quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

MENSCH ENTREVISTA: João Marinho


Para quem mora em Recife, sua cidade natal, o nome João Marinho é sinônimo de alto astral, festa badaladas e vitaminas Sundown (marca que representa aqui no Brasil). Mas por trás dessa imagem de empresário e bon-vivant que sabe curtir a vida, existe um homem de sorriso fácil, simples e com muito estilo. Digamos que o "estilo João Marinho de viver", que como ele mesmo se auto-avalia: "uma pessoa equilibrada e feliz". Motivos para isso não lhe faltam, filhos muito bem criados, mulheres queridas ao seu redor e uma legião de súditos amigos por perto. Mas quem é o cara por trás dessa imagem? Isso iremos descobrir (um pouco) com essa entrevista exclusiva. Ilustrada por fotos do ensaio feito pelo competente fotógrafo Newman Homrich, que retratou o sério empresário João e os despojado Marinho ao lado de uma de suas obras de arte, uma bicicleta anos 50 comprada a alguns anos.

João, qual sua formação? Como foram suas primeiras experiências profissionais?
Tive a sorte de estudar na Escola Parque, uma escola que revolucionou o ensino em Pernambuco, pois tinha uma forma de ensinar diferente das escolas tradicionais, o que me ajudou muito a ter uma cabeça mais aberta e menos preconceituosa sobre assuntos polêmicos. Fiz também um ano de intercâmbio na Inglaterra. Quando voltei ao Brasil, entrei na Universidade Federal de Pernambuco, mas infelizmente não concluí por conta do trabalho. Comecei a trabalhar com meu pai em uma revenda de tratores, fui vendedor, passei pela gerência comercial e logo após, diretoria comercial. E durante todo esse meu crescimento na revenda de tratores, fiz muitos cursos dos mais variados. 

Como empresário bem sucedido que é você soube agarrar as oportunidades no momento em que elas apareceram. Que dica você daria a quem busca esse sucesso profissional?
Ser focado e procurar receber a maior quantidade de informações a respeito de novos negócios que possam estar acontecendo ao seu redor. 
Sendo distribuidor de vitaminas naturais e da marca Sundown aqui no Brasil, você diria que o brasileiro está cada vez mais se preocupando com a saúde e por conseqüência consumindo mais vitaminas? É equiparável com o consumidor americano (fanático em vitaminas)?
Como a nossa economia está cada vez mais consolidada, por conseqüência, as pessoas estão vivendo melhor e isto inclui um maior cuidado com a saúde. Em São Paulo e no Rio de Janeiro, onde se concentram a maior parte das nossas vendas isto é muito evidente. Pena que não acontece o mesmo no Nordeste. Mesmo assim os números de consumo de vitaminas no Brasil são infinitamente inferiores aos números americanos. Para se ter uma idéia o que vendemos no Brasil em um ano é o equivalente a produção diária da fabrica da Sundown nos Estados Unidos.

A Sundown veio decorrente de uma preocupação pessoal e com relação à saúde e bem-estar? Além das vitaminas, o que você faz para se manter saudável?
As vitaminas vieram como negócio e posteriormente foi que comecei a me interessar pelo assunto. Hoje sou consumidor diário, mas também faço musculação e me alimento da melhor forma possível.


E a tal crise dos 40? Márcio Garcia em entrevista com Marília Gabriela comentou que para ele é só matemática, apenas um número, e que o tempo passa. Como você vê isso?
Gostei dessa de Márcio Garcia!!! Nunca me senti tão bem em toda minha vida. Acho que o tempo pode ser tratado de uma forma inteligente, saber lidar com ele. Ele passa para todos, é inevitável.

Você sempre adorou uma festa, curte baladas aqui e fora do país, viveu o auge das boates nos anos 80 e 90... Como você vê a noite hoje?
Infelizmente a noite ficou diferente. Antigamente era uma coisa mais charmosa, mais "noir", hoje em dia as boates são gigantes, por melhor que sejam não tem o charme de antigamente, não tem tanto glamour, mas também não quer dizer que eu não goste. Adoro fazer festas e convidar as pessoas que gosto para nos divertirmos juntos e termos boas histórias para contarmos mais na frente.
Ser pai de dois filhos adolescentes, hoje em dia, sabendo de tudo que rola nas baladas, te preocupa? Como você lida com isso?
Me preocupa muito mas acredito ter educado bem os meus filhos. Confio neles e acho que vão saber lidar com essa realidade.


A liberação feminina atual, onde as mulheres vão à caça, inibe alguns homens acostumados a serem os caçadores?
É engraçado o assédio feminino. No começo da noite enquanto sóbrias são bem discretas, mas depois de tomarem algumas caipiroscas se soltam e literalmente partem para o ataque. Não vejo nada de anormal, pois somos todos seres humanos, homens e mulheres, com os mesmos desejos e vontades.






A que você atribui essa fama de conquistador? As palavras certas no momento certo e amassos competentes ou a um conteúdo proporcional à "embalagem"?
Acho que todo mundo tem o seu lado conquistador. Acredito que uma fórmula que funciona bem é ter um pouco de cada uma dessas coisas a quais você se referiu.

O que tem mais peso para você, a sua vaidade ou o seu desempenho? (de modo geral)
O equilíbrio entre os dois dá um bom resultado.

O que elas ainda não descobriram sobre os homens na hora da conquista?
Que muitas vezes para o homem, a conquista é só por uma noite.

Quais os anseios masculinos de hoje e quais as maiores dúvidas?
Acho que o maior anseio do homem hoje é o de encontrar a mulher certa para formar sua família e a maior dúvida é se essa certa mulher realmente o ama.




Como um turista incansável que é qual a experiência mais inesquecível que você viveu em alguma das viagens que fez?
Fazer um safári de balão na África do Sul. Tínhamos que acordar super cedo, mesmo sem saber se o tempo daria condições para o vôo de balão. Mas sem dúvida valeu, foi uma experiência inesquecível. Você observar do alto os animais soltos na floresta... experiência única.

Quem são seus ídolos e que exemplo você quer deixar para seus filhos?
Meu maior ídolo é o meu pai e espero ser o mesmo para os meus filhos.

Como é o trabalho social feito na Fundação Maria Helena Marinho?
Hoje temos cerca de 150 crianças carentes, que passam o dia em meio a cursos de dança, fotografia, música, entre outros. Todos relacionados a atividades artísticas. Entrem no site que vocês vão gostar http://www.espacomariahelenamarinho.com.br/

O que você chamaria de um reveillon perfeito? Quais as melhores festas?
O reveillon perfeito é você estar junto das pessoas que ama em um lugar lindo. Durante oito anos consecutivos, passo em Fernando de Noronha, na festa da Pousada Zé Maria, mas ano passado pela primeira vez passei no Rio de Janeiro e fui numa festa muito legal na cobertura do hotel Fasano. Esse ano voltarei a passar o reveillon em Fernando de Noronha ao lado dos amigos.

Quando você pensa sobre o futuro, quais seus medos e desejos?
Não penso muito no futuro. Sou uma pessoa que vive intensamente o presente.

Qual a melhor definição de João Marinho?
Uma pessoa equilibrada e feliz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário