sexta-feira, 23 de setembro de 2011

ENTREVISTA MENSCH: CARLOS MACHADO



Carlos Machado é o que se pode chamar de um verdadeiro gentleman. Gentil, educado e generoso, conhece bem das mulheres, afinal foi criado entre 6! Acredita que as melhores qualidades de um homem são a fé, a esperança e o amor e ainda de quebra nos revela uma surpresa, é um dentista conceituado, especializado em ortodontia. Conheça um pouco mais do novo galã das 21 horas (Fina Estampa), que começou na TV com Chico Anysio em 95 e que além de atuar, pinta, já escreveu e dirigiu duas peças de comédia. Pelo visto fazer sorrir já estava mesmo no destino dele.

Carlos, como está sendo para você estrear numa novela das 21hs? É uma experiência nova. Sem dúvidas muito da minha rotina vai mudar. Antes mesmo de estrear já está mudando. E estar aqui respondendo essas perguntas já mostra isso... Vem com um gostinho especial de conquista e realização? O que esse papel representa pra você? Vem com esse gosto de realização sim... De reconhecimento, inclusive. Ser escolhido pra estar no elenco principal de uma novela desse porte, já representa muito.

Você está há muitos anos na Globo, já participou de várias novelas, seriados e programas humorísticos. Agora com o destaque desse novo papel em horário nobre você será algo como um "lançamento" para o grande público. Isso deve parecer estranho para um ator com tantos anos de atuação não é?  Acho que veio em boa hora. Me sinto maduro, como ator, e recebi um presente do Wolf, pois acredito que o Ferdinand foi escrito pra que eu o interprete. Não foi por acaso que sonhei que o Wolf me dizia que íamos trabalhar juntos na sua próxima produção. E foi por isso que o procurei no Projac no dia seguinte. Era pra ser...


Trabalhar com Renato Aragão (na Turma do Didi) e no “Zorra Total” por um bom tempo fez aguçou a sua veia cômica? Como foi passar esse período dentro dos humorísticos? O que isso te acrescentou?  Sem dúvidas aprendi muito com grandes gênios... Comecei, na verdade, na TV, com Chico Anysio em 1995. Sempre gostei de humor e já escrevi, atuei e dirigi duas peças de comédia. Uma adulta e outra infantil, com meu grupo de Juiz de Fora, minha terra. Ganhamos, inclusive, 8 prêmios com esses espetáculos em 2 festivais nacionais de teatro.


Pelo que soube seu personagem será dono de uma rede de vôlei na praia e termina se debandando pro lado do personagem de Christiane Torloni e se tornando meio que um vilão. É isso? Como será o Ferdinand (que você possa nos adiantar)?  Ferdinand, logo de cara já se mostra um pouco mau caráter... Ele não tem papas na língua. Fala o que pensa, o que deve e o que não deve... Isso trará conseqüências, claro... Mau caráter, sim... Mas, ninguém é só o que parece ser... Quanto a Cristiane Torloni ser uma aliada. Ainda não sei nada a respeito...

Você é noveleiro? Homem curte novela ou isso não é coisa de macho? (risos)  Macho também curte novela sim... (risos).... Curti muito algumas novelas, sim. E sempre fui fã de Aguinaldo Silva. Representar um personagem criado por ele é uma coisa fantástica. Ainda não caiu a ficha...


Uma das exigências do papel era um físico atlético. Isso irá deixar a mulherada suspirando e a macharada com inveja querendo ficar igual. Você acha que a TV influencia, em específico um personagem, tanto assim aos homens como às mulheres?  Bom, o cara é mau caráter, mas tem uma estampa atlética!? O que vale mais? Claro que seria melhor ele ser barrigudinho e careca e ter bom caráter. Acho que o público vai concordar. Ou não... Essa será uma das temáticas a se debater nesta novela. Acho que como pessoa, em entrevistas como esta, por exemplo, sim, poderei influenciar e mostrar que podemos envelhecer com qualidade hoje em dia. Estou com 46 e me sinto melhor do que quando tinha 20.

