans foi alçado à condição de estrela pelas mãos do estilista Calvin Klein na década de 70, que passou a usar o tecido em suas criações. No início houve quem torcesse o nariz, mas depois outros estilistas se renderam ao jeans como Giorgio Armani, Ralph Lauren e Fiorucci. A criatividade dos estilistas e as inovações tecnológicas fizeram do jeans um tecido mais maleável e possível de ser usado tanto no inverno quanto no verão, sendo base para diversas peças além da boa e velha calça jeans.
E você, já vestiu seu jeans hoje?

Fonte: Infoescola, Manequim, Playboy, Guia VIP de Estilo 2011

Acompanhe a MENSCH também pelo Twitter: @RevMensch e baixe gratuitamente pelo iPad na App Store.

3 comentários:

  1. Muito legal a matéria toda... só fiquei um pouco reticente em relação a altura do botão da calça, talvez o indicado na matéria seja para homens BEM conservadores, acredito que uma altura que já fique bem bacana seja a do início do osso da bacia...

    ResponderExcluir
  2. de acordo com o paulo....os meus sao assim... moro na italia 11 anos e aki as pessoas seguen muito a moda! ja provei todas as melhores marcas de jeans e pra min as melhores sao meltinpot ke a ivete sangalo conhece bem, meet e disel pra mis essas 3 sao as melhores...

    ResponderExcluir
  3. Paulo (e nosso amigo anônimo), vai depender do estilo da calça. Essa que você usa colocando no início do osso da bacia, deve ter um corte mais moderno, cóes mais baixo. Essa regrinha do botão é para o padrão mais básico, convencional. Para nosso amigo que mora na Itália então, deve ser algo bem mais comum usar calça de cóes mais baixo. Como ele mesmo falou, lá as pessoas seguem muito as tendências. E no caso essa é uma tendência mais atual e estilosa. Na verdade as regrinhas existem, mas o importante é a pessoa se sentir bem e não fazer feio. Valeu meus caros! Abraços

    ResponderExcluir