Aos 46 anos, dá mais trabalho manter um ótimo físico? Qual sua rotina de malhação e atividades físicas? O que você faz para manter um corpo saudável? Fui atleta dos 14 aos 20, apenas... Acho que o atleta que não para cedo, se consome demais, pois vai ao seu limite, sempre, quando é profissional. Isso não é bom. Aos 18 iniciei atividade física de musculação e não parei mais. Aliada a boa alimentação e estilo de vida moderado e com noites de sono bem dormidas, acho que são 90% do resultado. O restante depende da genética.


Consome algum suplemento alimentar? Consome vitaminas? Como é sua dieta? Alimentação e suplementação desde os 40 anos. Tenho dieta direcionada por especialistas em nutrição como Geraldo Muzzi e Fernanda Machado. Não sou radical, mas procuro seguir as orientações. No meu caso em particular, não como carnes vermelhas e não bebo leite há 20 anos.

Que dica você daria a nossos leitores sobre atividade física e nutrição? Procure um especialista na área. Somos indivíduos e como tal, necessitamos de dietas específicas... Não fume, a não ser que queira se matar, não beba, a não ser socialmente. Mas não seja muito social, se gosta muito de bebidas... Não se estresse muito com nada, perdoe e faça o bem... A juventude esconde, mas a idade cobra com juros muito altos... Colhemos o que plantamos.


O que pouca gente sabe é que você é um conceituado dentista. De onde veio essa vocação para a ortodontia? Sempre gostei de desenhar, pintar e isso me levou pra área estética da odontologia. Tenho uma irmã americana, que vive na Califórnia e é ortodontista e um cunhado australiano que é referência na no mundo na técnica autoligável que está muito à frente da técnica convencional, por isso, tive acesso a esta tecnologia mais cedo que a maioria no Brasil, sendo pioneiro na técnica lingual bidimensional no Rio de Janeiro. Técnica que possibilita a atores usarem aparelhos sem que ninguém note pois é fixado pela face interna dos dentes sem atrapalhar a fala. Como o caso dos atores Carlos Bonow e Marco Antonio Gimenez, por exemplo.

Como é essa especialidade do Dr. Carlos Machado, a ortodontia autoligável. Como funciona esse processo? Basicamente, a grande diferença está em usarmos braquetes que não precisam de ligaduras de borracha (as borrachinhas coloridas) para segurar o fio. O que gera muito atrito e necessidade de forças muito maiores para as movimentações. Isso, aliado ao fato de usarmos fios com tecnologia desenvolvida a partir de pesquisas da Nasa, faz com que os casos se resolvam em muito menos tempo e com muito menos incômodo.

O que te dá mais satisfação pessoal poder melhorar a qualidade de vida das pessoas através dos processos ortodônticos ou entreter através dos personagens? Dá pra escolher? Seria difícil escolher, mas não posso negar que me divirto muito mais nas artes cênicas. Não há rotina e podemos ser outras pessoas, experimentar vidas diferentes, passar exemplos e ser referência. Isso é incrível e terapêutico, até. Já na carreira de dentista, apesar de muito estressante e cansativo, de vida à responsabilidade de lidar com vaidade e uma necessidade absurda de precisão que nos obriga a usar lentes de aumento nos procedimentos, a satisfação de transformarmos, literalmente, vidas, é indescritível... Mas nessa área, pretendo apenas ficar administrando clínicas e orientando os profissionais que trabalham para mim.
Depois de Ferdinand (o personagem em Fina Estampa) deve aparecer muita mulher de boca aberta no seu consultório inventando desculpas para uma cantada. Como você lida com o assédio?  Isso não acontece quando temos postura. E digo isso com muita propriedade. Seja qual for a profissão estamos sujeitos a isso, mas se tivermos jogo de cintura e postura, no máximo, precisaremos fingir que não entendemos e tudo fica bem.

         
Você trabalhou como modelo há alguns anos, o que esse trabalho te trouxe de bom? Aprendeu a ficar mais ligado em moda? É vaidoso?  O máximo que fiz como modelo, foi desfilar no Copacana Palace para Oscar de la Renta. Nunca fui para o exterior, aonde essa carreira deslancha de fato. Mas não sou muito ligado a moda. Prefiro o básico de uma camiseta branca e calça jeans. Ou um terno de corte sob medida. Fora disso, preciso de dicas...


A passeio ou a trabalho, você já viajou o mundo todo? O que é mais legal de fazer quando se está numa viagem visitando um local pela primeira vez?  Conheci alguns países. Mas, ainda falta muito pra conhecer o mundo. O que mais gosto é de ir a museus e de andar pelas ruas aonde a historia do mundo se desenrolou, como em Roma, por exemplo. Andamos pelo passado, literalmente. Mas é maravilhoso conhecer as belezas naturais, as pinturas de Deus mundo afora.


Fernando de Noronha, Nova York ou Veneza? O que te fascina mais? Qual desses lugares te faria (ou faz) voltar várias vezes? Desses três lugares, o único que já voltei e mais de uma vez, foi N.Y. Em parte por ter três primas e um primo que moram lá. E por ter green card, o que me obriga a ir todos os anos aos EUA. Em Veneza estava sozinho e lá não é lugar pra isso, mas foi especial, mesmo assim... Mas, quero muito voltar a Fernando de Noronha. Passei quatro dias por lá. Mas foi pouco. Lugar maravilhoso!!!
Vincent Van Gogh exerce algum fascínio sobre você ou é impressão minha? Curte arte? Que tipo? Curto muito Van Gogh. Não é impressionismo seu... Tenho a ousadia de fazer ''réplicas'' de suas obras, vez ou outra... (no meu Face você acha duas telas que fiz, de Van Gogh). Curto muito e também faço umas copias de Monet.

Que mania as mulheres tem que deveriam ser copiadas pelos homens em como fazer ou lidar? Fui criado entre seis mulheres. Aprendi que nós homens é que temos, e muito, o que aprender com esses seres que me parecem mais anjos do que humanos...


Daqui pra frente ninguém segura mais Carlos Machado? O que você espera realizar ainda? Ninguém segura? (risos). Realmente me sinto como se tudo estivesse começando agora... A visibilidade de uma novela desse nível em uma emissora desse porte... É uma lente de aumento muito grande... Espero surpreender e aprender muito com essa experiência... Espero que seja apenas o começo e que muita coisa ainda venha pela frente.


Que qualidades um homem deve cultivar?  ''Amor, fé e esperança. Mas, o mais importante é o amor''. 1a Carta do Apóstolo Paulo à igreja de Corinto, capítulo 13.

Fotos: Wagner Carvalho
Coordenação de Produção: Márcia Dornelles - MD PRODUÇÔES
www.mdproduções.com
Assistente groming: Dan Marques
Styling: Naná de Mello
Assistente: Karina Aquino

Figurino: Carlos Machado Veste ELLUS
Jóias: Bruno Latini
Locação: Forte do Copacabana / RJ
Assessoria: Sylvia Goulart

Acompanhe a MENSCH também pelo Twitter: @RevMensch e baixe gratuitamente pelo iPad na App Store.

6 comentários:

  1. Ficou D+ a capa e a materia! Parabens a equipe!

    ResponderExcluir
  2. Adorei tudo... sucesso Carlão, vc sabe q torço por vc...
    Denise

    ResponderExcluir
  3. Primo, amei tudo . tenho uma amiga aqui que esta virando sua fa de carteirinha. Que Deus continue te abencoando muito nessa sua caminha. bjs Maris

    ResponderExcluir
  4. Sou eu mesma PRIMO. Assisto a novela todos os dias. Ja virei fa mesmo.
    Adoro seu trabalho.
    Sorte e tudo de bom.
    Francisca

    ResponderExcluir
  5. vcs poderiam informar qual o face do Carlos para visualizarmos as telas pintadas por ele do Van Gogh?

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir